A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Deus no controle da História Israel Levado cativo por causa do pecado Babilônia como instrumento da disciplina de Deus Quando: 2º ano do Reinado de Nabucodonosor.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Deus no controle da História Israel Levado cativo por causa do pecado Babilônia como instrumento da disciplina de Deus Quando: 2º ano do Reinado de Nabucodonosor."— Transcrição da apresentação:

1

2 Deus no controle da História Israel Levado cativo por causa do pecado Babilônia como instrumento da disciplina de Deus Quando: 2º ano do Reinado de Nabucodonosor Personagens Principais: Nabucodonosor Daniel Azarias, Misael e Ananias Acontecimento : Interpretação do sonho profético do Rei

3 Um Rei jovem com coração inseguro E o rei lhes disse: Tive um sonho; e para saber o sonho está perturbado o meu espírito. Daniel 2:3 De modo que, se não me fizerdes saber o sonho, uma só sentença será a vossa; pois vós preparastes palavras mentirosas e perversas para as proferirdes na minha presença, até que se mude o tempo; portanto dizei- me o sonho, para que eu entenda que me podeis dar a sua interpretação. Daniel 2:9 Magos, astrólogos e encantadores – Dt – Justamente por causa também destes pecados o Senhor lançou as nações de Canaã para fora da terra. A resposta A coisa que o rei requer é difícil, e ninguém há que a possa declarar ao rei, senão os deuses, cuja morada não é com a carne mortal. Dan 2:11 A Sentença de Morte de todos os sábios.

4 O homem de fé – Ele tinha plena convicção que seria respondido E Daniel entrou; e pediu ao rei que lhe desse tempo, para que lhe pudesse dar a interpretação. Daniel 2:16 O Homem humilde – apesar da convicção ele não agiu com arrogância Então Daniel foi para a sua casa, e fez saber o caso a Hananias, Misael e Azarias, seus companheiros; Para que pedissem misericórdia ao Deus do céu, sobre este mistério, a fim de que Daniel e seus companheiros não perecessem, juntamente com o restante dos sábios da Babilônia. Daniel 2:17-18

5 Tu és a cabeça de ouro. Depois de ti, se levantará outro reino, inferior ao teu; e um terceiro reino, de bronze, o qual terá domínio sobre toda a terra. Dan 2:38-39 Cabeça de ouro – Heródoto, o historiador grego, relata que em apenas um templo babilônico encontrou mais de kg de ouro. Peito e braços de prata – A Pérsia possuía um sistema de tributação em que os impostos eram pagos em prata. Sucedeu o Império Babilônico em 539 AC Ventre e coxas de bronze – Os soldados gregos usavam o bronze em suas armaduras. Eram conhecidos como os gregos forrados de bronze. O sonho de Nabucodonosor

6 E haverá um quarto reino, forte como ferro, porquanto o ferro esmiúça e quebra tudo; como o ferro quebra todas as coisas, assim ele quebrantará e esmiuçará. Dan. 2:40. Pernas de ferro – Roma foi o mais violento e cruel império. Como o ferro é o metal usado para armamentos, este reino foi marcado por sua máquina militar indestrutível Pés de ferro e barro – No ano 476 DC Roma foi derrotada após sucessivas invasões de povos germânicos. Sua grande extensão territorial foi dividida entre 10 nações bárbaras que posteriormente tentaram se misturar através de casamentos ( Eduardo VII e a filha do imperador da Alemanha e outros) O sonho de Nabucodonosor

7 Estavas vendo isto, quando uma pedra foi cortada, sem auxílio de mão, a qual feriu a estátua nos pés de ferro e de barro, e os esmiuçou. Então foi juntamente esmiuçado o ferro, o barro, o bronze, a prata e o ouro, os quais se fizeram como pragana das eiras do estio, e o vento os levou, e não se achou lugar algum para eles; mas a pedra, que feriu a estátua, se tornou grande monte, e encheu toda a terra. Daniel 2:34-35 e Daniel 2:44 Jesus é a Rocha – Ele é a pedra Angular. A pedra que os construtores rejeitaram esta veio a ser a angular Mateus 21.42b. Foi cortado sem mãos humanas – Ninguém tira minha vida, eu de mim mesmo a dou. João 10.18a Destruirá todos os outros Reinos e Reinará eternamente – O Reino do mundo passou a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e Ele reinará pelos séculos dos séculos. Ap b O sonho de Nabucodonosor

8 Respondeu o rei a Daniel e disse: Verdadeiramente, o vosso Deus é Deus dos deuses, e o Senhor dos reis, e o revelador de mistérios, pois pudeste revelar este mistério. Daniel 2.47 Consequências – Gloria para o nome do Senhor Elevação de Daniel Recolocação dos Servos do Senhor em posições estratégicas Deus glorifica Seu nome

9 Deus honra a fidelidade e a fé Ele recompensa a todos que o buscam Ele sempre glorificará Seu nome, e não dará sua glória a outrem. Em suas mãos está o controle de tudo, inclusive da história. Mas há um Deus no céu, o qual revela os mistérios; Daniel 2:28 Conclusão


Carregar ppt "Deus no controle da História Israel Levado cativo por causa do pecado Babilônia como instrumento da disciplina de Deus Quando: 2º ano do Reinado de Nabucodonosor."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google