A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Laboratório WEB Professora: Viviane de Oliveira Souza Gerardi.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Laboratório WEB Professora: Viviane de Oliveira Souza Gerardi."— Transcrição da apresentação:

1 Laboratório WEB Professora: Viviane de Oliveira Souza Gerardi

2 Laboratório WEB Ementa Banco de dados: Conceitos. Modelos conceituais de informações. Modelo Relacional. Modelagem de dados - conceitual, lógica e física. Teoria relacional. Restrições de integridade e de segurança em Banco de Dados Relacional. Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados - objetivo e funções. Linguagens de declaração e de manipulação de dados (DDL e DML - pesquisa, inclusão, alteração e exclusão de registros) PHP: variáveis, constantes e tipo de dados; controle do fluxo de um programa; vetores; formulários; funções; conexão com MySQL 5.0. Desenvolvimento de páginas dinâmicas. Estudo de caso.

3 Aula 1 Banco de dados Conceitos : Coleção de dados que representam um domínio específico. Ex: agenda telefônica, o acervo de uma biblioteca entre outros.

4 Tabelas Uma coleção de registros referentes a um mesmo assunto. Constitui o componente do sistema no qual são armazenados os dados, que combinado a programas, servirão de base para gerar informações desejadas pelos usuários. Ex: aluno, produtos, clientes, etc.

5 Tabelas Tabela Aluno Cod_AlunoNome_AlunoCod_Curso 001João Maria555

6 Registro É um conjunto de campos contendo dados, que constitui uma unidade de armazenamento e recuperação de um arquivo.

7 Registro Tabela Aluno Cod_AlunoNome_AlunoCod_Curso 001João Maria555 Registro

8 Campo É uma unidade formadora de um registro, a menor porção de um arquivo, cada campo possui nome, tipo e tamanho.

9 Campo Tabela Aluno Cod_AlunoNome_AlunoCod_Curso 001João Maria555 Campo

10 Sistema de Banco de Dados É um sistema de manutenção de registros por computador, envolvendo quatro componentes principais: – Hardware; – Software; – Dados; – Usuários.

11 Banco de dados O conceito de Banco de Dados surgiu com a necessidade de agilizar o acesso aos mesmos. Vantagens: Acesso compartilhado aos dados; Evita a redundância de dados; Evita o retrabalho de digitação de dados; Dados são mais consistentes;

12 Banco de dados Modelo de dados Conceitual: É uma descrição de banco de dados independente de implantação em um SGDB. O modelo conceitual é representado pelo Diagrama Entidade Relacionamento(DER). Essa abordagem foi criada em 1976 por Peter Chen

13 Modelo conceitual Objetivos: Obter uma descrição abstrata, independente de implementação em computador, dos dados que serão armazenados no banco de dados.

14 MER Conceitos: – Entidade O conceito fundamental da abordagem ER é o conceito de entidade. Uma entidade representa, no modelo conceitual, um conjunto de objetos da realidade modelada.

15 Entidade uma entidade pode representar tanto objetos concretos da realidade (uma pessoa, um automóvel), quanto objetos abstratos (um departamento). Em um DER, uma entidade é representada através de um retângulo que contém o nome da entidade.

16 Entidade Exemplo: Representação gráfica de entidade. cada retângulo representa um conjunto de objetos sobre os quais deseja-se guardar informações. PessoaDepartamento

17 Entidade Entidade Fraca. Alguns tipos de entidades podem não ter quaisquer atributos-chaves. Isto implica que não se pode distinguir as entidades porque a combinação dos valores de atributos podem ser idênticas. Tais tipos de entidades são chamadas tipos de entidades-fracas.

18 Entidade Entidades que pertencem a um tipo de entidade-fraca são identificadas por estarem associadas a entidades específicas de um outro tipo de entidade em combinação com alguns de seus valores de atributos. Este outro tipo de entidade é denominado proprietário da identificação.

19 Entidade Um tipo de entidade fraca sempre tem uma restrição de participação total (dependência existencial) com respeito ao seu relacionamento de identificação, porque não é possível identificar uma entidade-fraca sem a correspondente entidade proprietária.

20 Entidade Por exemplo, considere o tipo de entidade DEPENDENTE, relacionado a EMPREGADO, que é usado para representar os dependentes de cada empregado através do relacionamento.

21 Entidade Exemplo Entidade fraca. Empregado Dependente Depende de

22 Entidade Um tipo de entidade-fraca tem uma chave- parcial, que é um conjunto de atributos que pode univocamente identificar entidades- fracas relacionadas à mesma entidade proprietária. No exemplo, assume-se que nenhum dependente de um mesmo empregado terá o mesmo nome, então o atributo Nome de DEPENDENTE será a chave- parcial.

23 Atributos Atributos são propriedades particulares que descrevem uma Entidade. Exemplo: Pessoa nome CPF Endereço

24 Atributos Tipos de atributos: – Compostos e Simples: Atributos compostos podem ser subdivididos em subpartes menores (Ex. Endereço). Atributos não divisíveis são chamados de Atributos Atômicos.

25 Atributos – Atributos monovalorados ou multivalorados – Monovalorados são aqueles atributos que possuem um valor único para uma dada entidade. (Ex. Idade de uma pessoa). Um atributo multivalorado permite que este represente mais de um valor, (Ex. cores de um carro).

26 Atributos – Atributos Armazenados ou Derivados – Um exemplo clássico é a idade. Você pode definir um atributo específico para a data de nascimento (Atributo Armazenado). O atributo idade por outro lado pode ser derivado do atributo data de nascimento (atributo derivado). – Atributos chaves – Um atributo cujo o valor são diferentes para cada registro do conjunto de entidades (Restrição de Unicidade).

27 Atributos Domínio Conjunto de Valores de um Atributo (Domínio), identifica quais valores podem ser dados a um atributo. (Restrições de Domínio).

28 Relacionamento Conjunto de associações entre entidades. Uma das propriedades sobre as quais pode ser desejável manter informações é a associação entre objetos. Exemplificando, pode ser desejável saber quais pessoas estão associadas a quais departamentos em uma organização.

29 Relacionamento Em um DER, um relacionamento é representado através de um losango,ligado por linhas aos retângulos representativos das entidades que participam do relacionamento. A Figura apresenta um DER contendo duas entidades, PESSOA e DEPARTAMENTO, e um relacionamento, LOTAÇÃO.

30 Relacionamento A Figura apresenta um DER contendo duas entidades, PESSOA e DEPARTAMENTO, e um relacionamento, LOTAÇÃO. Representação gráfica de relacionamento Pessoa Lotação Departamento

31 Relacionamento Este modelo expressa que o BD mantém informações sobre: - um conjunto de objetos classificados como pessoas (relacionamento PESSOA) - um conjunto de objetos classificados como departamentos (relacionamento DEPARTAMENTO) - um conjuntos de associações, que ligam um departamento a uma pessoa. (relacionamento LOTAÇÃO).

32 Relacionamento Um relacionamento identifica uma relação entre duas entidades. Em geral um relacionamento entre duas entidade é dada através de um atributo em uma entidade que referencia um atributo de uma outra entidade.

33 Cardinalidade Para fins de projeto de banco de dados, uma propriedade importante de um relacionamento é a de quantas ocorrências de uma entidade podem estar associadas a uma determinada ocorrência através do relacionamento. Esta propriedade é chamada de cardinalidade de uma entidade em um relacionamento.

34 Cardinalidade A cardinalidade pode ser usada para classificar relacionamentos binários. Um relacionamento binário é aquele cujas ocorrências envolvem duas entidades, como todos vistos até aqui. Podemos classificar os relacionamentos em: n:n (muitos-para-muitos); 1:n (um-para-muitos); 1:1 (um-para-um).

35 Cardinalidade Exemplo Lotação Empregado Departamento 1 N

36 Cardinalidade 1 - expressa que a uma ocorrência de EMPREGADO (entidade do lado oposto da anotação) pode estar associada ao máximo uma (1) ocorrência de DEPARTAMENTO N - expressa que a uma ocorrência de DEPARTAMENTO(entidade ao lado oposto da anotação) podem estar associadas muitas (n) ocorrências de EMPREGADO

37 Exercícios 1 – Defina com suas palavras o que é um banco de dados. 2 - Qual o objetivo do modelo de dados conceitual ? 3 – O que é uma entidade? 4 – O que são atributos e para que servem? 5 – Cite quais são os tipos de atributos e de exemplos de cada um dos tipos citados.

38 Exercícios 6 – O que são os relacionamentos e para que servem? 7 – O que é cardinalidade e quais as possibilidades de classificação em um relacionamento? 8 – De exemplo de uma entidade, com seus atributos e classifique os atributos definidos. 9 – Construa um DER para um consultório médico. Identifique as entidades, os atributos e os relacionamentos com as cardinalidades.

39 Bibliografia HEUSER, C. A ;Projeto de banco de dados. 4ª ed. Porto Alegre: ED.Sagra Luzzato, HERNANDEZ, M.J.; Aprenda a projetar seu próprio banco de dados. São Paulo: ED Makron Books, DATE, C. J.; Introdução a sistemas de banco de dados. 8ª Ed. Rio de Janeiro: ED Campus, 2004.


Carregar ppt "Laboratório WEB Professora: Viviane de Oliveira Souza Gerardi."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google