A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ARÁBES (Islã) X ISRAELENSES (Judeus) Segundo as escrituras bíblicas, Israel é a terra prometida por Deus aos hebreus e é o berço da religião e da cultura.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ARÁBES (Islã) X ISRAELENSES (Judeus) Segundo as escrituras bíblicas, Israel é a terra prometida por Deus aos hebreus e é o berço da religião e da cultura."— Transcrição da apresentação:

1 ARÁBES (Islã) X ISRAELENSES (Judeus) Segundo as escrituras bíblicas, Israel é a terra prometida por Deus aos hebreus e é o berço da religião e da cultura judaica desde o século XVII a.C.. Deushebreusséculo XVII a.C.Deushebreusséculo XVII a.C. Sob o domínio assírio, babilônico, persa, grego, romano e bizantino, a presença judaica na região diminuiu por causa de expulsões em massa. A terra foi conquistada do Império Bizantino em 638 d.C. durante o período inicial das conquistas muçulmanas. assíriobabilônicopersagrego romanobizantinoImpério Bizantinomuçulmanasassíriobabilônicopersagrego romanobizantinoImpério Bizantinomuçulmanas Essa dispersão do povo judeu pelo mundo ficou conhecido como DIÁSPORA.

2 O sionismo, movimento político e religioso pela fundação de um Estado judeu, surgiu no fim do século XIX em reação ao anti-semitismo e influenciado pelo nacionalismo na Europa. No início do século XX, viviam na Palestina sob domínio do Império Otomano cerca de 500 mil muçulmanos e 50 mil judeus. Após a Primeira Guerra ( ), a Palestina passou para mãos britânicas, cujo chanceler, Arthur Balfour, declarara em 1917 apoio à "instalação de um lar nacional judeu" no local.

3 A população judaica na Palestina chegou a cerca de 300 mil na década de 1930, causando reação violenta dos árabes. Pressionada, Londres restringiu a imigração judaica à região, mesmo com o avanço nazista na Europa.

4 Após o Holocausto, que matou cerca de 6 milhões judeus europeus, o movimento sionista ganhou força. A ONU aprovou a partilha da região em dois Estados, um judeu e outro palestino, com Jerusalém sob administração internacional. Os sionistas aceitaram a partilha, rechaçada pelos líderes árabes.

5 Partilha da ONU (1947) Os britânicos saem da região, e os judeus, em 14 de maio de 1948, declararam a fundação do Estado de Israel. No mesmo dia, os Exército de Jordânia, Egito, Síria, Iraque e Líbano atacaram o recém- fundado país. britânicos

6 No início de 1949, sob a intervenção da ONU, foram traçadas as fronteiras entre Israel e seus vizinhos árabes. No início de 1949, sob a intervenção da ONU, foram traçadas as fronteiras entre Israel e seus vizinhos árabes. Grande parte dos países árabes continuou não reconhecendo a existência de Israel e considerou ilegítima essa divisão. Desde então, o conflito árabe-israelense já fez inúmeras vítimas. Grande parte dos países árabes continuou não reconhecendo a existência de Israel e considerou ilegítima essa divisão. Desde então, o conflito árabe-israelense já fez inúmeras vítimas.

7 Crise de Suez (1956) Egito decidiu nacionalizar o canal. Egito decidiu nacionalizar o canal. Atinge interesses franceses e israelenses. Atinge interesses franceses e israelenses. Israel, vitorioso, passa a controlar a Península do Sínai e força as tropas do Egito para o outro lado do Canal. Israel, vitorioso, passa a controlar a Península do Sínai e força as tropas do Egito para o outro lado do Canal.

8 Guerra dos Seis Dias (1967) No começo de 1967, o Egito fechou o Golfo de Ácaba, impedindo que navios israelenses circulassem. A resposta de Israel foi rápida, e com a vitória, na chamada Guerra dos Seis Dias, consolidou o processo de ocupação que havia sido iniciado em 1948.

9 Com a vitória Israel conquistou: Com a vitória Israel conquistou:.Faixa de Gaza e Cisjordânia – Palestina.Faixa de Gaza e Cisjordânia – Palestina.Sinai – Egito.Sinai – Egito.Colinas de Golan - Síria.Colinas de Golan - Síria

10 Contra-ataque árabe (1973) No ano de 1973, durante o Yon Kippur (Dia do Perdão), o Egito desencadeou um ataque surpresa às forças israelenses estacionadas na margem oriental do Canal de Suez. Enquanto isso, o exército sírio atacava as colinas de Golan. Porém, Israel mostrou sua superioridade militar, com apoio dos EUA, e conseguiu conter o ataque.

11 Acordo de Camp David (1978) A partir de uma mediação dos EUA, IIII ssss rrrr aaaa eeee llll e E E E E E gggg iiii tttt oooo negociam um acordo de paz e a região de S S S S S iiii nnnn aaaa iiii é devolvida para o E E E E E gggg iiii tttt oooo. Com isso, Israel resolveu o problema com o antigo inimigo, ficando livre para cuidar de suas fronteiras com a Síria e dos grupos guerrilheiros palestinos espalhados pelos países vizinhos.

12 A OLP A Organização para a Libertação da Palestina foi criada em 1967, a partir da ação política do Al- Fatah, com o objetivo de lutar contra a existência do Estado de Israel. A Organização para a Libertação da Palestina foi criada em 1967, a partir da ação política do Al- Fatah, com o objetivo de lutar contra a existência do Estado de Israel. Seu líder era Yasser Arafat. Seu líder era Yasser Arafat.

13 Somente a partir de 1974, quando o líder palestino foi recebido nas Nações Unidas com honras de chefe de Estado, passou a trilhar o caminho da diplomacia. Após a assinatura do Acordo de Oslo em 1993, que lhe rendeu o Nobel da Paz, o líder do Fatah reconheceu o direito de existência de Israel e passou a defender por meio do diálogo a criação de um Estado para seu povo. Somente a partir de 1974, quando o líder palestino foi recebido nas Nações Unidas com honras de chefe de Estado, passou a trilhar o caminho da diplomacia. Após a assinatura do Acordo de Oslo em 1993, que lhe rendeu o Nobel da Paz, o líder do Fatah reconheceu o direito de existência de Israel e passou a defender por meio do diálogo a criação de um Estado para seu povo.

14 O Hamas, Movimento de Resistência Islâmica, surgiu em 1987 por ocasião da primeira Intifada (rebelião, em árabe). Defende desde sua criação a destruição do Estado de Israel e o estabelecimento de um Estado teocrático na palestina histórica, ou seja, "do Mediterrâneo ao Jordão". Contrário ao Acordo de Oslo, que reconhece Israel, o Hamas se converteu num inimigo declarado do Fatah, recusando-se sistematicamente a aceitar as negociações com Israel. O Hamas, Movimento de Resistência Islâmica, surgiu em 1987 por ocasião da primeira Intifada (rebelião, em árabe). Defende desde sua criação a destruição do Estado de Israel e o estabelecimento de um Estado teocrático na palestina histórica, ou seja, "do Mediterrâneo ao Jordão". Contrário ao Acordo de Oslo, que reconhece Israel, o Hamas se converteu num inimigo declarado do Fatah, recusando-se sistematicamente a aceitar as negociações com Israel.

15 Acordo de Paz (1993) Em 1993, palestinos e israelenses assinaram um tratado de reconhecimento mútuo nos jardins da Casa Branca (EUA). Em 1993, palestinos e israelenses assinaram um tratado de reconhecimento mútuo nos jardins da Casa Branca (EUA). A cidade de Jericó e a Faixa de Gaza passariam para o comando Palestino. A cidade de Jericó e a Faixa de Gaza passariam para o comando Palestino.

16 No dia 15 de Novembro de 1988 a Assembléia Geral adota a resolução 43/177 pela qual reconhece a proclamação do Estado da Palestina pelo Conselho Nacional Palestino e decide que a designação "Palestina" deve ser usada no sistema interno da ONU em substituição da sigla OLP. No dia 15 de Novembro de 1988 a Assembléia Geral adota a resolução 43/177 pela qual reconhece a proclamação do Estado da Palestina pelo Conselho Nacional Palestino e decide que a designação "Palestina" deve ser usada no sistema interno da ONU em substituição da sigla OLP.15 de Novembro de Novembro1988

17 Ações pós-acordo de 1993 Em 1995, o primeiro-ministro de Israel, Yitzhak Rabin, e o presidente da OLP, Yasser Arafat, assinaram um documento estabelecendo as regras de transferência de 30% da Cisjordânia, para que os palestinos formassem o seu próprio Estado. Mas Israel seguiu expandindo suas colônias em Gaza e Cisjordânia, enquanto palestinos seguiram cometendo atentados.

18 Ações pós-acordo de 1993 Em julho de 2000, o líder palestino Yasser Arafat rejeitou uma proposta de acordo de paz de Israel, com devolução da quase totalidade de Gaza e Cisjordânia e representação palestina em Jerusalém. A questão da volta dos refugiados palestinos, que acabaria com a maioria judaica em Israel, era o principal entrave. A atual revolta palestina contra a ocupação israelense começou em setembro do mesmo ano.

19 Fatos recentes Ariel Sharon é eleito primeiro- ministro do Estado de Israel e inicia-se uma constante de assassinatos dos líderes da OLP Ariel Sharon é eleito primeiro- ministro do Estado de Israel e inicia-se uma constante de assassinatos dos líderes da OLP.Ariel Sharonprimeiro- ministroEstado de Israel OLPAriel Sharonprimeiro- ministroEstado de Israel OLP Início das negociações do processo de paz denominado de "Road map for peace", com a participação dos Estados Unidos, Nações Unidas, Rússia e União Européia Início das negociações do processo de paz denominado de "Road map for peace", com a participação dos Estados Unidos, Nações Unidas, Rússia e União Européia.Road map for peaceEstados UnidosNações UnidasRússiaUnião EuropéiaRoad map for peaceEstados UnidosNações UnidasRússiaUnião Européia

20 Fatos recentes Início da construção do Muro da Cisjordânia, com ocupação de territórios palestinos, que possui cerca de 500 km Início da construção do Muro da Cisjordânia, com ocupação de territórios palestinos, que possui cerca de 500 km. Muro da Cisjordânia Muro da Cisjordânia Em Setembro de 2004, o conselho de segurança da ONU levou a votação uma resolução pedindo que fosse desfeito o conjunto das forças não governamentais que protegiam as fronteiras do Líbano com suas fronteiras na região em conflito. Em Setembro de 2004, o conselho de segurança da ONU levou a votação uma resolução pedindo que fosse desfeito o conjunto das forças não governamentais que protegiam as fronteiras do Líbano com suas fronteiras na região em conflito.ONULíbanoONULíbano

21 Fatos recentes Y Y Y Y Y aaaa ssss ssss eeee rrrr A A A A rrrr aaaa ffff aaaa tttt morre e deixa o cargo da Autoridade Palestina para o eleito M M M M M aaaa hhhh mmmm uuuu dddd A A A A bbbb bbbb aaaa ssss. IIII ssss rrrr aaaa eeee llll destrói assentamentos palestinos na F F F F F aaaa iiii xxxx aaaa d d d d eeee GGGG aaaa zzzz aaaa Israel retira suas tropas da Faixa de Gaza com a L L L L L eeee iiii d d d d eeee I I I I mmmm pppp llll eeee mmmm eeee nnnn tttt aaaa çççç ãããã oooo d d d d oooo P P P P llll aaaa nnnn oooo d d d d eeee EEEE vvvv aaaa cccc uuuu aaaa çççç ãããã oooo ao mesmo tempo que promove com ajuda dos Estados Unidos uma acusação responsabilizando o presidente da Síria pelo assassinado do primeiro-ministro libanês, R R R R R aaaa ffff iiii kkkk HHHH aaaa rrrr iiii rrrr iiii depois de muita insistência a Síria retira-se do L L L L L íííí bbbb aaaa nnnn oooo.


Carregar ppt "ARÁBES (Islã) X ISRAELENSES (Judeus) Segundo as escrituras bíblicas, Israel é a terra prometida por Deus aos hebreus e é o berço da religião e da cultura."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google