A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

XXIX CONGRESSO NACIONAL DO CONASEMS BRASILIA – JULHO - 2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "XXIX CONGRESSO NACIONAL DO CONASEMS BRASILIA – JULHO - 2013."— Transcrição da apresentação:

1 XXIX CONGRESSO NACIONAL DO CONASEMS BRASILIA – JULHO

2

3 REDE CEGONHA É uma Rede de cuidados que assegura às MULHERES o direito ao planejamento reprodutivo, à atenção humanizada à gravidez, parto e puerpério e as CRIANÇAS o direito ao nascimento seguro, crescimento e desenvolvimento saudáveis.

4 Ampliação do acesso, acolhimento e melhoria da qualidade do pré-natal. Transporte tanto para o pré-natal quanto para o parto. Vinculação da gestante à unidade de referência para assistência ao parto - Gestante não peregrina! e Vaga sempre para gestantes e bebês!. Realização de parto e nascimento seguros, através de boas práticas de atenção. Acompanhante no parto, de livre escolha da gestante. Atenção à saúde da criança de 0 a 24 meses com qualidade e resolutividade. Acesso ao planejamento reprodutivo.

5 COMPONENTES: (1) Pré-Natal (2) Parto e Nascimento (3) Puerpério e Atenção Integral à Saúde da Criança (4) Sistema Logístico - Transporte Sanitário e Regulação. FINANCIAMENTO: PRÉ-NATAL: 100% de custeio dos exames; fornecimento de kits para as UBS e para as gestantes. TRANSPORTE: 100% de custeio do transporte (vale transporte e vale táxi). CENTRO DE PARTO NORMAL (CPN) E CASA DA GESTANTE, BEBÊ E PUÉRPERA (CGB): 100% de custeio/ano, com investimento para construção nos dois primeiros anos. LEITOS: 80% de custeio para ampliação e qualificação dos leitos (UTI, UCI, Canguru). Financiamento da ambiência para os locais de parto. Investimento nos dois primeiros anos.

6 Componentes e interfaces da Rede de Atenção às Urgências

7 FINALIDADE: articular e integrar no âmbito do SUS todos os equipamentos de saúde, objetivando ampliar e qualificar o acesso humanizado e integral aos usuários em situação de urgência nos serviços de saúde de forma ágil e oportuna.

8 REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL A rede de saúde mental pode ser constituída por vários dispositivos assistenciais que possibilitem a atenção psicossocial aos pacientes com transtornos mentais, segundo critérios populacionais e demandas dos municípios.

9 Os CAPS podem ser: tipo I tipo II tipo III Álcool e Drogas (CAPS AD) Infanto-juvenil (CAPSi). Parâmetros populacionais para a implantação: Municípios até habitantes - rede básica com ações de saúde mental Municípios entre 20 a habitantes - CAPS I e rede básica com ações de saúde mental Municípios com mais de a habitantes - CAPS II, CAPSi, CAPS AD e rede básica com ações de saúde mental Municípios com mais de habitantes - CAPS II, CAPS III, CAPS AD, CAPSi, e rede básica com ações de saúde mental e capacitação do SAMU

10 Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência PORTARIA Nº 793, DE 24 DE ABRIL DE 2012 COMPONENTES: I - Atenção Básica; II- Atenção Especializada em Reabilitação Auditiva, Física, Intelectual, Visual, Ostomia e em Múltiplas Deficiências; e III- Atenção Hospitalar e de Urgência e Emergência.

11 ATENÇÃO BÁSICA: I - Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), quando houver; e II - atenção odontológica ATENÇÃO ESPECIALIZADA: 1- estabelecimentos de saúde habilitados em apenas um Serviço de Reabilitação; II - Centros Especializados em Reabilitação (CER); III - Centros de Especialidades Odontológicas (CEO).

12 REDE DE ATENÇÃO ÀS PESSOAS COM DOENÇAS CRÔNICAS A rede vai funcionar com linhas de cuidados específicas voltadas à prevenção e tratamento das DC: Diabetes Hipertensão Arterial alguns tipos de cânceres combater o excesso de peso e a obesidade, incluindo o tratamento cirúrgico para a obesidade grave.

13 PORTARIAS ESPECÍFICAS ATENÇÃO BÁSICA E VIGILÂNCIA EM SAÚDE

14 Obrigada!


Carregar ppt "XXIX CONGRESSO NACIONAL DO CONASEMS BRASILIA – JULHO - 2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google