A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

II Seminário nacional de agrotóxicos, saúde e ambiente Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Jandira Maciel da Silva. Coordenadora da área de Saúde do.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "II Seminário nacional de agrotóxicos, saúde e ambiente Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Jandira Maciel da Silva. Coordenadora da área de Saúde do."— Transcrição da apresentação:

1 II Seminário nacional de agrotóxicos, saúde e ambiente Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Jandira Maciel da Silva. Coordenadora da área de Saúde do Trabalhador da SESMG Membro do GESTRU/UFMG – Grupo de Estudos sobre Saúde e Trabalho Rural da Universidade Federal de MG. Brasília, 2 e 3 de outubro de 2007

2 Impactos dos agrotóxicos na saúde humana Do que estamos falando exatamente?

3 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Grupo de substâncias químicas: Cuja finalidade central é combater pragas e doenças presentes na agricultura, visando manter a produtividade. Recebe várias denominações: pesticidas, praguicidas, biocidas, fitossanitários, agrotóxicos, defensivos agrícolas, venenos, remédios. Utilizado em grande escala por vários setores produtivos e mais intensamente pelo setor agropecuário. Empregado ainda na construção e manutenção de estradas, tratamentos de madeiras para construção, indústria moveleira, armazenamento de grãos e sementes, produção de flores, capina química, combate às endemias e epidemias, como domissanitários etc.

4 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Grupo de substâncias químicas que estão entre os mais importantes fatores de riscos para a saúde humana / dos trabalhadores. Brasil: terceiro maior consumidor mundial; primeiro na América Latina.

5 Comercialização de agrotóxicos, por culturas – Brasil 2004, Tipo de cultura Percentual de Vendas Vendas por 1,000 US$ Soja50,038, Cana de açúcar7,012, Algodão10,010, Milho7,0 7, Café3,0 4, Citros3,0 4, As demais (trigo, arroz, batatas, horticultura etc.) 20,025, TOTAL100, Fonte: Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola - SINGAG (www.sindag.com.br acessado em agosto, setembro de 2007)www.sindag.com.br

6 Comercialização de agrotóxicos em 2007 PARA 2007 (SINDAG): estimativa de aumento nas vendas, em torno de 10% em relação a 2006, em função de vários fatores como: Incremento na quantidade vendida do insumo Aumento da área plantada da cana-de-açúcar e do milho Bons preços internacionais de soja, milho e algodão Aumento histórico nas cotações internacionais do café. Perspectivas favoráveis para o setor florestal.

7 Comercialização de agrotóxicos, por Estado – Brasil, Estado da Federação 2006 Percentual de VendasVendas por 1,000 US$ BAHIA6,0% DEMAIS ESTADOS 7,1% GO8,8% MT17,9% MS4,7% MG9,0% PR13,4% RS10,4% SC2,1% SP20,6% TOTAL 100,0% Fonte: Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola - SINGAG (www.sindag.com.br acessado em agosto, setembro de 2007)www.sindag.com.br

8 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Brasil ingredientes ativos de agrotóxicos produtos técnicos e produtos formulados no mercado nacional Sendo - 45% de herbicidas - 27% de inseticidas - 28% de fungicidas. Meirelles, 2005

9 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Cada produto: características toxicológicas próprias. A grande maioria destes produtos possui impurezas e veículos toxicologicamente significativos. Agricultura: mistura de produtos

10 Impactos dos agrotóxicos na saúde humana Têm sido objeto de vários tipos de estudos, tanto pelos danos que provocam à saúde das populações humanas, e dos trabalhadores de modo particular, como pelos danos ao meio ambiente e pelo aparecimento de resistência em organismos alvo (pragas e vetores).

11 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Os efeitos sobre a saúde causados pela exposição aos agrotóxicos não são o reflexo de uma relação simples e direta entre o produto e a pessoa exposta.

12 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Inúmeros fatores e variáveis entram no jogo entre exposição e dano. Entre eles: características físico-químicas dos produtos (estabilidade, solubilidade, presença de contaminantes, formulação da apresentação); características de toxicidade de cada produto; características dos indivíduos expostos (idade, sexo, peso, estado nutricional); condições de exposição (freqüência, dose, formas de exposição, mecanismos de prevenção/proteção).

13 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Freqüência e dose de exposição: não permanecem imutáveis no dia a dia de trabalho. O tempo de exposição: variável difícil de ser pesquisada. Uma outra dificuldade: informações sobre o período de exposição por unidade de tempo. Ou seja: número de aplicações por mês, número de horas de aplicação por dia, mês e ano, assim como dose empregada, produtos utilizados etc., não são sistematicamente registrados. Utilização de mistura de produtos (aumenta a toxicidade?). Aumento da absorção orgânica de substância químicas quando estas encontram-se associadas a temperaturas ambientais elevadas ou ao esforço físico.

14 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana TOXICIDADE AGUDA (DL50 – oral, dérmica, inalatória) Mais danosos ao homem do que os testes de laboratórios têm conseguido demonstrar. TOXICIDADE CRÔNICA - Neurotoxicidade (SNC e SNP) - Carcinogenicidade (hematológicos) - Desregulação endócrina - Efeitos ligados à reprodução - Indução de defeitos teratogênicos e genéticos (MFC) - Efeitos sobre o sistema imune (alergias).

15 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Todos os inseticidas organofosforados e carbamatos são inibidores da acetilcolinesterase. No caso dos organofosforados tal inibição é mais potente, o que determina casos de intoxicação de maior gravidade. Podem ser absorvidos por via dérmica, respiratória ou oral. Os sinais e sintomas que compõem o quadro de intoxicação aguda por compostos inibidores da acetilcolinesterase são similares, estando diretamente relacionados com o nível de acetilcolina no organismo. São eles: cefaléia, náusea, vômito, suor e salivação abundantes, tontura, lacrimejamento, dores e cólicas abdominais, visão turva, tremores musculares, convulsões, dificuldade respiratória, coma e morte.

16 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Efeitos crônicos: difícil atribuí-los a um único produto, pois os estudos mostram que as exposições crônicas envolvem uma mistura de várias substâncias, em concentrações e intensidade de aplicações bastante variáveis. A literatura registra diversos problemas de saúde relacionados com intoxicação crônica por compostos organofosforados: neurotoxicidade retardada (paralisia de nervos motores), desordens de personalidade e psiquiátricas, Parkinsonismo, reflexos diminuídos, redução da concentração, diminuição da memória, depressão, ansiedade, irritabilidade, polineuropatias, depressão da medula óssea e anemia aplástica, com possível risco de desenvolvimento subseqüente de leucemia.

17 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Os carbamatos, por provocarem uma inibição reversível da acetilcolinesterase, com os efeitos de uma intoxicação aguda sendo rapidamente reversíveis (até 24 horas após o afastamento da exposição), não tem sido relatados efeitos crônicos. São neurotóxicos menos potentes que os organofosforados, podendo porém provocar alterações neurológicas e comportamentais, sem que haja suspeita clínica de exposição.

18 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Os inseticidas Piretróides são compostos neurotóxicos que afetam o Sistema Nervoso Central, podendo produzir tremores e convulsões clônicas. Principal efeito sobre a saúde humana são as alergias. Os sintomas clínicos do quadro alérgico predominam na face, caracterizando-se por entorpecimento, formigamento, prurido e sensação de queimação. Nos casos mais graves, surgem cefaléia intensa, tonturas, sensação de fadiga, perda da consciência, fasciculação e cãibras musculares generalizadas, convulsões. Além desses efeitos, têm sido relatados redução da função hepática, cirrose hepática, arritmia cardíaca, problemas orgânicos e funcionais para os olhos.

19 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Fungicidas do grupo dos EBDCs - ETIL BIS DITIOCARCAMATOS: - Mutagenicidade em diferentes sistema biológicos – - Carcinogenicidade em animais de laboratório e teratogenicidade para algumas espécies de roedores.

20 Impacto dos agrotóxicos na saúde humana DESAFIOS - Melhorar o conhecimento (estudos e pesquisas) - Atuar sobre a formação dos profissionais de saúde / SUS - Melhorar a rede de apoio diagnóstico - Informação / Vigilância / Fiscalização - Educação para a saúde. - Uso Seguro? É possível?

21 Primeiros resultados das notificações de intoxicações exógenas através do SINAN-NET - Minas Gerais, 2007 Janeiro a Setembro de 2007: 1284 notificações Distribuição por sexo: Masculino: 526 Feminino: 758 Distribuição por zona de residência: Urbana: Rural: 115 Periurbana: 08 Ign/branco: 22

22 Primeiros resultados das notificações de intoxicações exógenas através do SINAN-NET - Minas Gerais, 2007 Freqüência por local de exposição Residência: 792 Ambiente de Trabalho: 50 Trajeto do trabalho: 02 Serviços de Saúde: 02 Ignorado/branco: 381

23 Primeiros resultados das notificações de intoxicações exógenas através do SINAN-NET - Minas Gerais, 2007 Freqüência por agente tóxico Medicamentos: 564 Agrot.agrícola: 53 Agrot. Doméstico: 15 Prod. Veterinário: 13 Raticidas: 92 Prod. de uso dom.: 76 Cosméticos: 13 Prod. Químico: 29 Drogas de abuso: 34 Planta tóxica: 21 Alimento e bebida: 148 Ignorado/branco: 167

24 Primeiros resultados das notificações de intoxicações exógenas através do SINAN-NET - Minas Gerais, 2007 Freqüência quanto ao tipo de agrotóxico Inseticidas: 26 Herbicidas: 11 Carrapaticidas: 04 Raticida: 03 Fungicida: 05 Outros: 06 Ignorado/branco: 1.228

25 OBRIGADA!


Carregar ppt "II Seminário nacional de agrotóxicos, saúde e ambiente Impacto dos agrotóxicos na saúde humana Jandira Maciel da Silva. Coordenadora da área de Saúde do."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google