A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Encontros de Comércio Exterior Encomex Recife, 14 de julho de 2010 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Encontros de Comércio Exterior Encomex Recife, 14 de julho de 2010 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos."— Transcrição da apresentação:

1 Encontros de Comércio Exterior Encomex Recife, 14 de julho de 2010 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos

2 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos AS POTENCIALIDADES DO MERCADO ASIÁTICO Gustavo Westmann Departamento de Promoção Comercial e Investimentos Ministério das Relações Exteriores

3 Departamento de Promoção Comercial e Investimentos POR QUE O MUNDO ESTÁ VOLTANDO-SE PARA A ÁSIA? A Ásia representa o maior mercado consumidor do mundo Compreende mais de 30 países Cerca de 50% da população mundial em uma área total de, aproximadamente, 30 milhões de km 2

4 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos ECONOMIA ASIÁTICA crescimento econômico rápida industrialização reduções tarifárias progressivas avanços regulatórios

5 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos ECONOMIA ASIÁTICA Papel protagônico na atual recuperação econômica em curso (FMI) As compras externas asiáticas são determinantes para apuração de tendências (FMI)

6 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos PIB de países asiáticos selecionados PIB de países selecionados da Ásia - 2009 PaísesPIB - US$ bilhões Japão5.078 China4.870 Índia1.285 Austrália960 República da Coréia837 Indonésia526 Taiwan379 Tailândia256 Hong Kong209 Malásia195 Cingapura172 Paquistão167 Filipinas160 Fonte: EIU - Country Report - Fevereiro, 2010.

7 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos Perspectivas de crescimento do PIB de blocos e países selecionados Comportamento do PIB de blocos e países selecionados Discriminação200820092010*2011* EUA0,4%-2,5%2,7%2,4% Zona do Euro0,6%-3,9%1,0%1,6% Japão-1,2%-5,3%1,7%2,2% China9,6%8,7%10,0%9,7% Índia7,3%5,6%7,7%7,8% Asean**4,7%1,3%4,7%5,3% Brasil5,1%-0,2%3,5%- 4,2%?3,5% Fonte : FMI - World Economic Outlook, janeiro de 2010. *Estimativas **A Associação de Nações do Sudeste Asiático é uma organização regional constituída em 1967, cujos principais objetivos são acelerar o crescimento econômico e fomentar a paz e a estabilidade regionais. São membros da ASEAN: Tailândia, Filipinas, Malásia, Cingapura, Indonésia, Brunei, Vietnã, Mianmar, Laos, Camboja e Papua-Nova Guiné e Timor-Leste como membros observadores.

8 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos MODALIDADES DE INSERÇÃO EM NOVOS MERCADOS E DE COOPERAÇÃO ECONÔMICA EXPORTAÇÕES INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS ATRAÇÃO DE INVESTIMENTOS

9 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos ECONOMIA ASIÁTICA - IMPORTAÇÕES Importações de mercadorias de países selecionados da Ásia - 2009 PaísesUS$ bilhões China954 Japão499 Hong Kong357 República da Coréia318 Índia251 Cingapura241 Taiwan178 Austrália162 Tailândia122 Malásia120 Fonte: EIU - Country Report - Fevereiro, 2010.

10 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS Principais blocos econômicos para as exportações brasileiras em 2009 DiscriminaçãoUS$ milhõesVar. (%)Part. (%) Ásia39.4265,325,8 América Latina e Caribe35.655-30,423,3 União Européia34.037-26,622,2 Estados Unidos15.740-43,110,3 África8.692-14,55,7 Oriente Médio7.552-6,24,9 Fonte: Secex/Mdic.

11 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS POR PAÍS DE DESTINO Principais países de destino para as exportações brasileiras em 2009 DiscriminaçãoUS$ milhõesVar. (%)Part. (%) China20.19123,113,2 Estados Unidos15.740-43,110,2 Argentina12.785-27,48,4 Países Baixos8.150-22,35,3 Alemanha6.175-30,24,0 Japão4.270-30,22,8 Reino Unido3.727-1,72,4 Venezuela3.610-29,92,4 Índia3.415209,82,2 Bélgica3.138-29,02,1 Fonte: Mdic/Secex.

12 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos COMÉRCIO BRASIL-ÁSIA Evolução do intercâmbio comercial entre o Brasil e a Ásia - US$ milhões Discriminação20052006200720082009 Exportação brasileira18.56620.81625.08637.44239.426 Variação (%)27,412,220,549,25,3 Part. no total (%)15,715,115,618,925,8 Importação brasileira16.87022.88830.72347.13136.142 Variação (%)37,435,734,253,4-23,3 Part. no total (%)22,925,125,527,228,3 Saldo do comércio1.696-2.072-5.637-9.6883.284 Corrente de Comércio35.43643.70555.81084.57375.568 Fonte: Mdic/Secex.

13 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos COMÉRCIO BRASIL-ÁSIA produtos básicos (64%) os produtos manufaturados (22%) principais grupos de produtos exportados pelo Brasil para a Ásia

14 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos COMÉRCIO BRASIL-ÁSIA Exportações brasileiras para a Ásia – Por produto Minérios, escórias e cinzas Sementes e frutos oleaginosos; grãos Ferro fundido, ferro e aço Combustíveis minerais, óleos minerais e ceras minerais Açúcares e produtos de confeitaria Carnes e miudezas, comestíveis Pastas de madeira ou de outras matérias fibrosas celulósicas Resíduos e desperdícios das indústrias alimentares Gorduras e óleos animais ou vegetais Fumo (tabaco) e seus sucedâneos manufaturados Aeronaves e aparelhos espaciais, e suas partes Algodão Peles, exceto a peleteria (peles com pêlo*), e couros Alumínio e suas obras Cereais Plásticos e suas obras 2009 QuantidadeKg LíquidoValor US$ 0210.083.409.98510.490.235.661 18.659.29318.661.794.0627.431.131.286 06.082.185.2933.082.529.936 8.497.4227.499.896.9402.733.720.137 7.717.1357.700.691.0782.568.277.373 01.244.711.4292.307.933.125 03.676.906.7711.423.885.921 2.385.1682.412.645.795911.240.015 923.0041.026.630.835747.303.635 5.408118.596.675692.019.240 26532.477623.509.436 452.670431.543.049591.058.516 70.728.872195.598.710571.685.225 310.970312.302.084504.276.064 02.913.084.151475.875.799 0469.113.275459.961.091 Descrição do Capítulo NCM Fonte SECEX/MDIC

15 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos OPORTUNIDADES POTENCIAIS 10 grupos de produtos brasileiros que apresentam maior potencial para exportação

16 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos Comércio Exterior Brasileiro por Estado IMPORTAÇÕES UF 2008 (US$)2009 (US$) SAO PAULO66.351.317.52950.486.689.609 RIO DE JANEIRO14.422.524.29511.641.962.630 PARANA14.570.222.0359.620.836.748 RIO GRANDE DO SUL14.524.822.7019.471.623.537 MINAS GERAIS10.483.316.0057.350.746.418 SANTA CATARINA7.940.723.8557.285.719.476 AMAZONAS10.023.627.8836.939.216.230 ESPIRITO SANTO8.606.604.2855.484.252.456 BAHIA6.309.577.1494.672.295.524 GOIAS3.050.197.0952.852.686.994 MATO GROSSO DO SUL3.682.565.0872.688.748.612 MARANHAO4.102.751.0941.993.435.662 PERNAMBUCO2.460.591.9481.981.037.297 CEARA1.558.470.6671.230.478.367 DISTRITO FEDERAL1.079.915.6881.091.421.417 PARA1.011.682.601794.334.262 MATO GROSSO1.277.175.809792.396.073 PARAIBA396.372.609433.709.955 RONDONIA152.720.272166.354.398 SERGIPE203.559.909153.309.997 RIO GRANDE DO NORTE207.304.799149.927.581 TOCANTINS143.646.286127.573.991 ALAGOAS216.051.316112.431.688 NAO DECLARADA89.268.38474.008.236 PIAUI71.706.89468.477.130 AMAPA44.456.93040.155.526 RORAIMA2.453.86810.069.470 ACRE1.140.6211.393.382

17 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos Comércio Exterior Brasileiro por Estado EXPORTAÇÕES UF 2008 (US$)2009 (US$) SAO PAULO57.330.948.59042.380.659.844 MINAS GERAIS24.412.070.83519.517.677.395 RIO GRANDE DO SUL18.351.627.08415.236.061.960 RIO DE JANEIRO18.696.976.57113.519.419.301 PARANA15.225.737.27111.222.826.796 MATO GROSSO7.812.295.1438.426.868.709 PARA10.680.295.5098.345.255.133 BAHIA8.696.170.0957.010.799.752 ESPIRITO SANTO10.097.273.4196.510.240.948 SANTA CATARINA8.310.528.0056.427.660.746 GOIAS4.090.520.3753.614.963.748 MATO GROSSO DO SUL2.095.337.8571.937.634.439 MARANHAO2.836.287.5561.232.814.138 CEARA1.274.935.4041.080.168.033 AMAZONAS1.259.372.024883.865.848 ALAGOAS877.394.664824.053.427 PERNAMBUCO935.742.378823.971.896 REEXPORTACAO337.609.760392.992.631 RONDONIA582.587.344391.236.372 TOCANTINS297.684.013280.218.094 RIO GRANDE DO NORTE347.524.453258.103.664 AMAPA192.440.032182.838.833 PIAUI136.898.669167.466.199 PARAIBA226.872.164158.200.879 DISTRITO FEDERAL165.136.282130.080.236 SERGIPE111.606.95760.729.971 ACRE21.951.66315.720.476 RORAIMA15.606.89412.686.111

18 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos POTENCIALIDADES PARA O ESTADO DE PERNAMBUCO PAUTA DE EXPORTAÇÕES DO ESTADO EM 2009 Descrição do Capítulo NCM Açúcares e produtos de confeitaria Plásticos e suas obras Frutas; cascas de cítricos e de melões Máquinas, aparelhos e materiais elétricos Outros Borracha e suas obras Obras diversas de metais comuns Bebidas, líquidos alcoólicos e vinagres Preparações de produtos hortícolas, de frutas Alumínio e suas obras Caldeiras, máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos Ferro fundido, ferro e aço Gorduras e óleos animais ou vegetais Combustíveis minerais, óleos minerais e ceras minerais Produtos cerâmicos Obras de pedra, gesso, cimento, amianto, mica Fibras sintéticas ou artificiais, descontínuas Calçados, polainas e artefatos semelhantes, e suas partes Produtos hortícolas, plantas, raízes e tubérculos, comestíveis Algodão Sal; enxofre; terras e pedras; gesso, cal e cimento Instrumentos e aparelhos de óptica, fotografia ou cinematografia Vidro e suas obras Obras de ferro fundido, ferro ou aço Peles, exceto a peleteria (peles com pêlo*), e couros Carnes e miudezas, comestíveis Vestuário e seus acessórios, exceto de malha Móveis; mobiliário médico-cirúrgico; colchões

19 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos OPORTUNIDADES PARA A REGIÃO NORDESTE Captação de investimentos e transferência de tecnologia Incorporar pequenas e médias empresas

20 Muito obrigado! Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos dpr@btn.gov.br www.btn.gov.br Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos


Carregar ppt "Encontros de Comércio Exterior Encomex Recife, 14 de julho de 2010 Ministério das Relações Exteriores Departamento de Promoção Comercial e Investimentos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google