A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Formatado por: ALIMENTO ESPIRITUAL SEMANAL 08.09.07 – 14.09.07.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Formatado por: ALIMENTO ESPIRITUAL SEMANAL 08.09.07 – 14.09.07."— Transcrição da apresentação:

1

2 Formatado por: ALIMENTO ESPIRITUAL SEMANAL –

3

4 – sábado – OS DONS DE DEUS (leia 1 Coríntios ) 1 Pedro 4.10 – Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. Sentimentos de auto-desvalorização me oprimiam enquanto a linda música enchia o santuário. Ao invés de agradecer a Deus pela música e pelos músicos, eu me consumia com dúvidas sobre o meu próprio talento musical. Uma mulher foi ao altar. Depois de nos lembrar de que há muitas maneiras de louvar a Deus, ela tomou seu lugar no centro da plataforma e começou a interpretar uma canção por meio da linguagem de sinais, enquanto o coral cantava as palavras atrás dela. De repente me dei conta de que, mesmo não sendo uma musicista profissional, Deus me abençoou com outros dons maravilhosos. O Senhor abençoa a cada um de nós com dons singulares que podem e devem ser usados para honrá-Lo. Não importa o que Ele nos dê – instrumentos, vozes, mãos, computadores – todos nós temos a capacidade de servir aos outros e louvar a Deus. Oração: Obrigada, ó Deus, pelos dons que Tu nos deste. Ajuda-nos a descobrí-los e a usá-los em Teu serviço. Em nome de Jesus. Amém. Pensamento para o dia: Deus nos dá dons por meio dos quais podemos abençoar os outros. Oremos para que usemos os dons que Deus nos deu.

5 – domingo – AS MARÉS DA VIDA (leia Eclesiastes 3.1-8) Salmo – O que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente diz ao Senhor: Meu refúgio e meu baluarte, Deus meu, em quem confio. Nossa casa na Irlanda era próxima ao mar. Quando éramos jovens corríamos para a praia na esperança de encontrar a maré alta, de modo que pudéssemos nadar e mergulhar. As águas eram frias e revigorantes, e nós éramos ousados. Na maré baixa íamos descalços para a praia um tanto deserta e, logo, nos deixávamos envolver pelas maravilhas das pequenas poças, conchas e minúsculas criaturas marinhas. Perdíamos a exuberante alegria de nadar livremente, mas tínhamos o espaço para observar atenta- e cuidadosamente os tesouros do mar. Quando penso nas marés da vida lembro-me de tempos de alegria exuberante e, também, de tempos em que as praias estavam desertas. Às vezes eu tinha que procurar pacientemente e com determinação para encontrar algo a ser guardado dos momentos de desolação. Tinha que observar com mais cuidado as coisas que negligenciara durante os dias de despreocupação. Hoje valorizo as lições que tive naquelas praias desertas porque aprendi a “habitar no esconderijo do Altíssimo”. Oração: Obrigada, Deus amoroso, pelo Teu Companheirismo em todas as circunstâncias de nossas vidas e pelo discernimento que nos deste. Em nome de Jesus. Amém. Pensamento para o dia: Que lições aprendo nas praias desertas? Oremos para nos assegurarmos de que Deus está perto.

6 – segunda-feira – UM REFÚGIO (leia Jeremias ) Mateus – O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. “Você precisa visitá-la”, disse-me um membro da minha congregação. Eu prometi que iria, mas não estava muito animado. O que eu, um jovem ministro, teria a dizer a uma senhora de 80 anos de idade, confinada à cama? Finalmente fui, mais por dever que por atenção. Imobilizada pela artrite, a senhora mal podia mover a cabeça e as mãos. Ela não reclamou nenhuma vez. Ao contrário, falou da Igreja, perguntou sobre minha família e expressou preocupação por minha carga de trabalho. Quando parti, estava mais encorajado que nunca em meu Chamado. Ela tornou-se meu refúgio. Quando me sentia desanimado, ia visitá-la. Ela nunca deixava de me animar. Com ela aprendi a importância de servir aos idosos e aos enfermos. As bênçãos que recebemos ao trabalhar em casas de saúde, casas de repouso e programas comunitários são sem medida. Hoje eu ainda tenho um pequeno cartão pintado pelos dedos tortos daquela pessoa encantadora que hesitei em visitar há tantos anos. Olho para ele e agradeço a Deus por ela ter feito parte dos meus dias. Minha vida foi muito abençoada quando Deus me conduziu até ela. Quando fui lhe servir, ela serviu a mim! Oração: Amado Pai, obrigado por me mostrares que todos os Teus filhos e filhas podem ser instrumentos do Teu Cuidado e Amor, independentemente da sua idade e condição física. Em nome de Jesus. Amém. Pensamento para o dia: O ministério pode ser uma via de mão dupla. Oremos pelas pessoas que desenvolvem seu ministério junto aos idosos. (*) Meu testemunho pessoal no final.

7 – terça-feira – AMOR PATERNAL (leia o Salmo 103) Isaías – Como alguém a quem sua mãe consola, assim eu vos consolarei; (...) Olho para minha filhinha de dois anos, que dorme profundamente. Eu cochilo e acordo ao som do seu choro. Logo ela se consola com a minha presença e o silêncio retorna ao quarto. Romanos 1.20 diz que conhecemos a Natureza de Deus quando olhamos para os detalhes perceptíveis de nossas vidas. A maternidade enriqueceu meu entendimento do Amor Paternal de Deus. Eu costumava pensar que deveria ser forte e destemida para que Deus me amasse. Eu peço à minha filha que seja destemida? Claro que não. Ela tem medo e é fraca, e eu a amo e valorizo o fato de ela precisar de mim e me procurar. Do mesmo modo, nosso Pai Celestial deseja que reconheçamos as nossas necessidades e que nos consolemos na Sua Presença. Deus não pede que sejamos fortes e auto-suficientes. Oração: Amado Deus, que nos consolemos na Tua Força, sabendo que o Teu Poder se aperfeiçoa na nossa fraqueza. Oramos como Jesus nos ensinou, dizendo: “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o Teu nome. Venha o Teu Reino, seja feita a Tua vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dá hoje; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores. E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal. Pois Teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém.” (Mateus ). Pensamento para o dia: Deus nos ama como somos e sente prazer em nos ajudar. Oremos pelas crianças que não têm pais amorosos.

8 – quarta-feira – ATENDA A PORTA! (leia Lucas ) Apocalipse 3.20 – Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo. Muitas portas se fecharam para Jesus ao longo de Sua vida. O dono da hospedaria, em Belém, fechou a primeira porta antes mesmo de Jesus nascer. Em outra ocasião, os que levaram Jesus até ao sumo sacerdote, para ser julgado, fecharam outra porta. Em ambos os casos as portas se fecharam porque Jesus representava uma ameaça. No entanto, outras portas se abriram – nas casas de Zaqueu, de Mateus, de Pedro e de Marta. Quando Jesus entrou em tais casas, pessoas foram transformadas. Elas se tornaram seguidoras e proclamadoras da Sua Mensagem e receberam muitas Bênçãos, das quais deram testemunho. Hoje Jesus continua a bater à porta do nosso coração. Ele vem para entrar pela primeira vez, para renovar Sua Presença ou para um novo encontro, pois por vezes O deixamos de fora. Quando permitimos que Ele entre e, juntos, partimos o pão, Jesus se faz conhecer a nós como se fez aos discípulos na estrada de Emaús (veja Lucas ). Oração: Entra, Cristo Jesus, em minha vida e em meu coração. Não há vida sem a Tua Presença. Em Teu nome oro. Amém. Pensamento para o dia: Os que recebem a Cristo têm suas vidas transformadas. Oremos por alguém que tenha fechado a porta a Cristo.

9 – quinta-feira – PENSE! DEPOIS FALE! (leia Tiago 3) Hebreus 3.13 – (...) exortai-vos mutuamente cada dia, (...) “O senhor Mac acreditava que eu era bom em matemática”, disse Davi, numa reunião de classe, no último verão. “Não importava se eu realmente era ou não. O fato de ele acreditar nisso fez uma grande diferença em minha vida.” Davi também falou de um professor de música que pediu para ele sair do coral de meninos e, depois de ouvir o grupo sem a sua presença, disse: “Assim está melhor!”. “Eu não gosto desse homem até hoje!”, disse Davi. Se você acha que as palavras não têm importância, pare e ouça o que dizem as pessoas ao se recordarem da sua mocidade. A maioria de nós é capaz de se lembrar de uma crítica destrutiva de décadas atrás. A Bíblia nos adverte do mal que as palavras podem causar. Tiago nos diz que “a língua (...) contamina o corpo inteiro e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como é posta ela mesma em chamas pelo inferno” (Tiago 3.6). Por outro lado a Palavra de Deus nos lembra repetidamente que, pelas nossas palavras, podemos edificar uns aos outros e a Igreja. Nem sempre nos expressamos como Cristo, mas podemos pedir a Ajuda de Deus para usarmos palavras de edificação, ao invés de destruição. Oração: Obrigada, Pai, por nos encorajares pela Tua Palavra. Ajuda-nos a repassarmos aos outros esta Bênção, falando com cuidado. Em nome de Jesus. Amém. Pensamento para o dia: As palavras são poderosas e podem ajudar ou prejudicar. Oremos pelas pessoas magoadas por palavras impensadas.

10 – sexta-feira – SUSSURROS DE ESPERANÇA (leia o Salmo 46) Salmo – Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito oprimido. Eu achava que minha fé fosse muito forte, até que uma dor crônica começou. Quando soube que os médicos e os remédios não solucionariam o problema e que aquela dor me acompanharia para sempre, provavelmente piorando com o tempo, fiquei amargo, irado e violento. Em minha mente eu ouvia coisas como : “Deus não deve amá-lo mais. Sua fé foi uma perda de tempo e é inútil. Se você quer uma cura definitiva para a sua dor, por que não se mata?”. Porém o Espírito Santo também estava falando comigo: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus” (Romanos 8.28). “A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza” (2 Coríntios 12.9). Eu sei que talvez tenha que esperar algum tempo antes de conhecer o bem que Deus promete mas estou aprendendo que, não importa quão forte a minha dor se torne, a Graça de Cristo me basta para o dia! Finalmente, o Espírito sussurrou: “Cristo lhe preparou um lugar para a eternidade – onde não há dor, tristeza nem morte” (Apocalipse 21.4). Parei de dar ouvidos às minhas dúvidas e decidi confiar nAquele que me ama e que deu Sua Vida (com dor indescritível) para me redimir do pecado e me livrar dos problemas deste mundo. Oração: Amado Deus, abre nossos ouvidos para ouvirmos a Tua Voz de Consolo e Esperança em meio às provações de nossas vidas. Mantém-nos centrados em Ti e na Tua Palavra. Em nome de Jesus. Amém. Pensamento para o dia: Se prestarmos atenção, conseguiremos ouvir os Sussurros de Amor de Deus. Oremos pelas pessoas que sofrem de dores crônicas.

11 TESTEMUNHO REF – UM REFÚGIO Quando digitei este texto, foi inevitável lembrar da mamãe no hospital, principalmente em suas últimas internações, quando só ainda mexia os braços, os olhos e a boca. Seus braços ainda abraçavam daquela maneira tão gostosinha e aconchegante, seus olhos ainda tinham o brilho do amor, da entrega e da confiança, e seu sorriso e suas palavras faziam médicos, enfermeiros, porteiros e faxineiros ainda ficarem um pouco com ela antes de irem para casa. Mesmo com os poucos recursos que a mamãe ainda tinha, ela transmitia Jesus com tanta força que as pessoas a procuravam de uma forma alegre e descontraída, com raríssimas exceções. Depois reencontrei grande parte desse mesmo pessoal no sepultamento dela, e o amor e a sensação de perda que eles me passaram chegou a realmente me impressionar. Muitas dessas pessoas são minhas amigas até hoje, embora a mamãe já tenha falecido há 7 anos. Deus usou a mamãe para Se mostrar, de forma inesquecível, a muita gente. Os Frutos do Espírito, que ela demonstrou ao longo de toda a sua vida, ensinaram muito a cada um dos que tiveram o prazer e o privilégio de conviver com essa mulher maravilhosa! Glória a Deus por isso!


Carregar ppt "Formatado por: ALIMENTO ESPIRITUAL SEMANAL 08.09.07 – 14.09.07."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google