A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ORDEM COLLEMBOLA Lubbock, 1869 Alessandra Magrisso Neanura muscorum (Templeton, 1835)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ORDEM COLLEMBOLA Lubbock, 1869 Alessandra Magrisso Neanura muscorum (Templeton, 1835)"— Transcrição da apresentação:

1 ORDEM COLLEMBOLA Lubbock, 1869 Alessandra Magrisso Neanura muscorum (Templeton, 1835)

2 Classificação e Diagnose Reino – Animalia Filo – Arthropoda Classe - Insecta Subclasse – Pterygota Ordem - Collembola Subordem 1 – Arthropleona Superfamília 1 – Poduroidea Família 1 – Neanuridae Família 2 - Odontellidae Família 3 - Hypogastruridae Família 4 – Onychiuridae Família 5 - Brachystomellidae Família 6 – Poduridae

3 Superfamília 2 – Entomobryoidea Família 1 – Isotomidae Família 2 – Entomobryidae Família 3 - Paronellidae Família 4 – Cyphoderidae Família 5 – Ondopoduridae Família 6 – Tomoceridae Família 7 – Actaletidae Família 8 – Coenaletidae Família 9 – Microfalculidae Família 10 - Protentomobryidae Subordem 2 – Symphypleona Família 1 – Sminthuridae Família 2 – Dicyrtomidae Família 3 - Mackenziellidae Subordem 3 – Neelipleona Família - Neelidae

4 Informações Gerais coll = cola; embole = cunha, inserção Medem, em geral, de 2 a 3 mm de comprimento; Corpo subcilíndrico ou alongado, revestido por pêlos ou escamas; Cor branca, amarela ou verde; Não apresentam metamorfose, sendo assim, insetos ametabólicos; Estimados em 6000 espécies, distribuídas em 20 famílias. Tetrodontophora bielanensis HOPKIN, 2003

5 Aspectos Morfológicos Antenas de 4 a 6 artículos. Entre sua base e os ocelos laterais, há uma série de manchas escuras, dispostas circularmente, constituindo o chamado órgão post-antenal, formado por sensílios especiais; Estão ausentes olhos compostos, sistema traqueal e túbulos de Malpighi; Peças bucais do tipo mastigadoras ou picadoras, alongadas, em forma de estilete, embutidas na cabeça (entognatos); Pernas moderadamente longas, tarsos uniarticulados, providos de uma ou duas garras.

6 Aspectos Morfológicos Abdome, em geral, com 6 segmentos, estando presentes: Colóforo (prende o inseto ao substrato ou serve para ventilação); Retináculo ou Tenáculo (segura a fúrcula, quando voltada para frente); Fúrcula, dividida em: manúbrio, dentes e mucro. Isotoma viridis

7

8 Antena e seus artículos, revestida com pêlos.

9 Detalhe do órgão Post-antennal

10 Sminthurides sp.: Detalhe da cabeça com ocelos.

11 Sminthuridae sp Vista ventral do Colóforo

12 Isotomurus sp Vista ventral do Tenáculo

13 Collembola com sua fúrcula visível

14 Detalhes da Fúrcula

15 Tomocerus minor BROCKLEHURST, 1998

16 Aspectos Biológicos Têm como predadores: ácaros, coleópteros e aranhas; São ovíparos, sendo seus ovos lisos e esféricos, depositados isolados ou em grupos; Os ovos sofrem segmentação total durante o desenvolvimento embrionário; Possuem gônadas com germário lateral; Há espécies partenogenéticas. Sminthurides aquaticus HOPKIN, 2000.

17 Integumento Integumento Representa o maior órgão no corpo de um Collembola. É um tecido que recobre o corpo e todas as invaginações ectodermais que originam-se ali, bem como a cavidade bucal. Consiste de uma epiderme interna (também chamada de hipoderme), uma camada única de células epidérmicas e uma cutícula externa (membrana extra-celular mais ou menos inerte - Wigglesworth, 1965). Cutícula Consiste em uma epicutícula externa e uma procutícula interna, esta composta por uma exocutícula e uma endocutícula.

18 Hábitat Lugares úmidos, próximos à superfície do solo; Solo humoso, entre musgos, sobre ou sob folhas caídas, na bainha de folhas de plantas e no meio de detritos vegetais em decomposição; Algumas espécies vivem na superfície de lagos de água doce ou ao longo de praias marinhas, sobre a neve ou em formigueiros e termiteiros; São raros em regiões secas e muitos são transportados pelo vento. Ceratophysella armata (NICOLET, 1842) BÖRNER, 1932

19 Hábito Alimentam-se de substância vegetal ou animal em decomposição, mas alguns preferem material vegetal fresco; Também podem alimentar-se de algas, fungos ou liquens; Várias espécies de nematodos têm sido encontradas no intestino de algumas espécies de Entomobrya sp.; Em densidades muito altas há referências de canibalismo. Isotomurus plumosus HOPKIN, 2000

20 Importância Econômica Podem causar danos em jardins, estufas, culturas de cogumelos e sementeiras, pois têm o hábito de roer plantas novas ou a superfície de sementes; Algumas espécies foram encontradas atacando sementeiras de fumo e batatinhas. Nesta última, as espécies rasgam a casca do tubérculo, provocando apodrecimento rápido devido à ação de fungos. Allacma fusca (Linnaeus, C, 1758) Börner, C, 1906.

21 Detalhes da Epicutícula Microtúbulos fusionados

22 Detalhes da Epicutícula Ultra estrutura tetragonal

23 Tomocerus sp.: Ultra estrutura epicuticular

24 Tomocerus sp.: Epicutícula entre os ocelos

25

26

27 Bibliografia Textos e Informações: BORROR, D.J., DELONG, D.M Subclasse Apterygota: Protura, Thysanura e Collembola, p Introdução ao Estudo dos Insetos. Rio de Janeiro, Editora Edgard Blucher e Agência Norte-Americana para o Desenvolvimento Internacional, I+653p. BUZZI. Z.J Ordem Collembola, p Entomologia Didática. Paraná, Editora UFPR, IV+343p. CORSEUIL, E Caracterização das Ordens, p Apostila de Entomologia. Porto Alegre, Editora Alphagraphics, I+120p. DALY, H.V., DOYEN, J.T., PURCELL, A.H The Parainsecta: Protura and Collembola, p Introduction to Insect Biology and Diversity. New york, Editora Oxford University Press, II+680p. LIMA, A.C Ordem Collembola, Insetos do Brasil. Rio de Janeiro, Editora Escola Nacional de Agronomia, I+470p.

28 Bibliografia Vídeos e Fotos: semg2cp.gif&imgrefurl=http://www.unav.es/unzyec/semg.html&h=180& w=180&sz=37&tbnid=F4Q-HiMyXEFV6M:&tbnh=96&tbnw=96&hl=pt- BR&start=2&prev=/images%3Fq%3Dpost%2Bantennal%26svnum%3D 10%26hl%3Dpt-BR%26lr%3D%26sa%3DN s/img3.jpg


Carregar ppt "ORDEM COLLEMBOLA Lubbock, 1869 Alessandra Magrisso Neanura muscorum (Templeton, 1835)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google