A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UFCG / CTRN UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA CIVIL Márcia Maria Rios Ribeiro Zédna Mara de Castro Lucena Vieira Mestrando: Danniel Cláudio de Araújo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UFCG / CTRN UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA CIVIL Márcia Maria Rios Ribeiro Zédna Mara de Castro Lucena Vieira Mestrando: Danniel Cláudio de Araújo."— Transcrição da apresentação:

1 UFCG / CTRN UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA CIVIL Márcia Maria Rios Ribeiro Zédna Mara de Castro Lucena Vieira Mestrando: Danniel Cláudio de Araújo

2 MÓDULO I ECOLOGIA GERAL 2. NOÇÕES DE BIOSFERA

3 BIOSFERA Região do planeta que contém o conjunto dos seres vivos e na qual a vida é permanentemente possível Ambiente capaz de satisfazer às necessidades básicas dos seres vivos, de forma permanente. Camada superficial terrestre, capaz de suportar vida (seres vivos + ambientes)

4 BIOSFERA Elementos necessários à vida: Luz e Calor Água Substâncias Minerais Substâncias Minerais Presença de Variações Extremas de Temperatura Ausência de Camada de Ozônio Sol Radiações Ionizantes Oceanos

5 REGIÕES FÍSICAS DA BIOSFERA LITOSFERA Camada superficial sólida da Terra (crosta), constituída de rochas e solos HIDROSFERA Ambiente líquido (rios, lagos, oceanos) Camada gasosa que circunda toda a superfície terrestre ATMOSFERA

6 LITOSFERA A crosta forma uma camada externa sólida e rochosa Abaixo dos oceanos, sua espessura é de quase 7 km Sob os continentes, tem 35 – 40 km de espessura A litosfera está dividida em placas, que se movem a uma taxa média de cerca de 5 cm por ano O atrito e o encontro das placas criam montanhas e manifestações vulcânicas e sísmicas em suas bordas

7 LITOSFERA: PLACAS TECTÔNICAS

8 LITOSFERA: FORMAÇÃO DAS ROCHAS Por efeito do CALOR e da PRESSÃO migra para a crosta Sofrem os efeitos da EROSÃO, que produz sedimentos São levados para o mar, onde se acumulam em camadas As camadas são enterradas e comprimidas pelo peso das camadas subsequentes Originam-se de rochas preexistentes alteradas, mas não fundidas Arenito Calcário Xisto, etc. Calcário => Mármore Basalto, Granito, etc.

9 LITOSFERA: FORMAÇÃO DO SOLO

10 Compreende todos os ambientes aquáticos do planeta (superficiais e subterrâneos) HIDROSFERA Oceanos RiosGeleiras VOLUME TOTAL => 1,36 BILHÕES DE KM³

11 Oceanos 97,5% Água Doce 2,5% Geleiras 68,7% Água Subterrânea 30,1% Solo congelado 0,8% Água Superficial e Atmosférica 0,4% Umidade do solo 12,2% Rios 1,6% Animais e plantas 0,8% Lagos 67,4% Atmosfera 9,5% Pântanos 8,5% Fonte: Shiklomanov/ONU, 2006 HIDROSFERA DISTRIBUIÇÃO DA ÁGUA NO PLANETA

12 ATMOSFERA Camada gasosa que envolve o planeta (espessura 700 km) Além de fornecer ar, a atmosfera terrestre age como barreira contra a radiação iônica e como receptor do calor solar. Está dividida em camadas, em função da variação da Temperatura com a Altitude

13 CAMADAS DA ATMOSFERA TROPOSFERA: espessura => 8 a 16 km contém o ar que respiramos; é onde se produzem os fenômenos meteorológicos ESTRATOSFERA: espessura => 34 a 42 km contém a camada de ozônio (proteção contra a radiação ultravioleta) MESOSFERA: espessura => 30 a 35 km mistura de ozônio, vapor de sódio e pó proveniente da destruição de meteoritos TERMOSFERA: espessura => 425 km onde ocorre a destruição de meteoritos EXOSFERA: espessura => 200 km onde se produzem as auroras boreais TERMOSFERA

14 CAMADAS DA ATMOSFERA

15 BIOSFERA: (LITO+HIDRO+ATMO)SFERA REGIÃO DA VIDA

16 BIOSFERA: A VIDA MONERA Bactérias e Algas FUNGI Uni ou pluricelulares Aquáticos e unicelulares PROTISTA PLANTAE Pluricelulares (fotossíntese) ANIMALIA Pluricelulares c/locomoção PROKARYOTA (sem núcleo) EUKARYOTA (com núcleo) 2 SUPERREINOS 5 REINOS CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS

17 Idade da Terra: 4,6 bilhões de anos Bactérias: 3,5 bilhões Plantas: 1,5 bilhões Animais: 570 milhões (esponjas) Insetos: 250 milhões Mamíferos: 175 milhões BIOSFERA: A VIDA HOMEM: 46 milhões

18 BIOSFERA: A VIDA

19 BIOSFERA: A COMPLEXIDADE A BIOSFERA é o resultado de fenômenos FÍSICOS associados à própria ATIVIDADE BIOLÓGICA Encontra-se em constante modificação (FRAGILIDADE)

20 HIPÓTESE DE GAIA (James Lovelock) A Terra é considerada um organismo vivo. Plantas e animais desempenham papel semelhante ao das células no corpo humano. Eles interagem com a Terra, cada um exercendo um pequeno efeito sobre o sistema. Alguns podem produzir alterações temporárias, mas, no final, o planeta se AUTORREGULA e mantém estáveis as próprias condições. BIOSFERA: A COMPLEXIDADE

21 Os agentes destrutivos hoje são artificiais e provocam desgaste em quase todo o planeta, ao mesmo tempo. A constituição de Gaia seria tão vigorosa a ponto de reparar naturalmente o desgaste e manter o planeta saudável? (Jonatan Weiner) BIOSFERA: A COMPLEXIDADE

22 BIOSFERA: A ENERGIA O SOL É A PRINCIPAL FONTE DE ENERGIA DA BIOSFERA Ilumina e aquece o Planeta Fornece energia para a síntese de alimentos É responsável pela distribuição e reciclagem de elementos químicos

23 DISTRIBUIÇÃO DA ENERGIA SOLAR BIOSFERA: A ENERGIA

24 Radiação Ultravioleta (ionizante) Formação da vitamina D Mutagênese (mutações químicas/biológicas) Provoca câncer de pele Grande parte é absorvida pela camada de ozônio Radiação Visível (luz) Produção de alimentos Influência sobre os seres vivos Origem de fenômenos meteorológicos Radiação Infravermelha (calor) BIOSFERA: A ENERGIA ENERGIA SOLAR: RADIAÇÕES

25 BIOSFERA: A ENERGIA ENERGIA SOLAR IRRADIADA À TERRA COMO LUZ SOLAR Energia luminosa convertida em energia química na matéria orgânica (através da fotossíntese) Energia química que se emprega para produzir trabalho nas células do organismo (através da respiração) Energia degradada (irradiada para o espaço na forma de calor)

26 BIOSFERA: A ENERGIA 1ª LEI DA ENERGIA: A ENERGIA DO UNIVERSO É CONSTANTE ENERGIA HIDRÁULICA ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA EÓLICA ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA MECÂNICA

27 BIOSFERA: A ENERGIA 1ª LEI DA ENERGIA: A ENERGIA DO UNIVERSO É CONSTANTE ENERGIA GEOTÉRMICA ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA MAREOMOTRIZ ENERGIA ELÉTRICA

28 BIOSFERA: OS RECURSOS NATURAIS Insumos que a natureza coloca à disposição dos seres vivos, para que estes possam satisfazer as suas necessidades RENOVÁVEIS A sua regeneração é feita continuamente pela Natureza Não são naturalmente regenerados ou o são em tempos geológicos extensos NÃO RENOVÁVEIS

29 BIOSFERA: OS RECURSOS NATURAIS NÍVEIS DE CONSUMO DOS RECURSOS NATURAIS

30 BIOSFERA x AÇÕES ANTRÓPICAS A UTILIZAÇÃO DE COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS (carvão, xisto, petróleo, gás natural) E AS QUEIMADAS AUMENTAM A CONCENTRAÇÃO DE DIÓXIDO DE CARBONO NA ATMOSFERA

31 OS RESÍDUOS SÓLIDOS (lixo), OS ESGOTOS DOMÉSTICOS E INDUSTRIAIS, DIRETAMENTE LANÇADOS NOS RIOS E LAGOS, O DERRAMAMENTO DE PETRÓLEO NO MAR, ENTRE OUTRAS CAUSAS, INTERFEREM COM A QUALIDADE DA HIDROSFERA BIOSFERA x AÇÕES ANTRÓPICAS

32 O USO DE LIXÕES, PRÁTICAS AGRÍCOLAS INADEQUADAS (desertificação), O DESMATAMENTO (vulnerabilidade à erosão), A PECUÁRIA, ENTRE OUTRAS ATIVIDADES, DEGRADAM O SOLO, INTERFERINDO DIRETAMENTE COM AS CONDIÇÕES DA LITOSFERA BIOSFERA x AÇÕES ANTRÓPICAS

33 OS DESEQUILÍBRIOS ECOLÓGICOS, DECORRENTES DESSAS ATIVIDADES, CONSTITUEM-SE NA CHAMADA PEGADA ECOLÓGICA, (a área estimada de que, tendo em conta população mundial, cada indivíduo precisaria para que o planeta lhe garantisse os consumos atuais e os "lixos" deles resultantes) Segundo a WWF, o equilíbrio seria mantido caso a média mundial de pegada ecológica fosse de 1,8 hectares globais por pessoa ao ano. Mundo: 2,60 Brasil: 2,25 EUA: 9,40 Qatar, Emirados: 10,00


Carregar ppt "UFCG / CTRN UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA CIVIL Márcia Maria Rios Ribeiro Zédna Mara de Castro Lucena Vieira Mestrando: Danniel Cláudio de Araújo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google