A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O BRASIL E SUAS DIVISÕES INTERNAS. SEGUNDO O IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA, O BRASIL POSSUI UMA EXTENSÃO TERRITORIAL DE 8.547.403,5.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O BRASIL E SUAS DIVISÕES INTERNAS. SEGUNDO O IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA, O BRASIL POSSUI UMA EXTENSÃO TERRITORIAL DE 8.547.403,5."— Transcrição da apresentação:

1 O BRASIL E SUAS DIVISÕES INTERNAS

2 SEGUNDO O IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA, O BRASIL POSSUI UMA EXTENSÃO TERRITORIAL DE ,5 KM 2. SEGUNDO O IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA, O BRASIL POSSUI UMA EXTENSÃO TERRITORIAL DE ,5 KM 2.

3 SOMENTE QUATRO PAÍSES DO MUNDO POSSUEM UMA ÁREA TOTAL MAIOR DO QUE A NOSSA: RÚSSIA, CANADÁ, CHINA E ESTADOS UNIDOS. SOMENTE QUATRO PAÍSES DO MUNDO POSSUEM UMA ÁREA TOTAL MAIOR DO QUE A NOSSA: RÚSSIA, CANADÁ, CHINA E ESTADOS UNIDOS. AO CONTRÁRIO DOS QUATRO MAIORES, O BRASIL NÃO POSSUI ÁREAS INABITÁVEIS OU QUE DIFICULTEM MUITO A ATIVIDADE HUMANA (GELEIRAS, DESERTOS INÓSPITOS E GRANDES CADEIAS MONTANHOSAS. AO CONTRÁRIO DOS QUATRO MAIORES, O BRASIL NÃO POSSUI ÁREAS INABITÁVEIS OU QUE DIFICULTEM MUITO A ATIVIDADE HUMANA (GELEIRAS, DESERTOS INÓSPITOS E GRANDES CADEIAS MONTANHOSAS.

4 AS DISPARIDADES SOCIOECONÔMICAS, DEVEM-SE A PROCESSOS HISTÓRICOS E DE OCUPAÇÃO DO TERRITÓRIO. EXISTEM ÁREAS EXPLORADAS NO BRASIL DESDE O SÉCULO XVI, AO PASSO QUE OUTRAS TIVERAM SEU CONHECIMENTO E EXPLORAÇÃO INTENSIFICADOS SOMENTE A PARTIR DO SÉCULO XX. AS DISPARIDADES SOCIOECONÔMICAS, DEVEM-SE A PROCESSOS HISTÓRICOS E DE OCUPAÇÃO DO TERRITÓRIO. EXISTEM ÁREAS EXPLORADAS NO BRASIL DESDE O SÉCULO XVI, AO PASSO QUE OUTRAS TIVERAM SEU CONHECIMENTO E EXPLORAÇÃO INTENSIFICADOS SOMENTE A PARTIR DO SÉCULO XX.

5 GRANDES CONTRASTES REGIONAIS DO BRASIL – DEVIDO PRINCIPALMENTE: GRANDES CONTRASTES REGIONAIS DO BRASIL – DEVIDO PRINCIPALMENTE: - A SUA EXTENSÃO TERRITORIAL- DIFERENTES RELEVOS, CLIMAS, FLORA E FAUNA. - A SUA EXTENSÃO TERRITORIAL- DIFERENTES RELEVOS, CLIMAS, FLORA E FAUNA. - UM PROCESSO DISTINTO DE OCUPAÇÃO DAS DIFERENTES ÁREAS DO BRASIL; - UM PROCESSO DISTINTO DE OCUPAÇÃO DAS DIFERENTES ÁREAS DO BRASIL; - MAIOR OU MENOR INTEGRAÇÃO COM O MERCADO MUNDIAL; - MAIOR OU MENOR INTEGRAÇÃO COM O MERCADO MUNDIAL; - MAIOR OU MENOR CONCENTRAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS, INDUSTRIAIS, PESSOAS E SERVIÇÕS; - MAIOR OU MENOR CONCENTRAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS, INDUSTRIAIS, PESSOAS E SERVIÇÕS; - MAIOR OU MENOR INTEGRAÇÃO COM AS REGIÕES INTERNAS MAIS DINÂMICAS. - MAIOR OU MENOR INTEGRAÇÃO COM AS REGIÕES INTERNAS MAIS DINÂMICAS.

6 É O IBGE QUE ESTÁ ENCARREGADO DE ORGANIZAR E DIVIDIR O IMENSO TERRITÓRIO BRASILEIRO EM DIFERENTES REGIÕES. É O IBGE QUE ESTÁ ENCARREGADO DE ORGANIZAR E DIVIDIR O IMENSO TERRITÓRIO BRASILEIRO EM DIFERENTES REGIÕES.

7 EM 1967, O IBGE ESTABELECEU A DIVISÃO DO BRASIL EM CINCO MACROREGIÕES, UTILIZANDO CRITÉRIOS POLÍTICO- ADMINISTRATIVOS. ATÉ HOJE, OS DADOS DO IBGE SÃO COLETADOS E ORGANIZADOS TENDO ESTA DIVISÃO REGIONAL POR CRITÉRIO. EM 1967, O IBGE ESTABELECEU A DIVISÃO DO BRASIL EM CINCO MACROREGIÕES, UTILIZANDO CRITÉRIOS POLÍTICO- ADMINISTRATIVOS. ATÉ HOJE, OS DADOS DO IBGE SÃO COLETADOS E ORGANIZADOS TENDO ESTA DIVISÃO REGIONAL POR CRITÉRIO.

8

9 NORTE: ÁREA DE PREDOMÍNIO DO CLIMA EQUATORIAL E DA FLORESTA AMAZÔNICA NORTE: ÁREA DE PREDOMÍNIO DO CLIMA EQUATORIAL E DA FLORESTA AMAZÔNICA

10 NORDESTE: ÁREA GENERICAMENTE ASSOCIADA À CAATINGA E AO CLIMA SEMI-ÁRIDO. DEVIDO ÁS SUAS DIFERENÇAS INTERNAS, ESTA REGIÃO FOI DIVIDIDA EM QUATRO SUB- REGIÕES (ZONZ DA MATA, SERTÃO, AGRESTE E MEIO- NORTE) NORDESTE: ÁREA GENERICAMENTE ASSOCIADA À CAATINGA E AO CLIMA SEMI-ÁRIDO. DEVIDO ÁS SUAS DIFERENÇAS INTERNAS, ESTA REGIÃO FOI DIVIDIDA EM QUATRO SUB- REGIÕES (ZONZ DA MATA, SERTÃO, AGRESTE E MEIO- NORTE)

11 SUDESTE: ÁREA DE PREDOMÍNIO DOS PLANALTOS E SERRAS, DE MAIOR INDUSTRIALIZAÇÃO E POPULAÇÃO. SUDESTE: ÁREA DE PREDOMÍNIO DOS PLANALTOS E SERRAS, DE MAIOR INDUSTRIALIZAÇÃO E POPULAÇÃO.

12 CENTRO-OESTE: ÁREA DE PREDOMÍNIO DA VEGETAÇÃO DO CERRADO, DAS CHAPADAS E CHAPADÕES EM CLIMA TROPICAL. CENTRO-OESTE: ÁREA DE PREDOMÍNIO DA VEGETAÇÃO DO CERRADO, DAS CHAPADAS E CHAPADÕES EM CLIMA TROPICAL.

13 SUL: ÁREA DE CLIMA PREDOMINANTEMENTE SUBTROPICAL. SUL: ÁREA DE CLIMA PREDOMINANTEMENTE SUBTROPICAL.

14 REGIÃO NORTE A REGIÃO NORTE OCUPA CERCA DE 45,27% DO TERRITÓRIO BRASILEIRO. A REGIÃO NORTE OCUPA CERCA DE 45,27% DO TERRITÓRIO BRASILEIRO. CLIMA – EQUATORIAL CLIMA – EQUATORIAL BANHADA PELAS BACIAS DO AMAZONAS E TOCANTINS. BANHADA PELAS BACIAS DO AMAZONAS E TOCANTINS. RELEVO – PREDOMINAM DEPRESSÕES, PLANALTOS AO NORTE E A PLANÍCIE AMAZÔNICA. RELEVO – PREDOMINAM DEPRESSÕES, PLANALTOS AO NORTE E A PLANÍCIE AMAZÔNICA.

15 VEGETAÇÃO: - FLORESTA EQUATORIAL OU AMAZÔNICA VEGETAÇÃO: - FLORESTA EQUATORIAL OU AMAZÔNICA MAIS DA METADE DA POPULAÇÃO É URBANA (57,8%), E A EXPECTATIVA DE VIDA É DE 67,35 ANOS. MAIS DA METADE DA POPULAÇÃO É URBANA (57,8%), E A EXPECTATIVA DE VIDA É DE 67,35 ANOS. PRINCIPAIS CIDADES: BELÉM (PARÁ) MANAUS (AMAZONAS) PRINCIPAIS CIDADES: BELÉM (PARÁ) MANAUS (AMAZONAS) ECONOMIA REGIONAL: BASEIA-SE NO EXTRATIVISMO VEGETAL (LÁTEX, AÇAI, MADEIRAS E CASTANHAS). ECONOMIA REGIONAL: BASEIA-SE NO EXTRATIVISMO VEGETAL (LÁTEX, AÇAI, MADEIRAS E CASTANHAS). EXTRATIVISMO MINERAL: (OURO, CASSITERITA, DIAMANTES, ESTANHO, FERRO, MANGANÊS, BAUXITA) EXTRATIVISMO MINERAL: (OURO, CASSITERITA, DIAMANTES, ESTANHO, FERRO, MANGANÊS, BAUXITA) ZONA FRANCA DE MANAUS – PRODUÇÃO DE ELETRO-ELETRÔNICOS. ZONA FRANCA DE MANAUS – PRODUÇÃO DE ELETRO-ELETRÔNICOS.

16 ESTA REGIÃO CARACTERIZA-SE AINDA POR CONSTANTES CONFLITOS ENTRE ÍNDIOS, GARIMPEIROS, GRILEIROS E POSSEIROS. ESTA REGIÃO CARACTERIZA-SE AINDA POR CONSTANTES CONFLITOS ENTRE ÍNDIOS, GARIMPEIROS, GRILEIROS E POSSEIROS.

17

18

19 REGIÃO NORDESTE A REGIÃO NORDESTE OCUPA 18,26% DO TERRITÓRIO NACIONAL. A REGIÃO NORDESTE OCUPA 18,26% DO TERRITÓRIO NACIONAL. RELEVO – FORMADA POR EXTENSO PLANALTO, ANTIGO E APLAINADO PELA EROSÃO. RELEVO – FORMADA POR EXTENSO PLANALTO, ANTIGO E APLAINADO PELA EROSÃO. ECONOMIA – BASEAVA-SE INICIALMENTE NA EXPLORAÇÃO DE CANA-DE-AÇÚCAR E CACAU. ECONOMIA – BASEAVA-SE INICIALMENTE NA EXPLORAÇÃO DE CANA-DE-AÇÚCAR E CACAU.

20 A PARTIR DA DÉCADA DE 1980, TEVE INÍCIO O DESENVOLVIMENTO DE LAVOURAS DE FRUTICULTURA PARA EXPLORAÇÃO NA ÁREA DO VALE DO RIO SÃO FRANCISCO (BAHIA E PERNAMBUCO) A PECUÁRIA, EXTENSIVA, É DESENVOLVIDA NO SERTÃO, JUNTAMENTE COM A CRIAÇÃO DE CABRAS. A PARTIR DA DÉCADA DE 1980, TEVE INÍCIO O DESENVOLVIMENTO DE LAVOURAS DE FRUTICULTURA PARA EXPLORAÇÃO NA ÁREA DO VALE DO RIO SÃO FRANCISCO (BAHIA E PERNAMBUCO) A PECUÁRIA, EXTENSIVA, É DESENVOLVIDA NO SERTÃO, JUNTAMENTE COM A CRIAÇÃO DE CABRAS.

21 ENCONTRAMOS TAMBÉM, NESTA REGIÃO, A EXPLORAÇÃO DO SAL NO RIO GRANDE DO NORTE E PETRÓLEO (LITORAL E PLATAFORMA CONTINENTAL. O PETRÓLEO É REFINADO NO PÓLO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI E EM CANDEIAS (BAHIA). ENCONTRAMOS TAMBÉM, NESTA REGIÃO, A EXPLORAÇÃO DO SAL NO RIO GRANDE DO NORTE E PETRÓLEO (LITORAL E PLATAFORMA CONTINENTAL. O PETRÓLEO É REFINADO NO PÓLO PETROQUÍMICO DE CAMAÇARI E EM CANDEIAS (BAHIA).

22 OS MAIORES CENTROS INDUSTRIAIS SE LOCALIZAM NO ENTORNO DAS CIDADES DE RECIFE E SALVADOR, SENDO QUE ESSA ÚLTIMA, DEVIDO A VÁRIOS INVESTIMENTOS RECEBIDOS NOS ÚLTIMOS ANOS, GANHOU GRANDE DESTAQUE REGIONAL. OS MAIORES CENTROS INDUSTRIAIS SE LOCALIZAM NO ENTORNO DAS CIDADES DE RECIFE E SALVADOR, SENDO QUE ESSA ÚLTIMA, DEVIDO A VÁRIOS INVESTIMENTOS RECEBIDOS NOS ÚLTIMOS ANOS, GANHOU GRANDE DESTAQUE REGIONAL.

23 A POPULAÇÃO NORDESTINA É PREDOMINANTEMENTE URBANA (60,6%) E A EXPECTATIVA DE VIDA ENCONTRA-SE ENTRE AS MENORES DO BRASIL: 64,22 ANOS. A POPULAÇÃO NORDESTINA É PREDOMINANTEMENTE URBANA (60,6%) E A EXPECTATIVA DE VIDA ENCONTRA-SE ENTRE AS MENORES DO BRASIL: 64,22 ANOS.

24 SUB REGIÕES NORDESTINAS ZONA DA MATA – FAIXA DE 200 KM DE LARGURA NO LITORAL NORDESTINO – CLIMA TROPICAL ÚMIDO – SOLO FÉRTIL – MASSAPÉ. ZONA DA MATA – FAIXA DE 200 KM DE LARGURA NO LITORAL NORDESTINO – CLIMA TROPICAL ÚMIDO – SOLO FÉRTIL – MASSAPÉ. AGRESTE – FAIXA DE TRANSIÇÃO ENTRE A ZONA DA MATA E O SERTÃO- OCUPADOS POR MINIFÚNDIOS, CULTURAS DE SUBSISTÊNCIA E PECUÁRIA LEITEIRA. AGRESTE – FAIXA DE TRANSIÇÃO ENTRE A ZONA DA MATA E O SERTÃO- OCUPADOS POR MINIFÚNDIOS, CULTURAS DE SUBSISTÊNCIA E PECUÁRIA LEITEIRA.

25 SERTÃO – UMA EXTENSA ZONA DE CLIMA SEMI-ÁRIDO, ABRANGE DESDE O INTERIOR DA BAHIA ATÉ TRECHOS DO LITORAL DOS ESTADOS DO RIO GRANDE DO NORTE E CEARÁ. – SOLOS RASOS E PEDREGOSOS – CHUVAS ESCASSAS E MAL DISTRIBUÍDA – VEGETAÇÃO CAATINGA SERTÃO – UMA EXTENSA ZONA DE CLIMA SEMI-ÁRIDO, ABRANGE DESDE O INTERIOR DA BAHIA ATÉ TRECHOS DO LITORAL DOS ESTADOS DO RIO GRANDE DO NORTE E CEARÁ. – SOLOS RASOS E PEDREGOSOS – CHUVAS ESCASSAS E MAL DISTRIBUÍDA – VEGETAÇÃO CAATINGA

26 O PROBLEMA DA SECA NO SERTÃO ESTÁ ASSOCIADO ÀS CARACTERISTICAS SOCIOECONÔMICAS QUE ESPECIFICAMENTE AO FATOR CLIMÁTICO. É A EXTREMA POBREZA DA POPULAÇÃO LOCAL, A ELEVADA CONCENTRAÇÃO FUNDIÁRIA E A CONSTANTE EMIGRAÇÃO QUE SE TORNAM PROBLEMÁTICAS NO SERTÃO. O PROBLEMA DA SECA NO SERTÃO ESTÁ ASSOCIADO ÀS CARACTERISTICAS SOCIOECONÔMICAS QUE ESPECIFICAMENTE AO FATOR CLIMÁTICO. É A EXTREMA POBREZA DA POPULAÇÃO LOCAL, A ELEVADA CONCENTRAÇÃO FUNDIÁRIA E A CONSTANTE EMIGRAÇÃO QUE SE TORNAM PROBLEMÁTICAS NO SERTÃO.

27 MEIO-NORTE – É OUTRA FAIXA DE TRANSIÇÃO ENTRE O SERTÃO E A AMAZÔNIA – MARANHÃO E PIAUÍ – A VEGETAÇÃO NATURAL DESSA ÁREA É A MATA DOS COCAIS, CONSTITUÍDA PRINCIPALMENTE POR CARNAÚBA E BABAÇU. MEIO-NORTE – É OUTRA FAIXA DE TRANSIÇÃO ENTRE O SERTÃO E A AMAZÔNIA – MARANHÃO E PIAUÍ – A VEGETAÇÃO NATURAL DESSA ÁREA É A MATA DOS COCAIS, CONSTITUÍDA PRINCIPALMENTE POR CARNAÚBA E BABAÇU.

28 CENTRO-OESTE O CENTRO-OESTE OCUPA 18,86% DO TERRITÓRIO NACIONAL. É A MAIS INTERIOR DAS REGIÕES BRASILEIRAS. O CENTRO-OESTE OCUPA 18,86% DO TERRITÓRIO NACIONAL. É A MAIS INTERIOR DAS REGIÕES BRASILEIRAS. RELEVO – COMPOSTO POR CHAPADAS E CHAPADÕES. RELEVO – COMPOSTO POR CHAPADAS E CHAPADÕES. CLIMA – TROPICAL CLIMA – TROPICAL VEGETAÇÃO – CERRADO. VEGETAÇÃO – CERRADO.

29 O PANTANAL, POR SUA DIVERSIDADE DE FLORA E FAUNA É CONSIDERADO PATRIMÔNIO NATURAL DA HUMANIDADE. O PANTANAL, POR SUA DIVERSIDADE DE FLORA E FAUNA É CONSIDERADO PATRIMÔNIO NATURAL DA HUMANIDADE. NA REGIÃO CENTRO-OESTE, ENCONTRAMOS TAMBÉM O DISTRITO FEDERAL E NOSSA CAPITAL FEDERAL- BRASÍLIA. NA REGIÃO CENTRO-OESTE, ENCONTRAMOS TAMBÉM O DISTRITO FEDERAL E NOSSA CAPITAL FEDERAL- BRASÍLIA. POPULAÇÃO É URBANA (81,3%) E A EXPECTATIVA DE VIDA ESTÁ EM TORNO DE 67,8 ANOS. POPULAÇÃO É URBANA (81,3%) E A EXPECTATIVA DE VIDA ESTÁ EM TORNO DE 67,8 ANOS.

30 INICIALMENTE, A ECONOMIA REGIONAL ORGANIZOU-SE EM TORNO DO GARIMPO (OURO E DIAMANTE), GRADATIVAMENTE SUBSTITUÍDO PELA PECUARIA. NA DÉCADA DE 1960, FOI INAUGURADA BRASÍLIA, DANDO NOVO DINAMISMO À ECONOMIA REGIONAL. INICIALMENTE, A ECONOMIA REGIONAL ORGANIZOU-SE EM TORNO DO GARIMPO (OURO E DIAMANTE), GRADATIVAMENTE SUBSTITUÍDO PELA PECUARIA. NA DÉCADA DE 1960, FOI INAUGURADA BRASÍLIA, DANDO NOVO DINAMISMO À ECONOMIA REGIONAL.

31 A PARTIR DA DÉCADA DE 1970, INCENTIVOS GOVERNAMENTAIS, PESQUISAS DE SOLOS E MELHORAMENTOS GENÉTICOS NA AGRICULTURA ESTIMULARAM A MAIOR EXPLORAÇÃO DESSA IMENSA ÁREA, COM O DESENVOLVIMENTO DE DIVERSAS CULTURAS AGRÍCOLAS, COM GRANDE DESTAQUE A SOJA. A PARTIR DA DÉCADA DE 1970, INCENTIVOS GOVERNAMENTAIS, PESQUISAS DE SOLOS E MELHORAMENTOS GENÉTICOS NA AGRICULTURA ESTIMULARAM A MAIOR EXPLORAÇÃO DESSA IMENSA ÁREA, COM O DESENVOLVIMENTO DE DIVERSAS CULTURAS AGRÍCOLAS, COM GRANDE DESTAQUE A SOJA.

32 NO CENTRO-OESTE, ESTÃO LOCALIZADAS GRANDES JAZIDAS DE MANGANÊS (MACIÇO DE URUCUM), DE DIFÍCIL ACESSO, O QUE DIFICULTA SUA EXPLORAÇÃO. NO CENTRO-OESTE, ESTÃO LOCALIZADAS GRANDES JAZIDAS DE MANGANÊS (MACIÇO DE URUCUM), DE DIFÍCIL ACESSO, O QUE DIFICULTA SUA EXPLORAÇÃO.

33 REGIÃO SUDESTE REGIÃO SUDESTE OCUPA 10,85% DO TERRITÓRIO BRASILEIRO E ABRIGA APROXIMADAMENTE 43% DA POPULAÇÃO DO PAÍS. POPULAÇÃO URBANA (88%), EXPECTATIVA DE VIDA EM TORNO DE 67,5 ANOS. REGIÃO SUDESTE OCUPA 10,85% DO TERRITÓRIO BRASILEIRO E ABRIGA APROXIMADAMENTE 43% DA POPULAÇÃO DO PAÍS. POPULAÇÃO URBANA (88%), EXPECTATIVA DE VIDA EM TORNO DE 67,5 ANOS.

34 RELEVO – COMPOSTO POR PLANALTOS E SERRAS: MANTIQUEIRA, MAR, ESPINHAÇO. RELEVO – COMPOSTO POR PLANALTOS E SERRAS: MANTIQUEIRA, MAR, ESPINHAÇO. APRESENTA DESDE OS MARES E MORROS (SERRAS ARREDONDADAS) ATÉ PAISAGENS SEMELHANTES A MONTANHAS – COM PICOS PONTIAGUDOS. APRESENTA DESDE OS MARES E MORROS (SERRAS ARREDONDADAS) ATÉ PAISAGENS SEMELHANTES A MONTANHAS – COM PICOS PONTIAGUDOS.

35 CLIMA PREDOMINANTE É O TROPICAL, MAS NAS PORÇÕES MAIS ELEVADAS DO RELEVO É POSSÍVEL ENCONTRAR UM CLIMA MAIS INFLUENCIADO PELA ALTITUDE, O TROPICAL DE ALTITUDE. CLIMA PREDOMINANTE É O TROPICAL, MAS NAS PORÇÕES MAIS ELEVADAS DO RELEVO É POSSÍVEL ENCONTRAR UM CLIMA MAIS INFLUENCIADO PELA ALTITUDE, O TROPICAL DE ALTITUDE. TANTO NO LITORAL, COMO TAMBÉM EM ÁREAS INTERIORES DO SUDESTE, ORIGINALMENTE EXISTIRAM GRANDES EXTENSÕES DE MATA ATLÂNTICA, ATUALMENTE BASTANTE DEGRADADA. TANTO NO LITORAL, COMO TAMBÉM EM ÁREAS INTERIORES DO SUDESTE, ORIGINALMENTE EXISTIRAM GRANDES EXTENSÕES DE MATA ATLÂNTICA, ATUALMENTE BASTANTE DEGRADADA.

36 A REGIÃO SUDESTE PODE SER DEFINIDA COMO A MAIS DINÂMICA DO PAÍS. NELA ESTÃO CONCENTRADOS OS PRINCIPAIS FLUXOS FINANCEIROS, PRODUTIVOS E DE COMUNICAÇÃO. A REGIÃO SUDESTE PODE SER DEFINIDA COMO A MAIS DINÂMICA DO PAÍS. NELA ESTÃO CONCENTRADOS OS PRINCIPAIS FLUXOS FINANCEIROS, PRODUTIVOS E DE COMUNICAÇÃO. TRÊS DAS CINCO MAIORES CIDADES DO BRASIL SE CONCENTRAM NESSA REGIÃO – SÃO PAULO, MINAS GERAIS E RIO DE JANEIRO. TRÊS DAS CINCO MAIORES CIDADES DO BRASIL SE CONCENTRAM NESSA REGIÃO – SÃO PAULO, MINAS GERAIS E RIO DE JANEIRO.

37 A REGIÃO SUDESTE CONCENTRA TAMBÉM OS MAIORES CENTROS INDUSTRIAIS NACIONAIS, POSSUI O MAIOR PORTO (SANTOS/SP) E TAMBÉM SE BENEFICIA PELA PRESENÇA DOS MAIORES E MAIS IMPORTANTES CENTROS DE FORMAÇÃO E PESQUISA. A REGIÃO SUDESTE CONCENTRA TAMBÉM OS MAIORES CENTROS INDUSTRIAIS NACIONAIS, POSSUI O MAIOR PORTO (SANTOS/SP) E TAMBÉM SE BENEFICIA PELA PRESENÇA DOS MAIORES E MAIS IMPORTANTES CENTROS DE FORMAÇÃO E PESQUISA.

38 POSSUI OS MAIORES REBANHOS BOVINOS, ALÉM DE CONCENTRAR A MAIOR PRODUÇÃO NACIONAL DE INÚMEROS PRODUTOS AGRÍCOLAS (CAFÉ, LARANJA, CANA-DE-AÇÚCAR, BANANA), ATRAVÉS DE BOM PADRÃO TÉCNICO E ALTA PRODUTIVIDADE. POSSUI OS MAIORES REBANHOS BOVINOS, ALÉM DE CONCENTRAR A MAIOR PRODUÇÃO NACIONAL DE INÚMEROS PRODUTOS AGRÍCOLAS (CAFÉ, LARANJA, CANA-DE-AÇÚCAR, BANANA), ATRAVÉS DE BOM PADRÃO TÉCNICO E ALTA PRODUTIVIDADE.

39 EM TERMOS DE EXPLORAÇÃO DE RECURSOS DE SUBSOLO, ENCONTRAMOS O QUADRILÁTERO FERRÍFERO/MG, A EXPLORAÇÃO DE FERRO E MANGANÊS. EM TERMOS DE EXPLORAÇÃO DE RECURSOS DE SUBSOLO, ENCONTRAMOS O QUADRILÁTERO FERRÍFERO/MG, A EXPLORAÇÃO DE FERRO E MANGANÊS. NA BACIA DE CAMPOS/RJ – A EXPLORAÇÃO DO PETRÓLEO. NA BACIA DE CAMPOS/RJ – A EXPLORAÇÃO DO PETRÓLEO. NO ESPÍRITO SANTO, A EXPLORAÇÃO DE PEDRAS ORNAMENTAIS. (MÁRMORES E GRANITOS. NO ESPÍRITO SANTO, A EXPLORAÇÃO DE PEDRAS ORNAMENTAIS. (MÁRMORES E GRANITOS.

40 REGIÃO SUL A REGIÃO SUL É A QUE APRESENTA MENOR ÁREA 6,75% NO TERRITÓRIO BRASILEIRO. A REGIÃO SUL É A QUE APRESENTA MENOR ÁREA 6,75% NO TERRITÓRIO BRASILEIRO. CLIMA – SUBTROPICAL, EXCETO NORTE PARANÁ- TROPICAL. CLIMA – SUBTROPICAL, EXCETO NORTE PARANÁ- TROPICAL. RELEVO – PRESENÇA DE PLANALTOS E DE PLANÍCIES – RELEVO – PRESENÇA DE PLANALTOS E DE PLANÍCIES – AS ÁREAS PLANALTICAS ESTÃO ASSOCIADAS Á PRESENÇA DA MATA SUBTROPICAL, OU MATA DE ARAUCÁRIA. AS ÁREAS PLANALTICAS ESTÃO ASSOCIADAS Á PRESENÇA DA MATA SUBTROPICAL, OU MATA DE ARAUCÁRIA.

41 OS RIOS- SÃO PLANALTICOS, COM GRANDE POTENCIAL HIDRELÉTRICO, DESTACANDO-SE A HIDRELÉTRICA BINACIONAL DE ITAIPU (NO RIO PARANÁ. OS RIOS- SÃO PLANALTICOS, COM GRANDE POTENCIAL HIDRELÉTRICO, DESTACANDO-SE A HIDRELÉTRICA BINACIONAL DE ITAIPU (NO RIO PARANÁ.

42 POPULAÇÃO APRESENTA A MAIOR EXPECTATIVA DE VIDA DO BRASIL, 68,8%, SENDO TAMBÉM PREDOMINANTEMENTE URBANA: 74,1%. POPULAÇÃO APRESENTA A MAIOR EXPECTATIVA DE VIDA DO BRASIL, 68,8%, SENDO TAMBÉM PREDOMINANTEMENTE URBANA: 74,1%. A PRODUÇÃO AGRÍCOLA UTILIZA TÉCNICAS MODERNAS DE CULTIVO, COM ELEVADA PRODUTIVIDADE, DESTACANDO-SE A SOJA, O TABACO, O TRIGO E O ARROZ, ALÉM DA UVA CULTIVADA EM PROPRIEDADES FAMILIARES. A PRODUÇÃO AGRÍCOLA UTILIZA TÉCNICAS MODERNAS DE CULTIVO, COM ELEVADA PRODUTIVIDADE, DESTACANDO-SE A SOJA, O TABACO, O TRIGO E O ARROZ, ALÉM DA UVA CULTIVADA EM PROPRIEDADES FAMILIARES.

43 ALÉM DA PECUÁRIA DE CORTE (BOVINOS), DESTACA-SE A SUINOCULTURA (SC/PR). ALÉM DA PECUÁRIA DE CORTE (BOVINOS), DESTACA-SE A SUINOCULTURA (SC/PR). É PRECISO DESTACAR A PRODUÇÃO DE CARVÃO NO VALE DO TUBARÃO EM SANTA CATARINA, QUE APESAR DE INSUFICIENTE PARA COBRIR O CONSUMO INTERNO BRASILEIRO, É A QUE MAIS SE DESTACA NO PAÍS. É PRECISO DESTACAR A PRODUÇÃO DE CARVÃO NO VALE DO TUBARÃO EM SANTA CATARINA, QUE APESAR DE INSUFICIENTE PARA COBRIR O CONSUMO INTERNO BRASILEIRO, É A QUE MAIS SE DESTACA NO PAÍS.


Carregar ppt "O BRASIL E SUAS DIVISÕES INTERNAS. SEGUNDO O IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA, O BRASIL POSSUI UMA EXTENSÃO TERRITORIAL DE 8.547.403,5."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google