A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DEAR –DEPARTAMENTO DE ENEGENHARIA E ARQUITETURA UNIFACS – UNIVERSIDADE SALVADOR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DEAR –DEPARTAMENTO DE ENEGENHARIA E ARQUITETURA UNIFACS – UNIVERSIDADE SALVADOR."— Transcrição da apresentação:

1 DEAR –DEPARTAMENTO DE ENEGENHARIA E ARQUITETURA UNIFACS – UNIVERSIDADE SALVADOR

2 EQUIPE ALPHA Dia: 2 de junho de 2010 Componentes Allan Passos S. Pizzani Daniel Gomes Freire de Carvalho Eduardo Tude Freire Gustavo Rabelo Mota IV Semestre – Universidade Salvador Curso:Engenharia Mecânica

3 Máquina Térmica FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Desenvolvida com o propósito de transformação de energia calorífica em trabalho. Pelo processo de aquecimento de um fluido dentro de um recipiente hermeticamente fechado, adquirindo energia suficiente até vaporizar-se, aumentando a pressão dentro do vazo, que ao ser liberado em forma de vapor movimenta um eixo gerando trabalho, trabalho esse que pode ser transformado em energia. Na primeira Revolução Industrial, as máquinas térmicas tinham como finalidade transporte(trens), geração de vapor (caldeiras), movimento de êmbolos.

4 Máquina Térmica Idealização do Protótipo Observação de uma caldeira real - Fundamentos físicos e estruturais Pesquisa de campo - Materiais Utilizados - Custos

5 PROTÓTIPO ALPHA I Tem por objetivo a obtenção de energia elétrica.

6 PRTÓTIPO ALPHA I Uma máquina automatizada desenvolvida para a geração de energia elétrica. Segue os parâmetros de máquinas térmicas não cíclica.

7 FUNCIONAMENTO Panela de Pressão - Pressão de Trabalho 0,75 bar - Pressão Máxima de Trabalho 1 bar Sifão Lanterna

8 FUNCIONAMENTO Resistência elétrica Princípios de dimensionamento - Potencia útil - Calor Sensível Q = m. c. θ Lembrando: Q = P. t m=2000g c=4,2 J/gºC θ=75ºC t=300s Ou seja: P=2100W

9 FUNCIONAMENTO SENSORES DE CONTROLE TERMOSTATO - Controle da Temperatura Máxima de Operação PRESSOSTATO - Range e Diferencial VÁLVULA SOLENÓIDE - Controle de Fluxo - Oscilação de Pressão

10 FUNCIONAMENTO INDICADORES - TERMÔMETRO - MANÔMETRO

11 FUNCIONAMENTO Turbinas Led Sifão

12 CENTRAL DE COMANDOS Central de Comando - Chave Geral - Termostato Segurança - Botoeira de segurança - Válvula de segurança - Acionamento de segurança a distância

13 ESTRUTURA DE VEDAÇÃO E ISOLAÇÃO O-ring Porcas Arruelas Fita veda rosca Lã de Vidro Prensada

14 ESTRUTURA DE FIXAÇÃO Chapa de aço carbono Pés de alumínio Arco de Fixação

15 VAZÃO E TEMPO Vazão: Por ciclo: 18 ml Por Período: 1000 ml Aproximadamente 55 ciclos por período Tempo (Calculado a partir do segundo ciclo) Tempo por ciclo: 3 06 Com a resistência ligada: 1 33 Aproximadamente por período Aproximadamente com a resistência ligada 1° Ciclo = 7 30

16 CUSTOS PARA CONSTRUÇÃO ProdutoQuantidade Preço Unidade (R$)Preço Total (R$) Pressostato185 Manômetro123 Sifão Termostato160 Termômetro160 Panela de Pressão145 Válvula Solenóide100 Reduções42080 Valor Total (R$)457

17 CUSTO DE UTILIZAÇÃO Custo por kW / h 1 kW/h = R$ 0,48 Ou seja: 2,2 kW/h = R$ 1,06 Custo por período 60 min = R$ 1,06 85,25 min = R$1,51 O Custo por período de trabalho é aproximadamente R$ 1,51

18 Dificuldades e Observações Vedação Programação - Custo - Não houve necessidade

19 Blog


Carregar ppt "DEAR –DEPARTAMENTO DE ENEGENHARIA E ARQUITETURA UNIFACS – UNIVERSIDADE SALVADOR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google