A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ARQUÊNTERO BLASTÓPORO BLASTODERME BLASTOCELE ENDODERME ECTODERME DIBLÁSTICO EMBRIOGÊNESE GASTRULAÇÃO EM DIBLÁSTICO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ARQUÊNTERO BLASTÓPORO BLASTODERME BLASTOCELE ENDODERME ECTODERME DIBLÁSTICO EMBRIOGÊNESE GASTRULAÇÃO EM DIBLÁSTICO."— Transcrição da apresentação:

1 ARQUÊNTERO BLASTÓPORO BLASTODERME BLASTOCELE ENDODERME ECTODERME DIBLÁSTICO EMBRIOGÊNESE GASTRULAÇÃO EM DIBLÁSTICO

2 ARQUÊNTERO BLASTÓPORO CELOMA ENDODERME ECTODERME MESODERME BLASTODERME TRIBLÁSTICO GASTRULAÇÃO EM TRIBLÁSTICO EMBRIOGÊNESE

3 ECTODERME ARQUÊNTERO CELOMA NOTOCORDA ENDODERME ESPLANCNOPLEURA MESODERME SOMATOPLEURA TUBO NEURAL ECTODERME EMBRIOGÊNESE NÊURULA DE UM CORDADO

4 EMBRIOGÊNESE CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO CELOMA

5 EMBRIOGÊNESE DESTINO DOS FOLHETOS EMBRIONÁRIOS

6 PORÍFEROS CELENTERADOS PLATYHELMINTOS ASCHELMINTOS ANELÍDEOS ARTROPODES MOLUSCOS EQUINODERMAS CORDADOS REINO ANIMALNº DE FOLHETOSBLASTÓPOROCELOMA DIBLÁSTICOS TRIBLÁSTICOS PROTOSTÔMIOS DEUTEROSTÔMIOS ACELOMADOS PSEUDOCELOMADOS CELOMADOS ZOOLOGIA PRINCIPAIS FILOS E CARACTERÍSTICAS EMBRIONÁRIAS

7 Desprovidos de órgãos ou sistemas; estrutura tissular Habitat: ambiente aquático; a maioria das espécies é marinha Sistema digestório: ausente, digestão intracelular nos coanócitos Sistema circulatório: ausente (difusão) Sistema respiratório: ausente ( difusão cutânea) Sistema excretor: ausente (difusão cutânea) Sistema nervoso: ausente Reprodução: assexuada por fragmentação, brotamento ou gemulação e sexuada, com larva anfiblástula. Diblásticos ESPONGIÁRIOS OU PORÍFEROS RESUMO DAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

8 A – Coanócitos: digestão e movimentação da água B – Espongioblastos: formação da rede de espongina C – Esclerócitos: Células formadoras de espículas D – Miócitos: células contráteis (ósculo e poros) F – Gonócitos: Células que originam os gametas. E – Amebócitos: células para fagocitose, excreção, respi- ração, defesa, transporte, armazenamento. G – Mesogléia: Camada gelatinosa que preenche o corpo. H – Arqueócitos: Células indiferenciadas formadoras das demais células. I – Porócitos: células perfuradas (constituem os poros) J – Pinacócitos: Células de revestimento externo. ESPONGIÁRIOS OU PORÍFEROS

9 PRINCIPAIS CÉLULAS DOS PORÍFEROS

10 Trajetória da água: poros átrio ósculo meio externo ESPONGIÁRIOS OU PORÍFEROS Esponja do tipo áscon, os coanócitos alojam-se na cavidade atrial

11 Trajetória da água: Poros canal inalante canal exalante átrio ósculo meio externo ESPONGIÁRIOS OU PORÍFEROS Esponja do tipo Sícon, os coanócitos alojam-se nos canais inalantes e exalantes

12 Trajetória da água: Poros canal inalante câmara vibrátil canal exalante átrio ósculo m.e. ESPONGIÁRIOS OU PORÍFEROS Esponja do tipo Lêucon, os coanócitos alojam-se nas câmaras vibráteis

13 ESPONGIÁRIOS OU PORÍFEROS Ciclo reprodutivo sexuado de uma esponja (sem gônadas, porém com gametas)

14 ESPONGIÁRIOS OU PORÍFEROS Reprodução assexuada: Gemulação: esponja de água-doce (quando falta água ou temperatura baixa) Brotamento: formação de uma gema ou broto (podem formar colônias)

15 01. (PUC-PR)Qual das alternativas abaixo justifica a classificação das esponjas no sub-reino Parazoa? a) Inexistência de órgãos ou tecidos bem definidos. b) Reprodução unicamente assexuada. c) Ausência de epiderme. d) Ocorrência de coanócitos. e) Habitat exclusivamente aquático.

16 02. (UNITAU-SP) Invertebrados fixos, diblásticos, sem órgãos, com digestão exclusivamente intracelular, com larva ciliada livre e natante. Trata-se de: a) Protozoários; b) E spongiários; c) E quinodermas; d) N ematelmintes; e) C elenterados

17 03. (UEPG) A principal característica que mostra a primitividade das esponjas é: a) S eu tamanho reduzido; b) O tamanho reduzido de suas células; c) Ausência de reprodução sexuada; d) Ausência de órgãos e sistemas; e) Ausência de simetria bilateral.

18 04. (UFPR) Com relação aos poríferos, assinale a soma dos itens corretos: 01) Possuem exoesqueleto. 02) São triblásticos e acelomados. 04) Apresentam sistema digestivo incompleto. 08) Não apresentam órgãos nem sistemas. 16) São aneuromiários e principalmente dulcícolas. 32) O tipo mais complexo da esponja é a do tipo lêucon.

19 05. (UFSC) Associe a estrutura ao seu respectivo nome: a. Pinacócitos b. Porócitos c. Mesogléia d. Espículas a) Ia, IIb, IIIc, IVd; b) Ib, IIa, IIIc, IVd; c) Ic, IIb, IIIa, IVd; d) Id, IIc, IIIb, IVa; e) Id, IIb, IIIc, Iva.

20 06. (PUC-PR) Analise as seguintes alternativas: I. As esponjas são monóicas ou dióicas, com fecundação interna e desenvolvimento indireto. II. A circulação da água pelo corpo das esponjas obedece ao trajeto: ósculo átrio óstio. III. As esponjas, durante todo o ciclo vital, vivem fixadas a um substrato rochoso. a) Somente I está correta. b) Somente III está correta. c) Somente II está correta. d) Somente II e III estão corretas. e) I, II e III estão corretas.

21 07. (FUVEST) Um animal diblástico, aneuromiário e com coanócitos só poderá ser: a) Á gua-viva; b) Planária; c) E sponja; d) M inhoca; e) C oral.

22 08. (UFPR) Assinale a soma das alternativas corretas: 01) Esponjas podem se reproduzir sexuadamente ou assexuadamente. 02) O tipo de reprodução das esponjas é sempre assexuada, por regeneração. 04) Nas esponjas, pode ocorrer brotamento. 08) As espículas das esponjas são estruturas de sustentação, que podem ser calcárias ou silicosas. 16) Existem esponjas que possuem fibras de espongina como elemento de sustentação. 32) A maioria dos poríferos é dulcícola.

23 09. As esponjas, em condições desfavoráveis do meio ambiente, morrem, retendo estruturas no seu organismo que freqüentemente se diferenciam em outra esponja. Essas estruturas se denominam: a) Gametas; b) Óvulos; c) Estatoblastos; d) Gêmulas; e) Espongiócitos.

24 10. (UFPA) Nas esponjas, a digestão é toda intracelular. As células que se encarregam a captura e digestão dos alimentos são denominadas: a)coanócitos; b) amebócitos; c) pinacócitos; d) escleroblastos; e) espongioblastos.


Carregar ppt "ARQUÊNTERO BLASTÓPORO BLASTODERME BLASTOCELE ENDODERME ECTODERME DIBLÁSTICO EMBRIOGÊNESE GASTRULAÇÃO EM DIBLÁSTICO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google