A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 MANUAL DO LABORATÓRIO Elaboração: Profº Pedro Lucas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 MANUAL DO LABORATÓRIO Elaboração: Profº Pedro Lucas."— Transcrição da apresentação:

1 1 MANUAL DO LABORATÓRIO Elaboração: Profº Pedro Lucas

2 2 INTRODUÇÃO Um laboratório não se parece com nada com o que se vê na mídia. Num laboratório você não irá encontrar um sujeito com o cabelo todo espetado como se tivesse acabado de tomar um choque, nem fumaça saindo de dentro de tubos e um monte de frascos com líquidos coloridos. Aliás, grande parte dos líquidos utilizados num laboratório são incolores como a água, o álcool e outros mais. Portanto no laboratório,tenha todo cuidado possível, pois as aparências enganam, e é fácil que acidentes aconteçam. Para evitar acidentes, foram criadas regras de segurança que devem ser seguidas rigorosamente.

3 3 REGRAS DE SEGURANÇA NO LABORATÓRIO: REGRAS DE SEGURANÇA NO LABORATÓRIO: Nunca coma ou beba no laboratório, mesmo se for durante uma explicação. Assim, qualquer bebida, balas, chicletes e outras guloseimas SÃO PROIBIDAS dentro do laboratório. Utilize o intervalo para isto, pois o laboratório é um lugar para realização de trabalho sério. Não utilize as mãos para tocar nas substâncias, pois além de estragá-la, você pode sofrer algum tipo de lesão, a não ser que seu professor oriente para isto. Preste muita atenção durante a explicação do experimento que será executado e programe-se antes de começar sua realização.

4 4 NUNCA cheire um produto diretamente. Desta forma você não correrá o risco de sofrer intoxicação. Seu professor ensinará como fazer. LEVE para o laboratório somente o material necessário. Materiais que não pertençam ao mundo laboratorial (mochila, celular, etc..) não são permitidos, pois são grandes causadores de acidentes. Cuidado com a vidraria utilizada. Além de ser material cortante, não é possível distinguir uma vidraria quente de uma fria. Todo cuidado é pouco. Conserve sempre limpa sua área de trabalho (bancada). Se sujou, limpe imediatamente!

5 5 Não utilize chinelos, sandálias ou qualquer calçado aberto. Use sempre sapatos ou tênis. CUIDADO: Num laboratório são utilizados bancos ao invés de cadeiras, portanto sente-se corretamente. Ao deixar o laboratório, limpe todo o material utilizado ao final da experiência e deixe os bancos devidamente arrumados, pois outras turmas irão utilizar este espaço depois de você. ECONOMIZE PALAVRAS: Fale só o necessário, e qualquer dúvida que você tenha pergunte diretamente ao professor. Não tome nenhuma atitude sem autorização do seu professor. Pergunte sempre antes!

6 6 MATERIAL DE LABORATÓRIO Diversos utensílios são utilizados em laboratório, e dependendo da especialização pode haver grande diferença entre eles. A seguir destacamos alguns dos mais utilizados em nosso laboratório, que tem finalidade pedagógica.

7 7 Balão de Erlenmeyer Bastante utilizado no aquecimento e armazenamento de substâncias liquidas.

8 8 Balança de precisão Utilizada para aferir massa, numa escala bastante reduzida.

9 9 Balão de fundo chato Utilizado para armazenamento de substâncias, e também no preparo de soluções.

10 10 Balão de Kitassato Utilizado para fazer filtração à pressão reduzida.

11 11 Copo de Becker Pode ser usado para aquecer substâncias ou preparo de soluções. Apresenta várias medidas volumétricas.

12 12 Pipeta volumétrica Utilizada para medir com precisão e transferir substâncias liquidas.

13 13 Proveta É um tubo graduado, de forma cilíndrica, usado para medições sem grande precisão.

14 14 Tubo de ensaio Usado na realização de pequenas reações e até aquecimento de substâncias.

15 15 Grade para tubos de ensaio Armazena os tubos de ensaio que estão sendo utilizados. Os tubos devem ser colocados nesta grade atendendo um procedimento padrão.

16 16 Pinças Podem ser de metal ou madeira, e ajudam aquecer substâncias armazenadas em pequenos frascos de vidro.

17 17 Escova para lavar tubos Usada na limpeza de tubos de ensaios e outras vidrarias.

18 18 Bagueta ( ou bastão de vidro ) Utilizada para homogeinizar substâncias.

19 19 Suporte universal Faz parte de um sistema que ajuda filtrar ou aquecer substâncias.

20 20 Mufa e Garra Esquerda: GARRA Direita: MUFA MUFA – Afixada no suporte universal, formando um sistema de sustentação. GARRA – Completa o sistema, segurando a vidraria utilizada no procedimento.

21 21 Funil de vidro Utilizado para transferir líquidos para frascos de boca estreita e também para filtrar substâncias.

22 22 Funil de separação Separa misturas heterogêneas do tipo líquido-líquido.

23 23 Vidro de relógio Usado para armazenar substâncias sólidas. Bastante útil para aferir massa.

24 24 Placa de Petri Conjunto de duas peças de vidro que se encaixam, uma a outra, fazendo com que o sistema fique fechado. Serve para armazenar meios de cultura.

25 25 Termômetro Mede a quantidade de calor contida numa substância ou solução.

26 26 Deionizador Sistema utilizado para purificar a água. Neste processo a água obtida fica livre de todo tipo de partícula sólida.

27 27 Bico de Bunsen Utilizado para aquecimento de substâncias.

28 28 Tripé Apóia frascos para serem aquecidos. Geralmente utilizado com uma tela de amianto.

29 29 Cadinho e pistilo Esquerda: cadinho Direita : pistilo CADINHO – Utilizado para secagem, aquecimento ou maceração de substâncias. PISTILO – Usado para fazer a maceração de substâncias.

30 30 Microscópio óptico Permite observar estruturas muito pequenas, que não são vistas a olho nu, como uma célula animal ou vegetal.

31 31 Estufa Sua finalidade é manter substâncias aquecidas ou, para esterilização de material.

32 32 Bancada É o local onde acontece a maior parte dos procedimentos/experiências.

33 33 Avisos indicativos São recomendações que devem ser seguidas por motivo de segurança.


Carregar ppt "1 MANUAL DO LABORATÓRIO Elaboração: Profº Pedro Lucas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google