A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Organização FED. DE XADREZ DO PARÁ - FEXPA Ministrante ÁRBITRO NACIONAL DA CONF. BRASILEIRA DE XADREZ ID 197 – CLAUBER FIGUEIREDO MARTINS Confederação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Organização FED. DE XADREZ DO PARÁ - FEXPA Ministrante ÁRBITRO NACIONAL DA CONF. BRASILEIRA DE XADREZ ID 197 – CLAUBER FIGUEIREDO MARTINS Confederação."— Transcrição da apresentação:

1 Organização FED. DE XADREZ DO PARÁ - FEXPA Ministrante ÁRBITRO NACIONAL DA CONF. BRASILEIRA DE XADREZ ID 197 – CLAUBER FIGUEIREDO MARTINS Confederação Brasileira de Xadrez

2 AN CBX 197 CLAUBER FIGUEIREDO MARTINS Tecnólogo em Processamento de Dados – CESUPA Especialização em Web Design – UNAMA Curso de Atualização em Redes Sociais - CESUPA Engenheiro de Produção – UEPA Especialização em Lógica/Simulação – UEPA Mestrando em Gestão em Esporte e Marketing Esportivo - FGV Tecnólogo em Logística – FAP/ESTÁCIO DE SÁ Técnico em Desenho Industrial – CEFET/PA Técnico em Automação e Controle industrial – CEFET/PA Enxadrista a 18 Anos – CBX/FIDE Árbitro da CBX desde 2007 Arte Educador em Tangram / Origami Presidente da FEXPA Diretor de Marketing da Confederação Brasileira de Xadrez CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS

3 O QUE PRECISA PARA SER UM ÁRBITRO DE XADREZ? Gostar de Xadrez Saber lidar com computadores Saber lidar com as Leis do Xadrez Saber lidar com o Ser Humano, principalmente com os jogadores de xadrez, devido à complexibilidade de caráter e tipo de cada um, quando se encontram envolvidos numa competição. Ter noção de Final – Clássicos Ter Ética e Humildade CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS

4 CLASSIFICAÇÃO DOS ÁRBITROS DE XADREZ ?? Regulamento (ver downloads) CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS

5 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS XADREZ PENSADO OU STANDARD XADREZ RÁPIDO XADREZ RELÂMPAGO (BLITZ) Ritmos de Competição

6 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS Xadrez Pensado ou Standard Partidas com ou mais de 60 para cada jogador 60 KO 1h30 KO 2h KO 90 para 40 L/30 KO 1h30/incremento 30

7 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS Xadrez Relâmpago Partidas com menos de 15 para cada 10 KO para cada jogador 5 KO para cada jogador 2 KO para cada jogador 2 para cada + bônus de 12 3 para cada + bônus de 2 5 para cada + bônus de 3

8 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS Tipos/Sistemas de Competição Round Robin – todos x todos EXEMPLO ROUND ROBIN (ver downloads) Round Robin – TABELA SCHURING

9 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS

10 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS

11 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS

12 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS

13 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS Round Robin – TABELA SCHURING

14 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS Double Round Robin, RR com turno e returno VER EXEMPLO (ver downloads) Eliminatória – perdedores são eliminados até que reste apenas um vencedor VER EXEMPLO (ver downloads) Repescagem – perdedores têm 2ª chance Match – jogada uma série de partidas (4 a 24) VER EXEMPLO (ver downloads) Scheveningen – sistema em que jogadores de um grupo enfrentam só os de outro grupo VER EXEMPLO (ver downloads)

15 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS SISTEMA SUÍÇO Suíço: através do Sistema Suíço é possível organizar uma competição com um número grande de participantes em um tempo relativamente pequeno, sem o inconveniente de eliminar participantes. O objetivo básico do Suíço é apontar um claro vencedor em um número de rodadas tão pequeno quanto possível. Princípios Gerais do Sistema Suíço: Em cada rodada, se for possível, jogadores com igual pontuação são emparceirados. Se for impossível emparceirar todos os jogadores com igual pontuação, então cada jogador que não foi emparceirado com um jogador de pontuação igual a sua será emparceirado com um jogador de pontuação o mais próximo possível da sua. Dois jogadores não se enfrentam mais que uma vez. Na primeira rodada, todos os jogadores têm igual pontuação (zero) e jogam juntos em um único grupo. Na segunda rodada, os jogadores são divididos em três grupos: quem venceu, quem empatou, e quem perdeu. Os jogadores em cada grupo são emparceirados. O mesmo sistema de grupos é continuado através do torneio.

16 CURSO DE FORMAÇÃO DE ÁRBITROS AUXILIARES 2013 – CBX AN CBX 197 CLAUBER MARTINS FIDE HANDBOOK – C04 Sistema Suíço Swiss System Based on Rating04.1. Swiss System Based on Rating (Brasil) Regulations for Swiss System Tournaments The DUBOV Swiss Pairing System (Based on Rating) 04.4 The Burstein Swiss Pairing System (Based on Sonnenborn-Berger and Buchholz)


Carregar ppt "Organização FED. DE XADREZ DO PARÁ - FEXPA Ministrante ÁRBITRO NACIONAL DA CONF. BRASILEIRA DE XADREZ ID 197 – CLAUBER FIGUEIREDO MARTINS Confederação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google