A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTRODUÇÃ A COMPUTAÇÃO ENG. CIVIL Professora: Fabíola Gonçalves. UFU Universidade Federal de Uberlândia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTRODUÇÃ A COMPUTAÇÃO ENG. CIVIL Professora: Fabíola Gonçalves. UFU Universidade Federal de Uberlândia."— Transcrição da apresentação:

1 INTRODUÇÃ A COMPUTAÇÃO ENG. CIVIL Professora: Fabíola Gonçalves. UFU Universidade Federal de Uberlândia

2 A GENDA Apresentação do ambiente de desenvolvimento Criação de Programa Compilação de Programa Atribuição de Variáveis Expressões Aritméticas e Operadores Expressões Lógicas e Operadores Função para Saída de Dados Execução de Programa Atividades

3 L INGUAGEM C Criada por Dennis M. Ritchie e Ken Thompson no laboratório Bell em Baseada na linguagem B (que por sua vez é baseada na linguagem BCPL). Utilizada para criação de programas de diversos tipos (sistemas operacionais, planilhas eletrônicas, processadores de texto,gerenciadores de banco de dados, sistemas de transmissão de dados e telefonia, processadores gráficos, programas para engenharia, etc.

4 L INGUAGEM C Programas em C são escritos em um editor de texto e salvos como arquivos em extensão.c Os arquivos.c também são conhecidos como códigofonte do programa C. Para transformar o código-fonte em um código executável (programa) é necessário utilizar um compilador. O compilador utilizado na disciplina será o mingw (gcc para windows) presente no editor code::blocks (distribuição gratuita). Para baixar o code::blocks e o mingw juntos, acesse

5 L INGUAGEM C Algumas características: C é case sensitive, ou seja, letras maiúsculas e minúsculas fazem TODA diferença. A linguagem é estruturada Encoraja bons hábitos de programação. Um programa em C pode ser desenvolvido em partes separadas (até mesmo por pessoas distintas) que serão unidas num produto final. Programas feitos em C são rápidos para executar. C é portátil, ou seja, pode ser utilizada para escrever programas para diversos sistemas operacionais ou plataformas.

6 L INGUAGEM C C linguagem de alto/médio nível C permite a manipulação de bits, bytes e endereço 32 palavras-chaves Sintaxe formal do C Bibliotecas Padrão C ANSI: especifica padrão de funções que realizam as tarefas mais básicas Stdlib.h: biblioteca de propósito geral padrão da linguagem de programação C. Ela possui funções envolvendo alocação de memória, controle de processos, conversões e outras. Studio.h: contém funções, macros e constantes padrões ao compilador. Uso em C de quaiquer funções para entrada ou saída de dados

7 A D IRETIVA # INCLUDE Utilizada para incluir uma arquivo contendo a definição de funções em linguagem C. Estes arquivos, de extensão,.h são denominados bibliotecas de funções. Algumas bibliotecas da linguagem C: stdio.h (contém funções de entrada e saída de dados) stdlib.h (biblioteca padrão de funções diversas. Ela possui funções envolvendo alocação de memória, controle de processos, conversões e outras.). math.h (biblioteca de funções matemáticas)

8 P ROGRAMA EM C Um programa em C é composto por um conjunto de Funções. A função pela qual o programa começa a ser executado chama-se main. Após cada comando em C deve-se colocar um ; (ponto-e-vírgula (;) ). Um programa em C deve ser Identado para que possa ser lido com mais facilidade.

9 FUNÇÃO MAIN TODO programa em linguagem C deve possuir uma, e apenas uma, função main(). A função main() é o ponto de partida do programa. A função main() é definida com o seguinte código: int main(void) O código da função main() é delimitado por chaves. Ao final da função main() é utilizado o seguinte código: return 0;

10

11 C RIANDO UM PROJETO

12 SELECIONE A CATEGORIA C ONSOLE A PPLICATION

13 OPÇÃO PARA TRABALHAR COM ARQUIVOS C

14 SELECIONE UM LOCAL E UM NOME PARA O PROJETO QUE ESTÁ SENDO CRIADO

15 C OMPILADOR

16 AUTOMATICAMENTE CRIA - SE UM ARQUIVO FONTE CHAMADO MAIN. CPP Laboratório.

17 C OMPILANDO UM P ROGRAMA

18 COMPILAÇÃO DE UM PROGRAMA C

19 E STRUTURA BÁSICA DE UM PROGRAMA C

20 V ARIÁVEIS Uma variável em C é um espaço de memória reservado para armazenar um certo tipo de dado e tendo um nome para referenciar o seu conteúdo. São associadas ao tipo de dado representado O tipo de dado informa a quantidade de memória que ela ocupará e o modo como um valor deverá ser armazenado e interpretado. São identificadas por um nome Escolha nomes significativos Pode usar quantos caracteres quiser 1 o caracter deve ser obrigadoriamente uma letra ou _

21 V ARIÁVEIS int (inteiro – 4 byte) float (real – 4 bytes) double (real com dupla precisão – 8 bytes) char (caractere – 1 byte) void (tipo vazio – 0 byte)

22 V ARIÁVEIS Declaração e atribuição de variáveis em um programa C: -- tipo nome; Exemplos: int idade; char letra = a; float pi = ; C diferencia maiúsculas e minúsculas NOME Nome nome

23 C OMENTÁRIOS EM P ROGRAMAS /* */ Pode ser escrito em várias linhas ou uma única linha (até mesmo em uma linha que contém código C). A maioria dos copiladores C também aceita o comentário de linha de C++: // comentário Comenta todo o texto até o final da linha

24 C OMENTÁRIOS EM P ROGRAMAS Exemplos: /* Este é um comentário válido em um programa C */ /* Este é um comentário /* inválido */ em um programa C */ // Este é um comentário de linha da // linguagem C++, mas a maioria dos // compiladores C também o aceitam.

25 A FUNÇÃO PRINTF()

26 O PERADORES

27

28

29 OPERADORES ARITMÉTICOS DE ATRIBUIÇÃO Abreviam expressões aritméticas. x += y equivale a x = x + y x -= y equivale a x = x – y x *= y equivale a x = x * y x /= y equivale a x = x / y x %= y equivale a x = x % y

30 S OMA DE N ÚMEROS

31 ATRIBUIÇÃO

32 PRINTF - FUNÇÃO DE SAÍDA DE DADOS Função da biblioteca stdio.h para realizar a saída de dados. A função imprime dados na saída padrão (tela do computador). Para imprimir um texto usando printf, o texto deve estar entre aspas duplas. Exemplo: printf(Este texto entre aspas é escrito na tela do computador.);

33 PRINTF - FUNÇÃO DE SAÍDA DE DADOS \n é utilizado como quebra de linha printf(Texto da linha 1 \n Texto da linha 2); A função printf pode incluir o valor de variáveis junto ao texto a ser exibido. Para isto são utilizados os seguintes marcadores: %c para impressão de variáveis do tipo char %d para variáveis do tipo int %f para variáveis do tipo float %lf para variáveis do tipo double

34 IMPRESSÃO DE VARIÁVEIS

35 UM PROGRAMA PARA CÁLCULO E IMPRESSÃO DA DA MÉDIA

36 EXEMPLO DE USO DA FUNÇÃO PRINTF


Carregar ppt "INTRODUÇÃ A COMPUTAÇÃO ENG. CIVIL Professora: Fabíola Gonçalves. UFU Universidade Federal de Uberlândia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google