A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Paz do Senhor! Chegou a hora de rever e memorizar o que aprendemos nas 13 lições da revista Davi, a lâmpada de Israel.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Paz do Senhor! Chegou a hora de rever e memorizar o que aprendemos nas 13 lições da revista Davi, a lâmpada de Israel."— Transcrição da apresentação:

1

2 A Paz do Senhor! Chegou a hora de rever e memorizar o que aprendemos nas 13 lições da revista Davi, a lâmpada de Israel

3 Muito Importante! Peça ao Espírito Santo para fazer a diferença em sua aula! Ore, leia a Bíblia, consulte sua revista e estude a lição. Uma boa consulta a outras obras fidedignas enriquecerá ainda mais seus conhecimentos. Tenha uma boa aula e uma ótima semana!

4 Dúvidas, sugestões? Entre em contato conosco: Curta nossa página e acompanhe nossas novidades: facebook.com/EditoraBetel

5

6 Adquira também o livro Davi, a lâmpada de Israel, um rico complemento para o estudo das lições do trimestre. Saiba mais no hotsite:

7 Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos Salmos 126.6

8

9 Programa Inteligente de Memorização Davi, a lâmpada de Israel A incrível história de um rei segundo o coração de Deus 4º Trimestre de 2013

10 Lição 1 – Davi, um homem segundo o coração de Deus Na primeira lição do trimestre falamos sobre a vida do rei Davi; um homem segundo o coração de Deus, o qual, de sua linhagem, nasceu o Messias, Jesus Cristo. Davi, o grande herói de Israel, é também o salmista inspirado que nos ensina, através de sua prática pastoral, como Deus nos protege, honra- nos, e cuida de cada um de nós. Um homem que, desde a adolescência, aprendeu como amar ao Senhor e tê-lO em primeiro lugar em seu coração.

11 Aqui aprendemos que Deus está observando a nossa cidade, a nossa vizinhança, e procurando pessoas a quem possa dizer: Unge-o: é este mesmo. Ele quer dizer para cada um de nós o que disse para Davi: "Você é meu, quero usá-lo, porque você tem sido fiel nas pequenas coisas que coloquei sobre sua vida". Lembremo-nos: Davi nem sabia o que lhe aguardava. Deus é Deus de grandes surpresas.

12 Lição 2 – Davi é ungido rei de Israel Os propósitos da unção vêm desde o Antigo Testamento, em que sacerdotes e reis eram ungidos com óleo, para indicar a presença permanente do Espírito Santo em suas vidas e, assim, exercerem suas funções (Jz 9.8; 1Sm 9.16). Mas, em relação aos profetas, a unção era diretamente dada por Deus (1Rs 19.16; Is 61.1). Essa ideia é a base da unção no NT, tanto de Cristo, quanto dos cristãos. Nesta lição vimos a unção literal e espiritual na vida de Davi.

13 Aprendemos que Davi compreendeu muito bem o que significa ter sobre a vida uma capacitação especial, o que significa ser encontrado por Deus. Nós já observamos esse processo na vida de pessoas como Moisés, Jacó, José, Paulo e até mesmo Jesus. Sabemos que a unção vai mexer conosco, vai nos conduzir a situações adversas. Por fim, a única coisa que devemos ter em mente é que Deus não erra em suas escolhas, e, se nos escolheu, chegaremos ao destino final, portanto não esmoreçamos na fé.

14 Lição 3 – Davi, o verdadeiro gigante Na terceira lição vimos que num dia como outro qualquer, sem saber o que poderia lhe acontecer, Davi é comissionado por seu pai para levar uma refeição para seus irmãos que estavam no vale do carvalho sendo afrontados pelos filisteus e seu campeão Golias (1Sm 17.20). Os olhos temerosos dos israelitas estavam tão fitos no gigante, que nem se deram conta do momento em que seu pequenino campeão chegou. Foi um dia histórico, que mudou a vida de Davi para sempre.

15 Davi enfrentou o leão e o urso, a incapacidade de Saul, o medo do povo, a crise de inveja de seu irmão mais velho, e Golias. Se você pensa que o único gigante enfrentado na batalha foi Golias, está indubitavelmente enganado. Toda grande vitória é seguida por etapas a serem superadas. Golias foi com certeza, a menor barreira enfrentada por Davi.

16 Lição 4 – Davi e Jônatas, amigos para sempre A amizade entre Davi e Jônatas, que estudamos nesta lição, nos apresenta pelo menos três grandes coisas: uma grande lição de amor para os nossos dias; que amigos da extirpe de Jônatas são encorajadores; e no sentido espiritual, Jônatas aparece como uma figura tipológica do próprio Jesus Cristo (Amigo) por suas ações, cuidados e renúncias.

17 Como é bom ter um amigo como Jônatas! Um amigo e confidente que o protege, que não procura nada senão o seu bem, que não quer nada senão a sua felicidade. Um aliado que o permite ser quem você é. Deus deu a Davi esse amigo. Ele deu um pra nós também. Davi encontrou um companheiro em um príncipe de Israel; nós podemos encontrar um amigo no Rei de Israel, Jesus Cristo. Ele sempre estará ao nosso lado (Mt 28.20).

18 Lição 5 – Saul e Davi, dois reis e dois caminhos diferentes A vida está repleta de degraus. Alguns precisamos subir, outros somos obrigados a descer, não porque desejamos, mas porque somos impulsionados pelas circunstâncias. Em cada um deles, aprendemos lições com as quais a vida se torna mais clara, mais preciosa, e com mais sentido. Por que Davi não foi governar se já era o rei de Israel? Por que teve de submeter-se a Saul, um homem sanguinário, que, em vez de ser seu modelo e mentor, quase põe fim a sua vida? Talvez o maior gigante que Davi devesse enfrentar não fosse Golias ou Saul, talvez fosse ele mesmo.

19 Existe um estudo de contrastes muito interessante entre a morte de Saul e a elevação de Davi ao trono de Israel. A morte de Saul trouxe uma impressão de triunfo para os inimigos, que desfilaram com sua cabeça como se fora um troféu. Quando tudo parecia terminado, surge Davi, o rei escolhido de Deus. Esse fato contrasta com Jesus, que, na cruz, parecia derrotado, mas a morte revelou o messias, a esperança da humanidade. O que era humano cedeu lugar ao que era divino. Assim, também, Saul representa o que é humano, carnal e falho. Como a velha aliança.

20 Lição 6 – Cavernas: campo de batalha de Deus para forjar campeões Nesta lição vimos que, após várias tentativas frustradas, Saul resolve declarar-se inimigo mortal de Davi, que fugindo para escapar ileso, finge-se de louco diante de Aquis, rei de Gate, e encontra abrigo na caverna de Adulão, um lugar escuro e solitário, onde outros quatrocentos homens, em situação igual ou pior que a sua, encontram-lhe. Aprendemos que se até mesmo Jesus teve de passar pela solidão, obscuridade, anonimato, espera, e caverna, quem somos nós para murmurar diante daquilo que ainda nos é obscuro?

21 Deus tem seus momentos e seus lugares específicos para depurar nossas almas e nos colocar na posição que Ele deseja. Deixemos que trabalhe e estejamos atentos aos acontecimentos.

22 Lição 7 – A sabedoria de Abigail e a justiça de Deus Davi é informado que Nabal estava tosquiando as ovelhas e isso significava que uma parte do lucro seria dividida entre aqueles que protegiam seu campo. Ele então envia dez de seus moços a falar em seu nome com Nabal, que o ignora e se omite em recompensá-lo. Davi é informado e vem para matá-lo, mas é contido por Abigail, mulher de Nabal. Nesta lição analisamos essa nova fase da vida de Davi, e como ele é impedido de sujar as mãos de sangue inocente pela sabedoria de Abigail.

23 Constatamos que é muito confortante saber que, mesmo em momentos como este, quando o mal domina as nossas mentes como dominou a de Davi, Deus é capaz de enviar alguém da qualidade e sabedoria de Abigail para falar ao nosso coração como fez com seu ungido. Abigail nos lembra muito ao Senhor a quem servimos. Pois quem seria capaz de assumir a culpa por algo que não fez, arriscar a vida por alguém que jamais reconheceu seu valor? Quem, senão Cristo?

24 Lição 8 – Davi: um israelita vivendo na terra dos filisteus A unção está trabalhando na vida de Davi, e agora ele vive mais uma etapa de onde as incertezas e o medo da morte o conduziram a tornar-se o que jamais pensou. Ele parece estar atordoado, e vai buscar escape exatamente na terra dos seus inimigos, os filisteus, cujo maior herói ele próprio havia derrotado.

25 Decisões erradas podem nos conduzir a lugares errados e uma vida errada. O que Davi fez na hora da destruição era para ter feito no momento da perseguição. Tomar decisões sem o consentimento de Deus não acarreta somente problemas para nós, mas a todos que conosco convivem. Deus jamais negará o pedido de um coração quebrantado. Por isso, pensemos muito bem antes de qualquer decisão, pois elas podem ser fatais em nossas vidas.

26 Lição 9 – O pecado de Davi com Bate-Seba Quando nos aprofundamos na história de Davi, vemos quantas facetas viveu, e como uma pessoa, mesmo sendo segundo o coração de Deus, não está isenta de ser tão obscura. O que mais nos maravilha na Escritura é que ela jamais omite os erros de seus heróis. Ela é sempre realista na historicidade daquele que dela participou, não omitindo virtude ou fraqueza, pintando o quadro exatamente como é.

27 Para todo grande pecador, existe um grande salvador. Não existe mal que o Senhor não possa reverter. Vimos na figura de Davi que o pecado não respeita posições, idade, ou, se temos um coração segundo o de Deus. Ele sempre nos espreita e, nos momentos mais ociosos da vida em que estamos vulneráveis, ele se aproxima. O que está de pé deve cuidar para não cair.

28 Lição 10 – Sucessos no trabalho, fracassos na família Como rei, Davi organizou exércitos, alargou os termos de Israel, fez a nação prosperar. Mas como administrador da sua casa, foi um completo fracasso. Seu maior Golias nunca esteve no campo de batalha, habitou dentro de sua casa, em meio a sua família, durante todo o tempo em que viveu. Nesta lição vimos que sua família sempre foi seu maior insucesso.

29 Observamos que podemos nos tornar pessoas de sucesso e, ao mesmo tempo, péssimos administradores de nossos lares. O que vimos em Davi está refletido em nossa sociedade, e, infelizmente, é realidade em muitos lares cristãos. Não precisamos pagar o preço pago por Davi, ainda podemos resgatar nossos familiares. Deus, com certeza, está falando ao nosso coração.

30 Lição 11 – Davi, a lâmpada de Israel Nessa altura da vida, Davi já está em idade avançada, não é mais um garoto, e agora, está enfrentando os filhos do gigante de Gate (2Sm 21.22). Durante a peleja, Davi sente o peso da idade e a força do gigante, é socorrido milagrosamente por Abisai que, junto aos outros guerreiros seus, impedem-no de lutar para que não arrisque mais sua vida.

31 Realmente Davi era uma lâmpada que iluminava a quem com ele estivesse. Todos os seus guerreiros foram impactados por sua luz, tornando-se matadores de gigantes como ele o era. Eles resolveram lutar em seu lugar para que ele não sofresse danos. O nosso rei já nos mostrou quem é, pelejemos agora a sua batalha, e deixemos que sua luz ilumine nossa nação.

32 Lição 12 – Quando Deus diz não Davi está velho, cansado, e ainda com sonhos. São os momentos finais de sua vida antes de passar a seu filho Salomão o trono de Israel, o qual governou segundo o intento do Senhor como a nenhum outro depois dele. Então, Davi congrega o povo e faz um importante anúncio: de que apesar de querer construir o Templo, Deus não permite. Mas caberá a seu filho Salomão a responsabilidade da construção.

33 Davi cumpriu sua missão e deixou um legado espetacular para sua posteridade. Ele, antes de morrer, foi sábio e não somente preparou um sucessor, mas lhe deu todas as condições e aparatos para alcançar sucesso. Nesta lição aprendemos com Davi que um líder bem sucedido é aquele que visa o reino e não a si mesmo. Será que estamos enquadrados nesse perfil? O que deixaremos para nossos filhos?

34 Lição 13 – Davi, um homem escolhido por Deus Chegamos ao fim de nosso trimestre, e com muita alegria, discorremos sobre a vida de um dos maiores heróis que a Bíblia já mencionou, o mavioso cantor de Israel, um homem segundo coração de Deus, que não foi de modo algum perfeito, mas foi autêntico. Alguém que soube viver diante de Deus de forma humilde, dependente e íntegro, apesar de tudo o que viveu.

35 E morreu numa boa velhice, cheio de dias, riquezas e glória; e Salomão, seu filho, reinou em seu lugar (1Cr 29.28). Esse é um epitáfio que agradaria a qualquer servo de Deus. Davi foi um homem muito sofrido, trabalhado, e aprovado por Deus. Não existe a estrela de Saul, o trono de Saul, a raiz de Saul, ou a descendência de Saul. E por quê? Escolhas. Podemos escolher servir a Deus com integridade de coração ou não. Davi optou por servir e você o que fará?

36 Nossa Mensagem para você, aluno da EBD Prezado (a) aluno (a) da Escola Bíblica Dominical, a paz do Senhor! Muito obrigado por ter caminhado conosco durante o 4º Trimestre de Esperamos ter contribuído para o enriquecimento de seus conhecimentos. Nosso próximo assunto será RELIGIÕES, SEITAS E HERESIAS – Como identificar e refutar os falsos profetas e seus ensinos. Que Deus possa lhe abençoar e lhe dar forças para continuar conosco nesta árdua, mas recompensadora tarefa, de semear a boa semente. Contamos com a sua presença em nossas próximas aulas dominicais. Deus abençoe você e toda a sua família. Editora Betel, Dezembro de 2013

37 Referências Bíblia Sagrada – Concordância, Dicionário e Harpa - Editora Betel Revista Jovens e Adultos: Davi, a lâmpada de Israel, 4º Trimestre Editora Betel


Carregar ppt "A Paz do Senhor! Chegou a hora de rever e memorizar o que aprendemos nas 13 lições da revista Davi, a lâmpada de Israel."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google