A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENXURRADA Escoamento superficial concentrado e com alta energia de transporte, que pode ou não estar associado a áreas de domínio dos processos fluviais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENXURRADA Escoamento superficial concentrado e com alta energia de transporte, que pode ou não estar associado a áreas de domínio dos processos fluviais."— Transcrição da apresentação:

1 ENXURRADA Escoamento superficial concentrado e com alta energia de transporte, que pode ou não estar associado a áreas de domínio dos processos fluviais.

2 EROSÃO MARGINAL Remoção e transporte de solo dos taludes marginais dos rios provocados pela ação erosiva das águas no canal de drenagem

3 EROSÃO MARGINAL Remoção e transporte de solo dos taludes marginais dos rios provocados pela ação erosiva das águas no canal de drenagem

4 EROSÃO MARGINAL Medidas de proteção: gabiões.

5 EROSÃO MARGINAL Medidas de proteção: muro de arrimo.

6 SOLAPAMENTO Ruptura de taludes marginais do rio por erosão e ação instabilizadora das águas durante ou logo após processos de enchentes e inundações

7 SOLAPAMENTO Agravado pela ocupação irregular.

8 Ocupação irregular às margens do Rio Tietê.

9 Ocupação irregular às margens do Rio Tietê - Impermeabilização. Guarapiranga

10 MÉTODOS E TÉCNICAS DE IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DE ÁREAS DE RISCO DE ENCHENTES E INUNDAÇÕES 1. O QUE IDENTIFICAR? Cenários 2. COMO IDENTIFICAR? Registros de ocorrências 3. COMO LOCALIZAR? Fotos, imagens, mapas

11 CRITÉRIOS DE ANÁLISE DE RISCO 1.Análise dos cenários de risco e potencial destrutivo dos processos hidrológicos ocorrentes, 2. Vulnerabilidade da ocupação urbana, e 3. Distância das moradias ao eixo da drenagem. MAPEAMENTO E ANÁLISE DE ÁREAS DE RISCO DE ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ÁREAS URBANAS

12 CRITÉRIOS DE ANÁLISE DE RISCO 1.Análise dos cenários de risco e potencial destrutivo dos processos hidrológicos ocorrentes. a) Processo hidrológico 1 (PH1) - ENCHENTE E INUNDAÇÃO LENTA DE PLANÍCIES FLUVIAIS; MAPEAMENTO E ANÁLISE DE ÁREAS DE RISCO DE ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ÁREAS URBANAS

13 PROCESSOS E CENÁRIOS DE RISCO DE ENCHENTES E INUNDAÇÕES CENÁRIO DE RISCO DE ENCHENTE E INUNDAÇÃO DE PLANÍCIES FLUVIAIS

14 CENÁRIO DE RISCO DE ENCHENTE E INUNDAÇÃO LENTA DE PLANÍCIES FLUVIAIS

15 CRITÉRIOS DE ANÁLISE DE RISCO 1.Análise dos cenários de risco e potencial destrutivo dos processos hidrológicos ocorrentes. a) Processo hidrológico 1 (PH1) - ENCHENTE E INUNDAÇÃO LENTA DE PLANÍCIES FLUVIAIS; b) Processo hidrológico 2 (PH2) - ENCHENTE E INUNDAÇÃO COM ALTA ENERGIA CINÉTICA; MAPEAMENTO E ANÁLISE DE ÁREAS DE RISCO DE ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ÁREAS URBANAS

16 CENÁRIO DE RISCO DE ENCHENTE E INUNDAÇÃO COM ALTA ENERGIA CINÉTICA ATINGINDO OCUPAÇÃO RIBEIRINHA

17 CRITÉRIOS DE ANÁLISE DE RISCO 1.Análise dos cenários de risco e potencial destrutivo dos processos hidrológicos ocorrentes. a) Processo hidrológico 1 (PH1) - ENCHENTE E INUNDAÇÃO LENTA DE PLANÍCIES FLUVIAIS; b) Processo hidrológico 2 (PH2) - ENCHENTE E INUNDAÇÃO COM ALTA ENERGIA CINÉTICA; c) Processo hidrológico 3 (PH3) - ENCHENTE E INUNDAÇÃO COM ALTA ENERGIA DE ESCOAMENTO E CAPACIDADE DE TRANSPORTE DE MATERIAL SÓLIDO. MAPEAMENTO E ANÁLISE DE ÁREAS DE RISCO DE ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ÁREAS URBANAS

18 CENÁRIO DE RISCO DE ENCHENTE E INUNDAÇÃO COM ALTA ENERGIA DE ESCOAMENTO E CAPACIDADE DE TRANSPORTE DE MATERIAL SÓLIDO

19 CRITÉRIOS DE ANÁLISE DE RISCO 2. Vulnerabilidade da ocupação urbana. a)alta vulnerabilidade de acidentes (V1): baixo padrão construtivo onde predominam moradias construídas com madeira, madeirit e restos de material com baixa capacidade de resistir ao impacto de processos hidrológicos; b) baixa vulnerabilidade de acidentes (V2): médio a bom padrão construtivo onde predominam moradias construídas em alvenaria com boa capacidade de resistir ao impacto de processos hidrológicos. MAPEAMENTO E ANÁLISE DE ÁREAS DE RISCO DE ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ÁREAS URBANAS

20 CRITÉRIOS DE ANÁLISE DE RISCO 3. Distância das moradias ao eixo da drenagem a)alta periculosidade (P1): alta possibilidade de impacto direto considerando o raio de alcance do processo; b) baixa periculosidade (P2): baixa possibilidade de impacto direto considerando o raio de alcance do processo. NÍVEIS DE RISCO RISCO MUITO ALTO (MA) RISCO ALTO (A) RISCO MÉDIO (M) RISCO BAIXO (B) MAPEAMENTO E ANÁLISE DE ÁREAS DE RISCO DE ENCHENTES E INUNDAÇÕES EM ÁREAS URBANAS

21 MEDIDAS ESTRUTURAIS Obras, Drenagem, Reurbanização de Áreas, Moradias. MEDIDAS NÃO-ESTRUTURAIS Planejamento Urbano, Legislação, Política Habitacional, Pesquisa, Sistemas de Alerta e Contingência (Defesa Civil), Educação e Capacitação. MEDIDAS DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES PARA INUNDAÇÃO


Carregar ppt "ENXURRADA Escoamento superficial concentrado e com alta energia de transporte, que pode ou não estar associado a áreas de domínio dos processos fluviais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google