A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Nascer do Sol Omraam Mikhael Aivanhov O nascer do sol e o despertar da consciência « Vós ides meditar de manhã ao nascer do sol, mas este exercício.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Nascer do Sol Omraam Mikhael Aivanhov O nascer do sol e o despertar da consciência « Vós ides meditar de manhã ao nascer do sol, mas este exercício."— Transcrição da apresentação:

1

2 O Nascer do Sol Omraam Mikhael Aivanhov

3 O nascer do sol e o despertar da consciência « Vós ides meditar de manhã ao nascer do sol, mas este exercício não vos trará grande coisa se não vos preparardes para ele logo desde a véspera. E, sobretudo, quando começais a caminhar para ir ao encontro da aurora deveis ter bem presente na vossa cabeça e no vosso coração a convicção de que ides não só assistir, mas também participar nesse acontecimento formidável que ocorre no Universo. O que há de mais belo e mais essencial do que o nascimento do dia? Vós direis que a vossa presença não mudará nada nisso, pois o sol nascerá quer estejais lá, quer não. É certo, o sol não precisa de vós para nascer.

4 Quando souberdes como olhar o sol nascente, no instante em que surge o primeiro raio sentireis todas as forças puras e luminosas que entram em ação e compreendereis como é importante trabalhar com elas para que o dia nasça também na vossa consciência. » Mas para vós é que é importante, pois existe uma relação entre os acontecimentos da Natureza e os da vossa vida interior.

5 O nascer do sol, fonte de alimentação « Está escrito no ZendAvesta que, quando Zaratustra perguntou ao deus Ahura Mazda como se alimentava o primeiro homem, este respondeu-lhe: Então, porque é que também nós não havemos de aprender a comer fogo e a beber luz para voltarmos à perfeição do primeiro homem? Vós direis que isso não é possível. Sim, é possível. "Ele comia fogo e bebia luz."

6 Vós estais ao nascer do sol: esperais pelo primeiro raio permanecendo vigilantes, atentos... Assim que esse primeiro raio aparece, pensai que o absorveis, que o engolis. Em vez de apenas olhardes para o sol, vós bebei-lo, comei-lo, e imaginais que essa luz que é viva se propaga em todas as células dos vossos órgãos e as purifica, as reforça, as vivifica. Não só este exercício vos ajuda a concentrardes, mas também vós sentis todo o vosso ser estremecer e se iluminar, porque vós conseguis absorver verdadeiramente a luz.... »

7 « Na Grécia chamam-lhe a ambrosia, na Índia o soma, os alquimistas chamam-lhe o elixir da vida imortal... Todas as culturas mencionaram a existência de uma bebida de imortalidade e dizem como prepará-la. Na realidade, essa bebida existe na Natureza, mas, evidentemente, não é em qualquer lugar: ela só pode ser encontrada nas regiões mais sutis, mais puras, e em certos momentos particulares, como o nascer do sol

8 O nascer do sol é o momento mais favorável do dia para beber essa ambrosia que o sol distribui por todo o Universo e cujas partículas são recolhidas por todas as criaturas vivas, pelos rochedos, pelas plantas, pelos animais e pelos os humanos. A verdadeira bebida da imortalidade é a luz, e ao nascer do sol vós podeis captar essa luz para com ela alimentar os vossos corpos sutis.»

9 « Na mitologia, a Fénix é a ave da Arábia que, periodicamente, se colocava numa fogueira de plantas aromáticas, lançava fogo a ela própria, se consumia e depois renascia das suas cinzas. Por isso é que ela se tornou o símbolo dos seres mais evoluídos que, conhecendo as leis da vida imortal, são capazes de se renovar incessantemente. Esses seres tomaram como modelo o sol.

10 Todos aqueles que aspiram à vida imortal, que é a verdadeira vida espiritual e não um prolongamento sem fim da vida física, devem ir junto do sol. Só o sol pode ensinar quais são os elementos que dão a imortalidade e que trabalho se pode fazer com eles.

11 Esses elementos são três: a luz, o calor e a vida. O sol não para de distribuí-los através do espaço como expressão da luz, do calor e da vida divinos. No dia em que compreenderdes esta verdade e vos preparardes para assistir ao nascer do sol como um acontecimento que ultrapassa todos os outros bebereis o sol, alimentar-vos-eis do sol e tornar-vos-eis imortais, porque sabereis renovar-vos. » « Eu sou a luz do mundo; quem me segue de modo algum andará em trevas, mas terá a luz da vida. » (João 8:12)

12 « Vós dizeis que amais o sol, que necessitais dele. Mas quando é que ides vê-lo e expor-vos aos seus raios?... É de manhã cedo, quando ele nasce, que podeis descobrir o sol em todo o seu esplendor, em todo o seu significado. Para assistirdes ao nascer do sol nas melhores condições, pensai em preparar-vos na véspera: fazer uma refeição leve, ir para a cama cedo, mas também não vos envolverdes em ocupações ou discussões que continuarão a perseguir-vos no dia seguinte mesmo sem quererdes. O sol, espiritu vivente O sol, espiritu vivente

13 Quando souberdes olhar o sol com um pensamento liberto, livre, sentireis que entrais em contacto com ele, com o seu espírito, e que absorveis os seus raios como outros tantos germes de vida. Quando começardes a respirar e a beber a vida do sol, tudo muda: a vossa alma abre-se, uma fonte jorra, vós impregnais-vos do esplendor da aurora. Algo da pura luz na qual vos banhais penetra-vos pouco a pouco e vós desejais espalhar por toda a parte essas bênçãos para que todos os seres experimentem essa mesma felicidade. »

14 E se vós souberdes como concentrar-vos nele, conseguireis eliminar do vosso organismo toda a espécie de matérias já gastas para substituí-las por essas partículas novas, vivas, luminosas. « O sol projeta partículas de uma grande pureza por todo o espaço.

15 Eis um exercício extremamente útil que podeis fazer de manhã quando meditais no nascer do sol: com todo o vosso coração, toda a vossa alma, tentai captar essas partículas divinas e colocá-las em vós; deste modo, pouco a pouco renovareis a matéria do vosso ser, pensareis e agireis como um filho de Deus, graças ao sol. »

16 A prática do nascer do sol A prática do nascer do sol Foi o Mestre Peter Deunov, na Bulgária, quem instaurou esta prática: assistir ao nascer do sol durante os meses de primavera e verão. Há tanto a compreender ao ver o nascer do sol, tantos exercícios a serem feitos para se impregnar desta vida, desta luz, deste calor!

17 Desde a alba, já é um verdadeiro evento que se prepara no céu... todas essas nuvens escuras ou claras que aparecem e desaparecem...

18 Depois, todas essas cores da aurora são presenças que presidem a chegada desta presença deslumbrante: o sol. Porém, quantos se dão conta do que representa o nascimento de um novo dia que, há milhões de anos, repete incansavelmente a primeira manhã do mundo?

19 Todas essas criaturas visíveis e invisíveis que assistem a esta prodigiosa aparição da luz...

20 Mas os humanos estão tão pouco habituados a utilizar as faculdades psíquicas, espirituais, dadas pelo Criador, que ante a saída do sol, eles não sabem o que fazer. Ainda que reconheçam que o espetáculo seja belo, em pouco tempo se aborrecem, esta bola brilhante no céu, cansam de ficar olhando. E logo abandonam o sol para se ocuparem de coisas mais tangíveis... mais importantes!

21 O sol é a imagem mais perfeita de Deus. Mas, apesar desta perfeição, ele é só uma forma, e é preciso ir mais longe para procurar Deus além dessa forma. Deus deve sempre ser procurado para além das formas. Sendo assim, ao olhar o sol, esforçai-vos por sentir que estais perante o melhor representante de Deus que tendes na face da terra. Esta sensação contribuirá para elevar todas as vibrações do vosso ser. Todos os elementos, em vós, serão exaltados, sereis projetados para as regiões superiores do espaço e mesmo a noção de tempo será abolida. Vivereis na eternidade, como Deus. »

22 « Quando olhais o sol, centro do nosso sistema solar, procurai reencontrar o centro em vós, o vosso espírito, que é onipotência, sabedoria, onisciência, amor universal, e aproximai-vos dele em cada dia. Enquanto permanecerdes separados do centro, sereis sempre atirados de um lado para o outro como uma bola, estareis à mercê das correntes mais desordenadas e contraditórias.

23 Vós dir-me-eis, evidentemente, que as tarefas da vida quotidiana vos obrigam a deixar o centro para prosseguir as vossas atividades na periferia. Pelo contrário, quanto mais atividades se tem no mundo (a periferia), mais se deve reforçar a ligação com o centro, com o Espírito, pois é deste centro que nós recebemos a energia, a luz e a paz de que necessitamos para levar a bom porto todos os nossos empreendimentos. » Sim, há que afastar-se do centro, uma vez que é necessário, mas isso não significa que se deve cortar a ligação com ele.

24 Para que todos os seres possam se beneficiar da Luz! by Zulma 09nov2008 música: Sun Spirit Deuter imagens:internet


Carregar ppt "O Nascer do Sol Omraam Mikhael Aivanhov O nascer do sol e o despertar da consciência « Vós ides meditar de manhã ao nascer do sol, mas este exercício."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google