A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROFª. Rose Cléa Universidade Castelo branco. MORFEMAS M O Ç (SER HUMANO JOVEM) M O Ç A (SER HUMANO JOVEM SEXO FEMININO) M O Ç A S ( MAIS DE 1 SER HUMANO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROFª. Rose Cléa Universidade Castelo branco. MORFEMAS M O Ç (SER HUMANO JOVEM) M O Ç A (SER HUMANO JOVEM SEXO FEMININO) M O Ç A S ( MAIS DE 1 SER HUMANO."— Transcrição da apresentação:

1 PROFª. Rose Cléa Universidade Castelo branco

2 MORFEMAS M O Ç (SER HUMANO JOVEM) M O Ç A (SER HUMANO JOVEM SEXO FEMININO) M O Ç A S ( MAIS DE 1 SER HUMANO JOVEM SEXO FEMININO) MORFEMA É UNIDADE MÍNIMA DE CARÁTER SIGNIFICATIVO. PORT EIRO – FERR EIRO – FAZEND EIRO

3 FALASSE = 1 vocábulo fonológico e 1 vocábulo formal. FALA-SE = 1 vocábulo fonológico e 2 vocábulos formais. GUARDA-CHUVA = 2 unidades fonológicas, MAS 1 único vocábulo formal. MÉDICI (presidente) = 1 vocábulo formal e 1 vocábulo fonológico. MEDE-SE = é o mesmo vocábulo fonológico acima, mas são 2 vocábulos formais. O VOCÁBULO FORMAL ou MÓRFICO é a unidade em que não é possível nova divisão em duas ou mais formas livres ou dependentes.

4 FORMAS LIVRES – ISOLADAS CONSTITUEM UM ENUNCIADO SUFICIENTE PARA COMUNICAR FORMAS PRESAS – NÃO SÃO SUFICIENTES PARA CONSTITUIREM UM ENUNCIADO SOZINHAS FORMAS DEPENDENTES – APESAR DE SOZINHAS NÃO CONSTITUIREM UM ENUNCIADO, NÃO SÃO PRESAS POR SEREM SEPARÁVEIS COMO VOCÁBULOS FORMAIS (ADMITEM INTERCALAÇÕES OU INVERSÕES EM RELAÇÃO AO VOCÁBULO A QUE SE RELACIONA) O irmão - 1 forma livre e 1 dependente = 2 vocábulos formais O meu irmão – 2 formas livres e 1 dependente = 3 vocábulos formais O meu bom irmão – 3 forma livres e 1 dependente = 4 vocábulos formais Recomece – 1 forma livre e 1 forma presa = 1 vocábulo formal Infelizmente – 1 forma livre e 2 formas presas = 1 vocábulo formal

5 Em algumas palavras formadas por prefixo, estes já se encontram tão incorporados às raízes que acabam fazendo parte do radical, uma vez que, sem os prefixos, não têm existência na língua. com reim inrePRIMIR deDUZIRde tracom se intro

6 Radicais introduzidos na língua por empréstimo normalmente funcionam como formas presas (agri, api, demo), e mesmo conhecendo seus significados, não é possível dispô-los em uma frase: Ex.: O demo foi ao agri ver a api. Outros também introduzidos por empréstimo, por terem sofrido reduções, passam a ser formas livres (foto, moto) Ex.: O menino tirou uma foto da moto vermelha. Alguns radicais (formas presas) acabam funcionando como formas livres e geram derivados (micro) Ex.: Os micreiros que se cuidem. Chegaram novos micros no setor.

7 PREFIXOS – alteram o significado do radical SUFIXOS - marcam a classe gramatical e alteram o significado do radical. FELIZINFELIZFELIZMENTE Adjetivoadjetivo advérbio Algumas vezes os sufixos são iguais (fonologica e morfologicamente), mas diferentes semanticamente. Ex.: JORNALEIRO - FORMIGUEIRO – ABACATEIRO As gramáticas apresentam correspondência entre prefixos gregos e latinos, mas nem sempre tal correspondência existe devido ao dinamismo da língua. Ex.: supermercado e hipermercado / super tenso e hipertenso


Carregar ppt "PROFª. Rose Cléa Universidade Castelo branco. MORFEMAS M O Ç (SER HUMANO JOVEM) M O Ç A (SER HUMANO JOVEM SEXO FEMININO) M O Ç A S ( MAIS DE 1 SER HUMANO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google