A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Christien Lana Rachid5.2.1 Técnica de BD – Modelagem (2) UNIPAC 2º SEMESTRE 2007.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Christien Lana Rachid5.2.1 Técnica de BD – Modelagem (2) UNIPAC 2º SEMESTRE 2007."— Transcrição da apresentação:

1 Christien Lana Rachid5.2.1 Técnica de BD – Modelagem (2) UNIPAC 2º SEMESTRE 2007

2 Modelagem de Dados em Projetos de Sistemas de Banco de Dados Relacionais Christien Lana Rachid5.2.2 Adaptado do Curso MOD daORACLE

3 Christien Lana Rachid5.2.3 Desenvolvimento de Sistemas de BD TÉCNICAS MÉTODOS FERRAMENTAS

4 Christien Lana Rachid5.2.4 Um MÉTODO normalmente compõe-se de uma série de tarefas que devem ser executadas para o desenvolvimento de um Projeto de Software. (Por exemplo: o Método de Desenvolvimento Estruturado de Software, onde o Planejamento, a Análise e o Projeto Lógico são realizados de cima para baixo, e o Projeto Físico, a Implementação e os Testes são realizados de baixo para cima; entre outros). Desenvolvimento de Sistemas de BD TÉCNICA é a maneira pela qual um Método é implementado (Exemplos: a Técnica de Normalização, utilizando a 1FN, 2FN e 3FN; a Técnica de Modelagem, utilizando o Modelo Entidade Relacionamento - MER; entre outras) FERRAMENTA é um instrumento de auxílio à elaboração de um Projeto (Exemplos: as Ferramentas de Software ERWIN Versão 4.0 da Computer Associate (CA); DESIGNER da ORACLE; entre outras).

5 Christien Lana Rachid5.2.5 Processo de Desenvolvimento de um Aplicativo de BD Modelo Conceitual Regras de Negócio Projeto Lógico Construção Física Aplicativo de BD Operacional Visão de Negócio Visão de Sistema

6 Christien Lana Rachid5.2.6 Modelagem de Dados Conceitual Objetivo : Compreender e definir os elementos significativos do Negócio, que necessitam ser conhecidos, armazenados e recuperados, e as relações entre esses elementos, utilizando a Técnica de Modelagem, com a finalidade de obter mais facilidade de desenvolvimento e maior integração das Aplicações de BD com uma sintaxe robusta.

7 Christien Lana Rachid5.2.7 Independência de HW e SW: O Modelo Conceitual de Dados deve ser independente de H/W ou S/W; Isso permite que se tenha uma visão objetiva das Regras de Negócio, sem as restrições existentes nos diversos ambientes; e Caso haja modificação no ambiente, após a sua implementação, o Modelo Original continuará válido.

8 Christien Lana Rachid5.2.8 Terminologia de BD MODELO CONCEITUAL (Visão de Negócio) Entidade Relacionamento Atributo Identificador Único PROJETO LÓGICO (Visão de Sistema) Tabela Chave Estrangeira Coluna Chave Primária ou Chave Única

9 Christien Lana Rachid5.2.9 Um Modelo Entidade-Relacionamento consiste de : Diagramas - –Entidades, Atributos, Super-tipos, Sub-tipos, Arcos, Relacionamentos; e Informações Complementares não Diagramáticas - –Descrições das Entidades e dos Atributos, Formatos, Valores Admissíveis, Domínios, e Regras de Negócio.

10 Christien Lana Rachid Principais Elementos do DER na Notação ORACLE XXXXXXYYYYYY ZZZZZZ XXXXXX #* aaaa * eeee * cccc o rrrr Relacionamento recursivo Subtipo Supertipo Atributos Entidade Arco exclusivo Relacionamento # identificador único * atributo obrigatório o atributo opcional

11 Christien Lana Rachid Entidade Uma Entidade deve representar algo significativo, sobre o qual se necessita armazenar alguma informação. Ela deve possuir atributos. Convenções EMPREGADO #* numero * nome o cargo o salario * data adm Nome da entidade em maiúscula e no singular Nomes dos atributos em minúscula Soft-box

12 Christien Lana Rachid Relacionamento : Associação entre Entidades Convenções Tradução: Cada COPIA deve ser procedente de um TITULO. Cada TITULO pode ser gerador de uma ou mais COPIAS. Opcionalidade ou Cardinalidade Mínima COPIATITULO Muitos Um ObrigatórioOpcional Grau ou Cardinalidade Máxima Procedente deGerador de

13 Christien Lana Rachid Identificando e Modelando Entidades Siga os passos abaixo para ajudá-lo a Identificar e Modelar Entidades, a partir de anotações de uma entrevista ou outra documentação qualquer. Examine de cada Substantivo da Contextualização quais são os significativos para o Negócio: –Existe informação sobre o Substantivo, que necessite ser armazenada e recuperada ?; –Caso positivo, represente o Substantivo em seu Modelo, nomeando-o como um grupo de coisas que pode vir a ocorrer ou ser instanciado; e –Dê um nome significativo a este Substantivo, como uma Entidade, identificando alguns de seus Atributos.

14 Christien Lana Rachid Eu sou o Diretor de Recursos Humanos de uma grande Empresa. Nós precisamos manter informações sobre os nossos Empregados tais como: nome, cargo, data de admissão e salário. Alguns de nossos Empregados são Gerentes, e freqüentemente nós precisamos saber qual é o Gerente de determinado Empregado e quais Empregados estão sob responsabilidade de um determinado Gerente. A nossa Empresa é dividida em Departamentos. Cada Empregado é designado para um dos Deptos. Nós precisamos saber a localização desse Departamento. Exemplo 1 - Construção de um Modelo Entidade Relacionamento a partir de uma Contextualização

15 Christien Lana Rachid EMPREGADO #* numero * nome o cargo o salario * data adm DEPARTAMENTO #* numero * nome * localizacao designado para composto por gerente de gerenciado por Exemplo 1 - Construção de um Modelo Entidade Relacionamento a partir de uma Contextualização (Continuação)


Carregar ppt "Christien Lana Rachid5.2.1 Técnica de BD – Modelagem (2) UNIPAC 2º SEMESTRE 2007."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google