A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva1 Reino Monera.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva1 Reino Monera."— Transcrição da apresentação:

1 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva1 Reino Monera

2 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva2 Reino Monera Os Moneras são seres vivos unicelulares e procariontes. A célula dos Moneras não apresenta organelas celulares membranosas. As únicas organelas no citoplasma da célula destes seres vivos são os RIBOSSOMOS. Os ribossomos são responsáveis pela produção de proteínas.

3 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva3 O Reino MONERA se divide em: Filo Schizophyta –bactérias Filo Cyanophyta –Cianobactérias ou cianofíceas ou popularmente algas azuis

4 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 4 As Bactérias Arqueobactérias ( grupo Archae) – Primitivas que vivem em meios hostis como fontes termais, água salgada, pântanos e regiões vulcânicas (Extremófilas) Eubactérias – São as mais numerosas e atuais Arqueobactérias Eubactérias Escherichia coli

5 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 5 Eubactérias A palavra bactéria vem do Grego, onde bakteria significa bastão. As bactérias são encontradas em todos os ambientes da Terra. As bactérias são seres microscópicos. A maioria apresenta reprodução assexuada.

6 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva6 Célula bacteriana Fímbrias Cápsula Parede celular Plasmídeos DNA associado ao mesossomo Nucleóide Flagelo Enzimas relacionadas com a respiração, ligadas à face interna da membrana plasmática Mesossomo Citoplasma Ribossomos Membrana plasmática Peptidioglicano

7 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 7 Formas Bacterianas De acordo com a forma que apresentam, as bactérias são classificadas em: COCOS: forma arredondada, esférica BACILO: forma de bastão, cilíndricas e alongadas ESPIRILO: forma de espiral, filamentos longos VIBRIÃO: forma de uma vírgula, bastão curvo

8 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 8 Quer saber qual é a população que mora em você? Basta dividir seu peso por 20. Ex: 50kg /20 = 2,5kg de bactérias

9 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva9

10 10

11 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 11 COCOS – Chlamydia trachomatis Diplococos

12 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 12 Estafilococos Estreptococos ( Streotococcus )

13 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 13 Sarcina ESPIRILOS – Treponema pallidum

14 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 14 VIBRIÃO – Vibrio cholerae BACILO – Mycobacterium tuberculosis

15 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva15 Parede celular: método de Gram Bactéria gram-positiva – retêm o corante Membrana plasmática Parede celular formada por camada espessa de peptidoglicano Esquema de parte da parede celular e da membrana plasmática de bactéria gram-positiva. Hans Christian Joachim Gram ( ) Esquema de bactéria com parte da célula removida.

16 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva16 Parede celular: método de Gram Esquema de parte da parede celular e da membrana plasmática de bactéria gram-negativa. Membrana plasmática Camada de peptidoglicano Bactéria gram-negativa – não retêm o corante Lipopolissacarídeo Fosfolipídios Proteína Lipoproteínas Camada lipoprotéica externa, delgada, semelhante à membrana plasmática, com lipopolissacarídeos Parede celular Hans Christian Joachim Gram ( ) Esquema de bactéria com parte da célula removida.

17 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva17 Reprodução das bactérias: Divisão Duplicação do DNA Separação das células Parede celular Membrana plasmática Molécula de DNA

18 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva18 Aixi... Uma bactéria que se divide a cada quinze minutos dará origem em duas horas a 256 bactérias iguais... Isso significa que em seis horas poderá formar mais de 15 milhões de clones!!!

19 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva19 Conjugação – recebe genes de outra PlasmídeoDNA bacteriano Ponte citoplasmática Célula fêmea Célula macho Separação das células Célula macho

20 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva20 Transformação – incorpora DNA do meio Célula bacteriana Lise celularQuebra do DNA Fragmentos de DNA doador Célula bacteriana Fragmentos de DNA ligam-se à superfície da célula receptora. O fragmento de DNA é incorporado à célula receptora. O fragmento de DNA é integrado ao cromossomo da célula receptora. Célula transformada Molécula de DNA circular

21 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva21 Transdução – bacteriófago injeta genes Fago O DNA de um fago penetra na célula de uma bactéria. O DNA do fago integra-se ao DNA da bactéria como um profago. Quando o profago inicia o ciclo lítico, o DNA da bactéria é degradado e novos fagos podem conter algum trecho do DNA da bactéria. A célula bacteriana se rompe e libera muitos fagos, que podem infectar outras células. O fago infecta nova bactéria. Genes de outra bactéria são introduzidos e integrados ao DNA da bactéria hospedeira. DNA do fago com genes da bactéria

22 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva22 O uso indiscriminado dos antibióticos induziu a mudanças substanciais no comportamento dos microrganismos. Durante uma infecção, um patógeno interage com muitas bactérias do corpo humano, resultando na possibilidade de troca genética.

23 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva23 Importância das bactérias Decompositoras (saprófagas) Fermentadoras Recombinantes (engenharia genética) Nitrificantes Flora bacteriana Produção de antibióticos

24 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva24 Metabolismo bacteriano Maioria heterótrofa –Fermentação Algumas autótrofas –Fotossíntese –Quimiossíntese: Sulfobactérias oxidam o enxofre Ferrobactérias oxidam o ferro Nitrobactérias oxidam o nitrogênio

25 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva25 FILO CYANOPHYTA Cianobactérias ou cianofíceas ou popularmente algas azuis

26 Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva26 Cianofíceas Primeiras formas de vida a fazer a fotossíntese Possuem pigmentos como clorofila Vivem isoladas ou em colônias filamentosas Algumas fixam o nitrogênio atmosférico e produzem o nitrato, enriquecendo a água e o solo.


Carregar ppt "Reino Monera - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva1 Reino Monera."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google