A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O impacto das teorias da Evolução nas Ciências Biológicas Lásaro Henrique.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O impacto das teorias da Evolução nas Ciências Biológicas Lásaro Henrique."— Transcrição da apresentação:

1

2 O impacto das teorias da Evolução nas Ciências Biológicas Lásaro Henrique

3 Platão A.C. Filósofo grego dos mais influentes, geometrista, via as coisas como registros imperfeitos do mundo real, ideal, onde tudo seria resultado de formas geométricas perfeitas.

4 Por que todos os cavalos são iguais, Sofia? Talvez você ache que eles não são iguais. Mas existe algo que é comum a todos os cavalos; algo que garante que nós jamais teremos problemas para reconhecer um cavalo. Naturalmente, o exemplar isolado do cavalo, este sim flui, passa. Ele envelhece e fica manco, depois adoece e morre. Mas a verdadeira forma do cavalo é eterna e imutável. (…) Platão acreditava numa realidade autônoma por trás do mundo dos sentidos. A esta realidade ele deu o nome de mundo das idéias. Nele estão as imagens padrão, as imagens primordiais, eternas e imutáveis, que encontramos na natureza. Esta notável concepção é chamada por nós de a teoria das idéias de Platão. De O mundo de Sofia, de Jostein Gaarder

5 Aristóteles ( A.C.) Discípulo de Platão, imagina a Natureza como uma grande cadeia de complexidade. Propôs a geração espontânea, idéia que fez parte do senso comum por anos.

6 A Idade Média ( )

7 Idade Média Albertus Magnus (1193/ ) De Mineralibus Matéria decomposta Virtus Matéria viva (Santo) Tomás de Aquino ( ) Summa Theologica Matéria decompostavermes, sapos, cobras Pietro Damiani ( ) frutos cracas patos e gansos Alexander Neckam ( ) Resina da coníferasPássaros H 2 O-NaCl vivificativa

8 Leonardo da Vinci ( ) Pintor, escultor, cientista e inventor italiano, comentou sobre a impossibilidade de que os fósseis de organismos marinhos encontrados em montanhas terem sido originados a partir do Dilúvio.

9 Jan Swammerdam ( ) Microscopista holandês, estudou o desenvolvimento de insetos, refutou algumas idéias de geração espontânea, e lançou a base para a teoria preformacionista. Visualizou células vermelhas no sangue

10 Francesco Redi ( ) Médico italiano, mostrou, através de experimentos, que não haveria geração espontânea de insetos e ratos conforme acreditado anteriormente.

11 Experimento de Redi (1668) 1. Frasco com carne deixado aberto 1. Frasco com carne coberto com gaze 1. Frasco com carne coberto com papel Larvas Sem Larvas

12 Anton van Leeuwenhoek ( ) Comerciante holandês muito curioso, desconhecedor das teorias vigentes, descobriu as bactérias, protozoários, células do sangue, e muitos outros organismos microscópicos.

13 Primeiro desenho de bactérias, de Leeuwenhoek

14 Lazzaro Spallanzani ( ) Italiano, padre e professor universitário de lógica, metafísica e grego. Reconhecido por ter refutado a geração espontânea de micróbios, descobriu a fecundação e realizou a primeira inseminação artificial em cães.

15 Louis Pasteur ( ) Químico francês, demonstrou o papel de microorganismos em diversas doenças. Fundador da Microbiologia, é considerado um dos maiores benfeitores da humanidade por suas descobertas espetaculares e desenvolvimento de vacinas.

16 Fixismo Doutrina na qual os organismos vivos teriam aparecido na Terra por interferência divina e não teriam sofrido mudanças desde então. Por ter sido apoiada pelo cristianismo, que é derivado do judaísmo, e por outras religiões que pregam uma criação especial, influenciou profundamente o pensamento científico do ocidente.

17 EXPLICA A GRANDE VARIABILIDADE DE SERES VIVOS. EVOLUÇÃO NÃO SIGNIFICA APERFEIÇOAMENTO, MAS NORMALMENTE CONDUZ A UMA MAIOR ADAPTAÇÃO. EVOLUÇÃO

18

19 Buffon ( ) Georges-Louis Leclerc, Comte de Buffon, naturalista francês. Escreveu 44 volumes da obra Histoire naturelle. Notou a extrema semelhança estrutural de homens e dos grandes macacos e chegou a postular a existência de um ancestral comum. Considerou a existência da evolução das espécies mas não propôs processo algum para isso.

20 Erasmus Darwin ( ) Avô de Charles Darwin e de Francis Galton, Erasmus Darwin foi médico, filósofo, poeta e naturalista, um dos intelectuais ingleses mais influentes de sua época. Reconhecia que um urso polar era simplesmente um urso comum que se adaptou às condições árticas.

21 Lamarck ( ) Jean Baptiste Pierre Antoine de Monet, Chevalier de Lamarck, originariamente militar, estudou botânica e medicina. Inicialmente protegido de Buffon, propôs a evolução dos organismos através do mecanismo de herança de caracteres adquiridos. Foi depois perseguido por Buffon. Cunhou o termo Biologia.

22 LEI DO USO E DESUSO LAMARCKISMO (1809) HIPÓTESE DE TRANSMISSÃO HEREDITÁRIA DOS CARACTERES ADQUIRIDOS Ambiente: INDUZ, DETERMINA, PROVOC AS VARIAÇÕES

23

24 Charles Lyell ( ) Sir Charles Lyell, advogado e ge ó logo escocês. Filho de um advogado com interesse em Botânica, foi cedo influenciado pelo pai para o estudo das Ciências naturais. Entre outras obras, escreveu Princ í pios de Geologia em 1833, onde propunha a doutrina do uniformitarismo, onde as mudan ç as geol ó gicas ocorreriam de forma gradual durante todo o tempo, ao contr á rio do catastrofismo.

25 Thomas Malthus ( ) Economista político inglês, preocupado com a degradação das condições de vida da Europa, escreveu Essay on the principle of population, onde observava que o potencial reprodutivo é sempre muito maior do que o realizado nos organismos e tecia considerações sobre organização das sociedades humanas que não poderiam eliminar a pobreza.

26 Alfred Russell Wallace ( ) Naturalista e antrop ó logo inglês, teve uma vida atribulada, repleta de percalços financeiros. De 1848 a 1852, viajou para a Amazônia e, de 1854 a 1862 para o arquip é lago malaio. Correspondeu-se com Darwin e, foi co-autor de uma apresenta ç ão feita por Darwin dos princ í pios de evolu ç ão por sele ç ão natural na Linnean Society de Londres em 1858, oito meses antes da publica ç ão de A origem das esp é cies. Fundou a moderna Biogeografia.

27 Charles Robert Darwin ( ) Naturalista inglês, desistiu dos estudos de medicina para se dedicar às Ciências naturais. Baseado nas suas observações in loco de populações naturais de animais, propôs, com Alfred Russell Wallace, a teoria da evolução por seleção natural, uma das teorias científicas mais revolucionárias de todos os tempos. Escreveu A origem das espécies.

28 DARWINISMO (1859) VARIABILIDADE (Nunca explicou a origem desta...) SELEÇÃO NATURAL ANCESTRALIDADE (Ascendência Comum) Ambiente: Seleciona as Variações já existentes (SELETIVO)

29

30 August Weismann ( ) August Friedrich Leopold Weismann, Bi ó logo alemão discordou de Darwin quanto à possibilidade de haver evolu ç ão por heran ç a de caracteres adquiridos, tal como proposto por Lamarck. Realizou um experimento com 22 gera ç ões de camundongos com caudas cortadas falseando as id é ias de Lamarck. Desenvolveu a teoria do plasma germinativo, que seria imortal em contraposi ç ão ao plasma som á tico que viveria por uma ú nica gera ç ão.

31 Hugo De Vries ( ) Botânico holandês, De Vries, juntamente com Correns e Tschermak-Seysenegg, redescobriu as leis de Mendel em experimentos independentes, mas mantendo os créditos ao austríaco. Um dos mais influentes saltacionistas, trabalhou com a planta Oenothera lamarckiana.

32 Francis Galton ( ) Primo de Darwin, Galton foi um dos fundadores da escola biométrica do pensamento genético. Realizou pesquisas com herança de caracteres quantitativos, defendeu a hipótese gradualista da Evolução tal como Darwin a havia proposto. Contribuiu enormenmente com a Estatística tendo Karl Pearson como discípulo. Foi defensor da Eugenia.

33 J. B. S. Haldane ( ) Biólogo inglês, também um dos fundadores da Genética de populações. Extremamente criativo, contribuiu em vários aspectos da teoria da Evolução, tendo lançado várias idéias a respeito de Evolução molecular.

34 Theodosius Dobzhansky ( ) Biólogo russo, que trabalhou nos Estados Unidos e no Brasil, foi um dos mais produtivos evolucionistas experimentais. Suas populações de Drosophila mostraram inequivocamente os processos evolutivos que tinham sido postulados teoricamente.

35 Ernst Mayr ( ) Zoólogo alemão, que trabalhou desde nos Estados Unidos, foi um dos responsáveis pelo grande desenvolvimento da Biogeografia evolutiva. Dedicou-se ao estudo das aves e desenvolveu o conceito de espécies mais influente até o momento.

36 NEODARWINISMO OU TEORIA SINTÉTICA EXPLICOU A VARIABILIDADE DAS ESPÉCIES

37 FONTES FATORES MUTAÇÃO RECOMBINAÇÃO GENÉTICA (Crossing over; segregação independente dos cromossomos homológos) SELEÇÃO NATURAL ACASOACASO DIRECIONADODIRECIONADO

38 Melanismo industrial Até meados do séc. XIX, todas as borboletas noturnas da espécie Biston betularia, conhecidas na região de Manchester, tinham asas brancas e repousavam durante o dia nos troncos das bétulas (árvore cujos troncos são claros). Em 1848, foi descrita a primeira borboleta de asas escuras. Por essa altura, Manchester tinha sofrido um processo de industrialização e com ela surgiu a poluição. A fuligem libertada pelas fábricas tinha enegrecido as árvores e toda a paisagem. Em 1900, mais de 90% das borboletas eram de cor escura. Atualmente, nas regiões onde a poluição foi controlada, as borboletas brancas constituem mais de 90% da população desse inseto.

39 Dobzhansky, 1973 Nothing in Biology makes sense except in the light of evolution


Carregar ppt "O impacto das teorias da Evolução nas Ciências Biológicas Lásaro Henrique."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google