A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DFD – D ATA F LOW D IAGRAM D IAGRAMA DE F LUXO DE D ADOS Eduardo Henrique Lenz 06/04/2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DFD – D ATA F LOW D IAGRAM D IAGRAMA DE F LUXO DE D ADOS Eduardo Henrique Lenz 06/04/2013."— Transcrição da apresentação:

1 DFD – D ATA F LOW D IAGRAM D IAGRAMA DE F LUXO DE D ADOS Eduardo Henrique Lenz 06/04/2013

2 Processo de Análise estruturada – Modelo essencial Constituido por: ModelosFerramentas utilizadas Ambiental Declaração de propósito Diagrama de Contexto (DC) Lista de Eventos ComportamentalDiagrama Entidade Relacionamento (DER) Diagrama de Fluxo de Dados (DFD) Diagrama de transição de estados (DTE) Dicionário de Dados (DD) Especificação de Processos 2

3 Nosso escopo: DFD 3

4 Curiosidade: Diagrama de bolhas DFD (abreviatura) Modelo de processo Diagrama de fluxo de trabalho Modelo funcional 4

5 O Que é 5

6 Ferramenta para modelagem de SISTEMAS Fornece uma única visão. Visão essa estruturada. ou seja, Fluxo dos Dados. Visão orientada por funções ou atividades. 6

7 Abordagem Clássica: 1 – Construção de DFD de nível elevado Envolve: Identifificar principais componentes do sistema Elaborar diagrama principal (processos representam principais subsistemas) 7

8 Abordagem Clássica: 2 – Elaboração de DFD de nível inferior. Comtempla: Decomposição sucessiva de cada processo num nível inferior 8

9 C OMPONENTES DE UM DFD: 9

10 Terminadores ou entidades externas: Categorias lógicas de coisas ou pessoas fora dos limites do sistema considerado. Interagem com ele. Representam uma origem ou destino de dados. Exemplos: Produção Fornecedor 10

11 Depósito de dados: Coleções ou elementos de dados que o sistema necessita armazenar. Cada depósito de dados tem um nome que deve sugerir o respectivo conteúdo. Exemplo: Fornecedor: Dados de fornecedor a armazenar 11

12 Fluxo de dados: Canal por onde circula a informação. Representa movimentação de itens de dados de uma parte do sistema para outra, O nome de um fluxo deve permitir associar imediatamente o respectivo conteúdo. Exemplos: Requisição: Conjunto de dados que descrevem um pedido de um ou vários produtos do armazém. Encomenda: Conjunto de dados que descrevem uma encomenda. 12

13 Processos: Centros transformadores de fluxos de entrada em fluxos de saída. Representam atividades ou componentes funcionais do sistema a modelar. Os processos devem ser numerados e devem ter um nome. Exemplo: Verificar e atualizar. 13

14 Estudo de Caso: Sistema Gerenciador de Biblioteca: 14

15 Estudo de Caso: Nosso Objetivo Final: 15

16 Estudo de Caso: DFD Preliminar do Sistema: 16

17 Estudo de Caso: DFD Preliminar do Sistema: 17

18 Estudo de Caso: DFD Preliminar do Sistema: 18

19 Estudo de Caso: DFD Preliminar do Sistema: 19

20 Estudo de Caso: DFD Preliminar do Sistema: 20

21 Estudo de Caso: DFD Preliminar do Sistema: 21

22 Estudo de Caso: DFD Preliminar do Sistema: 22

23 Estudo de Caso: DFD Preliminar do Sistema: 23

24 Estudo de Caso: DFD Preliminar do Sistema: 24

25 Estruturação de DFD´s em vários níveis O DFD construído possui um só nível e vários processos, neste caso é necessário agrupar processos relacionados em um diagrama superior. Exemplo: 25

26 Critérios no agrupamento de processos: Agrupamento de processos deve envolver respostas relacionadas Criar agrupamentos de no máximo 7 (+/- 2) processos. 26

27 Exemplo: Agrupamento do Sistema de Bibliotecas. 27

28 Processos agrupados: 1,2,3 e 4. 28

29 Processos agrupados: 5,6,7 e 9. 29

30 30

31 Considerações Finais Não desenhar DFD´s complexos Desenhar DFD com poucos objetos, para facilitar sua leitura. Minimizar cruzamentos entre fluxos de dados. 31

32 Considerações Finais 1 - Redesenhar o diagrama distribuindo objetos da forma mais favorável. 2 - Se necessário duplicar terminadores (assinalar com traço na diagonal). 3 - Se necessário, duplicar os depósitos de dados. 4 - Permitir o cruzamento de fluxos de dados, desde que não exista nenhuma estrutura que reduza as intersecções. 5 - Redesenhar o DFD as vezes que forem necessárias de forma a garantir: -Modelação adequada - Correção técnica - Estética agradável 32


Carregar ppt "DFD – D ATA F LOW D IAGRAM D IAGRAMA DE F LUXO DE D ADOS Eduardo Henrique Lenz 06/04/2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google