A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Características físicas de uma Bacia Hidrográfica Bacia hidrográfica Prof. Dr. Evaristo Atencio Paredes Compilação do material.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Características físicas de uma Bacia Hidrográfica Bacia hidrográfica Prof. Dr. Evaristo Atencio Paredes Compilação do material."— Transcrição da apresentação:

1 Características físicas de uma Bacia Hidrográfica Bacia hidrográfica Prof. Dr. Evaristo Atencio Paredes Compilação do material

2 Características físicas da BH Importância Importância : Comparação entre bacias hidrográficas Transferência de dados entre bacias vizinhas Projeção do comportamento da bacia no futuro Características principais Características principais: Forma da Bacia Uso e tipo de solo Densidade de drenagem Texto de consulta: Análise morfométrica da BH (arquivo)

3 1.Forma da Bacia É importante pela influência que exerce no tempo de transformação da chuva em escoamento e sua constatação na seção de controle; Coeficientes utilizados para quantificar a influência da forma no modo de resposta de uma bacia à ocorrência de uma precipitação: 1) Coeficiente de Compacidade; 2) Fator de Forma; 3) Índice de Conformação.

4 1) Coeficiente de Compacidade - K C 1) Coeficiente de Compacidade - K C É a relação entre o perímetro da bacia e a circunferência (perímetro) de um círculo de área igual à da bacia, sendo, portanto, adimensional. Quanto mais próximo da unidade for este coeficiente, mais a bacia se assemelha a um círculo. Assim, pode-se resumi-lo da seguinte forma: 1,00 – 1,25 - bacia com alta propensão a grandes enchentes; 1,25 – 1,50 - bacia com tendência mediana a grandes enchentes; > 1,50 - bacia não sujeita a grandes enchentes. Quanto mais próximo de um círculo uma bacia se assemelhar, maior será a sua capacidade de proporcionar grandes cheias.

5 2) Fator de Forma - Kf ( Índice de Gravelius ) 2) Fator de Forma - Kf ( Índice de Gravelius ) É a relação entre a largura média da bacia e o seu comprimento axial: O fator de forma pode assumir os seguintes valores : 1,00 – 0,75 - sujeito a enchentes 0,75 – 0,50 - tendência mediana < 0,50 - não sujeito a enchentes Onde:

6 3) Índice de Comformação - I C É a relação entre a área da bacia e um quadrado de lado igual ao comprimento axial da bacia; Expressa a capacidade da bacia em gerar enchentes. Quanto mais próximo de 1, maior a propensão à enchentes, pois a bacia fica cada vez mais próxima de um quadrado.

7 2. Uso do Solo Influência na infiltração e velocidade do escoamento Influência na infiltração e velocidade do escoamento Áreas de florestas Áreas de florestas: maior interceptação, folhas e galhos retardam o escoamento, raízes profundas e maior consumo de água das plantas Agricultura Agricultura: redução da quantidade de matéria orgânica no solo, porosidade diminui, infiltração diminui, raízes mais superficiais e menor consumo de água das plantas Áreas urbanas Áreas urbanas: impermeabilização, pouca infiltração e grande velocidade do escoamento => grandes picos de cheias

8 Tipo do Solo Tipo do Solo Solo arenoso, menor escoamento superficial Solo arenoso, menor escoamento superficial Solo argiloso, maior escoamento superficial Solo argiloso, maior escoamento superficial Solo raso, maior escoamento superficial Solo raso, maior escoamento superficial Solo profundo, menor escoamento superficial Solo profundo, menor escoamento superficial 2. Uso do Solo

9 3. Densidade da Rede de Drenagem N = número total de cursos dágua; A = área da bacia hidrográfica. Topografia: Plana Plana = Rios longos e escassos Acidentada Acidentada = Rios pequenos e numerosos Influência no escoamento, maior densidade = Menor tempo Maior vazão Menor tempo de concentração.e Maior vazão de pico de cheia Índices Índices : 1.Densidade hidrográfica = nº de cursos dágua por unidade de área. 2. Densidade de drenagem = 2. Densidade de drenagem = comprimento total de cursos dágua por unidade de área. l = comprimento total de cursos dágua; A = área da bacia hidrográfica.

10 Interpretação e análise Dd A (Dd) representa a relação inversa com o comprimento dos rios. À medida que aumenta o valor numérico da densidade há diminuição quase proporcional do tamanho dos componentes fluviais das bacias de drenagem. Dd A (Dd) indica também a eficiência da drenagem de uma bacia. VILLELA (1980) afirma que este índice varia de 0,5 km/km 2 para bacias com drenagem pobre, a 3,5 ou mais, para bacias excepcionalmente bem drenadas. CHRISTOFOLETTI (1974), apresenta a seguinte escala: < 7,5 baixa densidade de drenagem (km/km2) 7,5 - 10,0 média densidade de drenagem (km/km2) > 10,0 alta densidade de drenagem (km/km2)

11 Interpretação da bacia Diga se a sua Bacia hidrográfica em estudo possui ou não a capacidade de proporcionar grandes cheias; Justifique a resposta baseado na interpretação das características da sua Bacia Hidrográfica

12

13 4. Declividade do Curso Principal Declividade de Álveo é importante para o manejo de bacias, pois influencia diretamente na velocidade de escoamento da água na calha da bacia e como tal no tempo de concentração da mesma. Métodos de determinação: 1. Cálculo direto 1. Cálculo direto com base na diferença entre cotas da nascente e o da seção de controle; 2. Cálculo com base na altura de um triângulo de área igual à área 2. Cálculo com base na altura de um triângulo de área igual à área sob o perfil do curso dágua principal.

14 S 1 = H/L Onde: H = Diferênça de nível; L = Comprimento total 4. Declividade do Curso Principal S 2 = 2A/L 2 Onde: H = Diferênça de nível; L = Comprimento total

15 5. Características do Relevo da BH Declividade da Bacia; Elevação Média da Bacia;

16 Declividade da Bacia Está diretamente associada ao tempo de duração do escoamento superficial e de concentração da precipitação nos leitos dos cursos dágua; Controla em boa parte a velocidade com que se dá o escoamento superficial. I - Declividade média da bacia (%); D - Equidistância entre as curvas de nível (m); C.N i - Comprimento total das curvas de nível (m); A - Área da bacia (m 2 ). Método 1:

17 Declividade média da bacia O cálculo da declividade média usa procedimentos baseadas na área entre as curvas de nível: I(%) = D x L /A Onde: I = declividae média da bacia; D = intervalo entre curvas de nível; L = comprimento total das curvas de nivel dentro da bacia; A = área da bacia. Aplicado para comparar bacias Método 1:

18 Elevação Média da Bacia E - Elevação média da bacia (m); e i - Elevação média entre duas curvas de nível consecutivas (m); a i - Área entre as curvas de nível (km 2 ); A - Área da Bacia (km 2 ).


Carregar ppt "Características físicas de uma Bacia Hidrográfica Bacia hidrográfica Prof. Dr. Evaristo Atencio Paredes Compilação do material."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google