A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Diagnóstico Situacional Florianópolis Enfa. Msc. Adriana Remião Luzardo Coord. Programa Saúde do Adulto Enfa. Msc. Marcia Sueli Del Castanhel Gerente dos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Diagnóstico Situacional Florianópolis Enfa. Msc. Adriana Remião Luzardo Coord. Programa Saúde do Adulto Enfa. Msc. Marcia Sueli Del Castanhel Gerente dos."— Transcrição da apresentação:

1 Diagnóstico Situacional Florianópolis Enfa. Msc. Adriana Remião Luzardo Coord. Programa Saúde do Adulto Enfa. Msc. Marcia Sueli Del Castanhel Gerente dos Programas Estrategicos Agosto de 2011

2 SexoMasculinoFemininoTotal Pop Fonte: IBGE – Censo, População residente – Florianópolis, 2010.

3 Percentual de adultos ( 18 anos) que referem diagnóstico médico de diabetes e hipertensão, Florianópolis, Sexo Diabetes Mellitus Hipertensão Arterial Masculino Feminino Total Fonte: VIGITEL

4 População cadastrada SIAB População total Diabetes Mellitus Percentual Pop. Diabetes Mellitus3,573,541,942,081,75 População cadastrada – DM/ SIAB. Florianópolis, 2005 – 2009 Fonte: SIAB, acessado em 23/08/11.www.saude.gov.br

5 População cadastrada SIAB População total Hipertensão Arterial Percentual Pop. Hipertensão Arterial9,729,955,355,975,02 População cadastrada – HAS/ SIAB. Florianópolis, 2005 – 2009 Fonte: SIAB, acessado em 23/08/11.www.saude.gov.br

6 Taxa de internação por Diabetes Mellitus - população de 30 a 59 anos. Florianópolis,

7 Taxa de internação por AVC - população de 30 a 59 anos. Florianópolis,

8

9

10

11

12 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA CONDIÇÕES DE SAÚDE DA POPULAÇÃO ADULTA DO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS, SANTA CATARINA: ESTUDO DE BASE POPULACIONAL Marco A. Peres - Coordenador

13 Escolaridade (anos de estudo) de adultos de Florianópolis, Escolaridade (anos) n = n%IC 95% ,240,8-45, ,331,1-35, ,913,1-16, ,67,2-9,8 Média (DP) = 11,7 (4,5) anos Mediana = 11 anos Fonte: EpiFloripa/ UFSC, 2009.

14 Prevalência de níveis pressóricos elevados segundo escolaridade e sexo em adultos de Florianópolis, ,4% (38,1- 42,8) Fonte: EpiFloripa/ UFSC, 2009.

15 Rede de Atenção Municipal DISTRITOS SANITÁRIOS - Distrito Sanitário Norte - Distrito Sanitário Continente - Distrito Sanitário Centro - Distrito Sanitário Leste - Distrito Sanitário Sul

16 49 CENTROS DE SAÚDE 2 CEO 4 CAPS 4 POLICLÍNICAS 2 UPAS (SUL/NORTE) 3 BASES DO SAMU 1 FARMÁCIA ESCOLA 1 LABORATÓRIO MUNICIPAL 1 CENTRO CONTROLE DE ZOONOSES 104 ESF 50 ESB 7 NASF Rede de Atenção Municipal

17 A Estratégia de Saúde da Família é o modelo de Atenção a Saúde escolhido pelo município de Florianópolis, como eixo central das ações de saúde a sua população, regulamentada pela Portaria SS/GAB nº. 283/2007. É a porta de entrada preferencial dos serviços de saúde, tendo resolutividade maior do que 80% Incremento de mais de 95% - ESF ( / ) Ponte Hercílio Luz - Florianópolis FORTALECIMENTO DA APS

18 Portaria SS/GAB nº. 283/ – ACOLHIMENTO 2 – MATRICIAMENTO 3 – EDUCAÇÃO PERMANENTE Praia da Joaquina - Florianópolis FORTALECIMENTO DA APS

19 Rede de Atenção Municipal APS A E Urgência - 03 Hospitais Gerais – com Emergência - Especialidades: endocrinologia, cardiologia, nefrologia, neurologia, urologia, cirurgia vascular, oftalmologia - NASF: Nutrição, Psicologia, Educador Físico, Fisioterapia, Farmacêutico, Psiquiatria, Geriatria, Assistência Social, Pediatria -VE – DANTS – SIS/ HIPERDIA - Laboratórios de análises clínicas conveniados;

20 Parcerias e Recursos Comunitários -Rede Docente Assistencial/ UFSC -Conselho Municipal de Saúde -Conselhos Locais de Saúde -Hospital Universitário - UDESC/CFID – Reabilitação Cardiopulmonar - Fundação Municipal de Esportes – Academias da Saúde

21 Assistência farmacêutica PORTARIA nº de 28/12/2010 Elenco de Referência: RENAME 2010-Relação Nacional de Medicamentos Essenciais Alfametildopa 250mg Anlodipino 5 mg e 10 mg Captopril 25 mg; Enalapril 5, 10 e 20 mg Propranolol (cloridrato) 40 mg ; Atenolol 50 mge 100 mg; Metoprolol 50 e 100 mg Hidroclorotiazida 12,5 e 25mg Losartan 50 mg Glibenclamida 5mg ; Glicazida 30mg( liberação controlada) Metformina 500 e 850mg Insulina R Insulina NPH 100UI frasco ampola Digoxina 0,25 mg HD Sinvastatina 40 mg Ácido acetilsalicílico 100 mg

22 REMUME - Relação Municipal de Medicamentos Insulinas e Antidiabéticos orais Glibenclamida 5mg comprimido Metformina, cloridrato 850mg comprimido Insulina Regular 100UI/mL suspensão injetável frasco 10mL Insulina NPH 100UI/mL suspensão injetável frasco 10mL Hipolipemiantes Sinvastatina 10mg comprimido Sinvastatina 20mg comprimido Sinvastatina 40mg comprimido Sistema Cardiovascular e Renal Ácido acetilsalicílico 100mg comprimido Digoxina 0,25mg comprimido Enalapril, maleato 10mg comprimido Enalapril, maleato 25mg comprimido Espironolactona 25mg comprimido Furosemida 10mg/mL solução injetável IM, IV ampola 2mL Furosemida 40mg comprimido Hidroclorotiazida 25mg comprimido Isossorbida, dinitrato 5mg comprimido sublingual Isossorbida, dinitrato 10mg comprimido Losartan potássico 50mg cp revestido Metildopa 250mg comprimido revestido Propranolol, cloridrato 40mg comprimido Verapamil, cloridrato 80mg comprimido revestido

23 INFOSAÚDE - DADOS SIAB - DADOS SIS-HIPERDIA - ATENDIMENTOS DM/HAS NECESSIDADE DE INTEGRAÇÃO ENTRE AS INFORMAÇÕES: Projeto Integração Informações DCNT (2010 – 2011) Relatórios: DM/HAS – Obesidade – Tabagismo – Sedentarismo –Atividades educativas – Faixas etárias – Escore (Framingham) – Gráficos de evolução/ Séries históricas...

24 Ações de Educação em Saúde 22 Grupos Educativos DM/HAS Programas Educativos – FLORIPA ATIVA, NASF – Educadores Físicos Material educativo DM/HAS: impressão Protocolo: impressão (GT – Repr. Distritos) Capacitação Educação para Autocuidado

25 Curso de Estratégia Nacional de Educação em Saúde para o Autocuidado em Diabetes Mellitus – Profissionais

26 Oficina Presencial de Educação em Saúde para o Autocuidado em Diabetes Mellitus – Profissionais – Multiplicadores - Parceria com ESP/SC Promoção à Saúde e Empoderamento: Subsídios para Educação de Pessoas com Diabetes Mellitus

27 Monitoramento contínuo de qualidade da atenção Definição de metas e indicadores Indicadores...proporção a) HAS; DM ou HAS e DM cadastrados e em acompanhamento b) PA controlada e/ou níveis glicêmicos controlados; c) Classificação de Risco para DCV (Framinghan); d) Faltosos às consultas; e) Presença de lesão em órgão alvo; f) Redução de desfechos desfavoráveis: amputações, AVC, IM e LOA (a longo prazo). A1c N í vel press ó rico IMC N ú mero de consultas/ano Proposta de Implantação QualiDia Florianópolis

28 SISTEMAS E REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE FONTE: MENDES (2009) SISTEMA HIERARQUIZADO REDES POLIÁRQUICAS DE ATENÇÃO À SAÚDE APS AC ABS MC

29 Proposta de Implantação QualiDia Florianópolis - Morbimortalidade DCNT: Qualificação da Atenção - Objetivo QualiDia: Melhorar a qualidade da atenção às pessoas com Diabetes e Hipertensão, buscando maior integração entre as ações – construção de linhas de cuidado - Proposta de capacitação: Oficinas de aprendizagem para profissionais e gestores Limites?! Possibilidades?! Adaptações?!

30 Implantação QualiDia Florianópolis Comissão Temporária que irá acompanhar o projeto de agosto/ 2011 a maio/ 2012: Atenção Primária: Gestores de área de central, Distritos Santários e Centros de Saúde Média Complexidade: UPAS e Policlínicas Controle, Avaliação e Auditoria Planejamento e Captação de Recursos Dep. de Formação e Qualificação Dep. de Integração Ensino-Serviço Conselho Municipal de Saúde e Articulação de Conselhos Locais

31 OBRIGADA PELA ATENÇÃO !


Carregar ppt "Diagnóstico Situacional Florianópolis Enfa. Msc. Adriana Remião Luzardo Coord. Programa Saúde do Adulto Enfa. Msc. Marcia Sueli Del Castanhel Gerente dos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google