A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A UDIOVISUAL & ROTEIRO RIO BRANCO Prof. Franthiesco Ballerini

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A UDIOVISUAL & ROTEIRO RIO BRANCO Prof. Franthiesco Ballerini"— Transcrição da apresentação:

1 A UDIOVISUAL & ROTEIRO RIO BRANCO Prof. Franthiesco Ballerini

2 E XERCITANDO A CRIATIVIDADE PARA A ESCRITA DO ROTEIRO HÁ ALGUNS ITENS FUNDAMENTAIS PARA ESTIMULAR A CRIATIVIDADE E FAZÊ-LA EFICIENTE: COMBINAR: A UNIÃO DE DUAS IDEIAS OU INVENÇÕES, COMO O CARIMBO COM A PRENSA DE VINHO QUE GEROU A IMPRENSA, O CANHÃO COM O TRATOR GEROU O TANQUE. FAZER O CONTRÁRIO : EM VEZ DE MULTAR MAIS QUANDO HÁ AUMENTO DAS INFRAÇÕES DE TRÂNSITO, PREMIAR OS BONS MOTORISTAS, OU SEJA, UMA AÇÃO OPOSTA AO ÓBVIO. IR CONTRA O PENSAMENTO LINEAR. EM MARKETING, ISSO É FUNDAMENTAL, REMAR CONTRA A MARÉ, FALAR ALGO NOVO, SAIR DO CLICHÊ. COMO A PROPAGANDA DA FIAT “VOCÊ NÃO ACHA QUE ELES ESTÃO FELIZES ASSIM POR CAUSA DESSE CHEIRINHO?”.

3 E XERCITANDO A CRIATIVIDADE PARA A ESCRITA DO ROTEIRO AUMENTAR : EM PROPAGANDA, ISSO É MUITO COMUM, TRATA-SE DE AUMENTAR, MAGNIFICAR, EXAGERAR. É TAMBÉM A TÉCNICA DA CARICATURA. ADAPTAR : NA INDÚSTRIA, RECURSOS DE ADAPTAÇÃO CHEGAM A SER SIMPLES E FUNDAMENTAIS PARA BARATEAR CURSOS. DESPERTADORES QUE TAMBÉM SÃO RELÓGIOS, PRESERVATIVOS PERFUMADOS. EM PROPAGANDA, ISSO É OPORTUNISMO, COMO O FUSCA, QUE CAPITALIZOU PARA SI, EM 1968, A CONQUISTA DA LUA PELA APOLLO 8, DIZENDO “É FEIO, MAS LEVA VOCÊ LÁ”. É APROVEITAR A OCASIÃO PARA RESOLVER UM PROBLEMA OU AUMENTAR A EXPOSIÇÃO.

4 E XERCITANDO A CRIATIVIDADE PARA A ESCRITA DO ROTEIRO DIMINUIR, SIMPLIFICAR : NO LANÇAMENTO DE PRODUTOS, SIGNIFICA TORNAR A VIDA DO CONSUMIDOR MAIS SIMPLES, COMO DISPENSAR O TINTEIRO (CANETA ESFEROGRÁFICA), TELEFONE SEM FIO ETC. EM PROPAGANDA, ESTE RECURSO APARECE NA PARTICULARIZAÇÃO: ELEGER UM ÚNICO E PEQUENO DETALHE DO PRODUTO PARA BENEFICIÁ-LO COMO UM TODO. COMO A LUFTHANSA FALANDO SOBRE O COPO D’ÁGUA QUE OFERECE A BORDO. SIMPLIFICAR É SER CRIATIVO. DESBUROCRATIZAR É RACIONALIZAR AS ATIVIDADES. SUBSTITUIR : COMO O ENGENHEIRO DE ESTRADA, QUE NA FALTA DE SINALIZAÇÃO ADEQUADA DA PISTA, COLOCOU UM BALDE DE PLÁSTICO VERMELHO COM UMA LUZ DENTRO DELA. QUANDO ALGUÉM SE SUBSTITUI, A SI MESMO, PELO OUTRO, COLOCANDO-SE NA POSIÇÃO DO OUTRO, É QUANDO EM GERAL SURGEM BOAS IDEIAS OU MAIORES SUCESSOS NAS RELAÇÕES HUMANAS. TRANSPOSIÇÃO CRIATIVA É COLOCAR-SE NO LUGAR DO OUTRO PARA TER NOVAS IDEIAS.

5 E XERCITANDO A CRIATIVIDADE PARA A ESCRITA DO ROTEIRO MUDAR O PONTO DE VISTA : EM PROPAGANDA, ESSA OPÇÃO É MAIS ENFATIZADA QUANDO SE CRIA, PARA O CONSUMIDOR, UM NOVO PONTO DE VISTA. COMO O ANÚNCIO DA PASTA DE DENTE CREST: “OS DENTES NÃO MORREM DE MORTE NATURAL. VOCÊ OS MATA”. TRATAR UM PROBLEMA É ÀS VEZES MUDAR O PONTO DE VISTA, COMO A SOLUÇÃO DE COLOCAR ESPELHOS NOS ELEVADORES PARA DIMINUIR O VANDALISMO, JÁ QUE AS PESSOAS SE ‘ENTRETEM’ SE VENDO E NÃO GOSTAM DE SE VER VANDALIZANDO ALGO.

6 E XERCITANDO A CRIATIVIDADE PARA A ESCRITA DO ROTEIRO EM OUTRA SEQUENCIA : O VIGIA NOTURNO MUDOU A SEQUENCIA (ROTINA) DAS ÁREAS DA EMPRESA A QUAL ZELAVA E SURPREENDEU O LADRÃO. SUBMETER A ROTINA AO CRIVO CRIATIVO. NA PROPAGANDA, ISSO AJUDA NA PERSUASÃO. DURANTE A GUERRA FRIA, DOIS CARROS, UM FORD AMERICANO E UM ZIM RUSSO, DISPUTAVAM UMA CORRIDA. O FORD CHEGOU EM PRIMEIRÍSSIMO. A IMPRENSA RUSSA ENTÃO DISSE: “NA CORRIDA DE ONTEM, EM MOSCOU, O CARRO SOVIÉTICO CHEGOU EM SEGUNDO LUGAR E O CARRO AMERICANO EM PENÚLTIMO”. VERDADE. CRIATIVIDADE PARA MUDAR O PONTO DE VISTA.

7 E XERCITANDO A CRIATIVIDADE PARA A ESCRITA DO ROTEIRO PARA OUTROS USOS : EM SUBSTITUIR, AS SOLUÇÕES OCORREM EM FACE DE UM PROBLEMA IMEDIATO. JÁ AQUI, AS SOLUÇÕES SÃO ATINGIDAS PELA INTUIÇÃO ABERDA, PELA ESPECULAÇÃO. É USAR ALGO PARA NOVAS PRÁTICAS E APLICAÇÕES. AS VEZES, NÃO SE TEM PROBLEMA ALGUM, MAS SE QUER ACHAR NOVAS SOLUÇÕES PARA UM PRODUTO. EM MARKETING, ESSA OPÇÃO É AVIDAMENTE EXPLORADA, INCLUSIVE AS EMPRESAS PREMIANDO OS CONSUMIDORES SE ACHAREM UM NOVO USO PARA SEU PRODUTO. A NATURA VIVE DE EXPLORAR A AMAZONIA ATRÁS DE MULTIPLOS USOS DAS FRUTAS E SEMENTES DE LÁ. SIM, SIM : TODOS SÓ FUNCIONAM E DÃO LUZ VERDE À CRIATIVIDADE COM ENCORAJAMENTO, TRANSMISSÃO DE CONFIANÇA, POSITIVIDADE. SÓ ASSIM SE ESTIMULA A PENSAR, CRIAR.

8 E XERCITANDO A CRIATIVIDADE PARA A ESCRITA DO ROTEIRO O CONCEITO DE CRIATIVIDADE MUDOU COM O TEMPO. PARA FREUD, A CRIATIVIDADE SE ORIGINA NUM CONFLITO DENTRO DO INCONSCIENTE. MAIS CEDO OU MAIS TARDE O INCONSCIENTE PRODUZ UMA ‘SOLUÇÃO’ PARA O CONFLITO. SE POR ACASO ESSA SOLUÇÃO REFORÇA A ATIVIDADE PRETENDIDA PELO EGO (CONSCIENTE), OCORRERÁ EM FORMA DE COMPORTAMENTO CRIADOR; SE, AO CONTRÁRIO, ELA OCORRE À REVELIA DO EGO, SERÁ ENTÃO REPRIMIDA E ACARRETARÁ UMA NEUROSE.

9 E XERCITANDO A CRIATIVIDADE PARA A ESCRITA DO ROTEIRO ASSIM, NEUROSE E CRIATIVIDADE TEM A MESMA FONTE, SÃO TODAS FONTES DA ENERGIA DO INCONSCIENTE. EM PSICANÁLISE, A NOÇÃO DE CRIATIVIDADE TEM SIDO ‘REGRESSÃO A SERVIÇO DO EGO’. MAS AO LONGO DO TEMPO, COM NOVAS LEITURAS DE FREUD, PASSOU A SER ENTENDIDO COMO PRODUTO NÃO DO INSCONCIENTE, MAS DE UMA TAL DE PRÉ-CONSCIENTE. POIS O INCONSCIENTE NÃO É CAPAZ DE SEMPRE EXPRIMIR LÓGICA, ALFO FUNDAMENTAL PARA A CRIATIVIDADE. POR ISSO A CRENÇA DE QUE OS LOUCOS SÃO MAIS CRIATIVOS É PURO ESTEREÓTIPO, SEM NENHUMA FUNDAMENTAÇÃO CIENTÍFICA. CRIATIVIDADE É A EXPRESSÃO MÁXIMA DA SANIDADE, SAÚDE MENTAL, É A OTIMIZAÇÃO DO PENSAMENTO.

10 UMA ATITUDE OU IDEIA CRIATIVA DEVE PASSAR POR 4 APROVAÇÕES: ADEQUAÇÃO : RESOLVER UM PROBLEMA COM A IDEIA E CRIAR OUTRO MOSTRA QUE A IDEIA NÃO É NECESSARIAMENTE ADEQUADA. UM ANÚNCIO CRIATIVO USAVA UMA MÃE DE SANTO DE SALVADOR PARA DAR UM TESTEMUNHO DO DIA DAS MÃES. MEXEU COM OS RELIGIOSOS BAIANOS E REPERCUTIU MAL NAS VENDAS, CRIANDO UMA GUERRA SANTA CONTRA O ANUNCIANTE. CUSTO - BENEFÍCIO: UMA IDEIA QUE AUMENTARÁ A VENDA DA EMPRESA MAS CUSTA UMA FORTUNA, COMO UM ANÚNCIO COM A MADONNA PARA VENDER SEU PRODUTO. É ADEQUADO MAS O CUSTO É ALTÍSSIMO.

11 UMA ATITUDE OU IDEIA CRIATIVA DEVE PASSAR POR 4 APROVAÇÕES: ÉTICA : A DIFERENÇA DA CRIATIVIDADE DE UMA CRIANÇA PARA A DE UM ADULTO É QUE O ADULTO DEVE SUBMETER SUA IDEIA CRIATIVA AOS CRIVOS ÉTICOS DA SOCIEDADE. EM MARKETING, ISSO É SÉRIO. NA INAUGURAÇÃO DE UM HIPERMERCADO EM SÃO PAULO, A DECISÃO DE UM GERENTE DE MARKETING DE OBRIGAR A ENTREGA DE PRODUTOS NA HORA DO RUSH, DANDO A SENSAÇÃO DE QUE O EVENTO ERA BADALADO, CHEIO DE GENTE, CAUSOU UM CONGESTIONAMENTO ENORME. QUANTAS EMERGÊNCIAS MÉDICAS FORAM PREJUDICADAS COM O TRÂNSITO EXTRA?

12 UMA ATITUDE OU IDEIA CRIATIVA DEVE PASSAR POR 4 APROVAÇÕES: RISCO : TODO VERDADEIRO PRODUTO DA CRIATIVIDADE IMPLICA RISCOS, PORÉM RISCOS CALCULADOS. É ATRIBUTO INTRÍNSECO E IMPRESCINDÍVEL DO QUE SE ENTENDE POR CRIATIVIDADE: PROVOCAR RESISTÊNCIA. CRIATIVIDADE PÕE EM XEQUE PRESSUPOSTOS TRANQUILOS, HÁBITOS, TRADIÇÕES, ROTINAS E ACOMODAMENTOS. RISCO CALCULADO É QUANDO ALGO QUE VOCÊ DETESTARIA ACONTECE MAS VOCÊ NÃO SE ARREPENDE DOS PROCEDIMENTOS QUE LEVARAM A ELE. EM PROPAGANDA, NÃO HÁ CRIATIVIDADE QUE JUSTIFIQUE O RISCO PREVISÍVEL DE COMPROMETER EXTENSIVAMENTE UM ANUNCIANTE, NUM GRANDE SEGMENTO DE MERCADO (COMO A TAL MÃE DE SANTO). AS CAMPANHAS DA BENETTON SÃO TODAS ARRISCADAS, MAS HÁ UM CONTROLE MUITO LÚCIDO DO RISCO, POIS EMBORA ELES MEXAM COM CRENÇAS RELIGIOSAS, POR EXEMPLO, NÃO MEXEM COM CRENÇAS DO SEU PÚBLICO-ALVO, QUE GOSTA DE OUSADIA. UMA IDEIA 100% ADEQUADA TEM 0% DE RISCO, LOGO NÃO É UMA IDEIA NOVA.

13 UMA ATITUDE OU IDEIA CRIATIVA DEVE PASSAR POR 4 APROVAÇÕES: PASSADO TUDO ISSO, AINDA HÁ A FASE DA REALIZAÇÃO, POIS SE O DONO DA IDEIA CRIATIVA DESISTIR NO MEIO, OU NO PRIMEIRO OBSTÁCULO, A IDEIA MORREU DE QUALQUER FORMA. SANTOS DUMONT É O INVENTOR DA AVIAÇÃO POIS RESOLVEU PROBLEMAS QUE OS IRMÃOS WRIGHT NÃO RESOLVERAM EM SEU INVENTO, FOI A FUNDO NA REALIZAÇÃO DA IDEIA.

14 T IPOS DE IDEIAS Ideia selecionada: Provém da nossa memória ou vivência pessoal. Caráter absolutamente pessoal, independe de fatores externos. Como 8 e ½ de Federico Fellini. Ideia verbalizada: Surge daquilo que alguém nos conta, um comentário, um pedaço de história, ouvindo do elevador, captamos do ambiente que nos rodeia. Como Me Alquillo para Soñar, de Gabriel García Marquez. Ideia lida: Jornais e revistas como fonte de ideias, colunas policiais. Exemplo: os filmes de Stanley Kubrick.

15 T IPOS DE IDEIAS Ideia transformada: uma ideia que nasce de uma ficção, de um filme, livro, mudada totalmente. Henrique V de Shakespeare foi uma ideia mudada de outro autor da época. Cuidado: é diferente de plágio. Plágio é a transcrição ipsis litteris das partes da obra. Também não é Adaptação, como de filmes e séries. Ideia proposta: algo encomendado por outro, um roteiro sobre algum heroi nacional. É um grande desafio, pois não é sobre algo que necessariamente gostamos de escrever.

16 T IPOS DE IDEIAS Ideia procurada: aquela que encontramos por meio de um estudo feito para saber qual tipo de filme o mercado quer. Como o filme Como era gostoso o meu francês, de Nelson Pereira dos Santos, com base numa pesquisa sobre o mercado de filmes sobre portugueses e índios no Brasil. Também Malu Mulher, uma pesquisa da TV Globo sobre a necessidade de séries sobre mulheres fortes.

17 C RIATIVIDADE NO ROTEIRO EXERCÍCIO PRÁTICO Todos irão assistir ao curta-metragem ‘Alice’ (Simone Spoladori e Fernando Alves Pinto). Observem o fluxo da narrativa, a profundidade dos personagens, a locação e o ritmo da edição. Em grupos:

18 C RIATIVIDADE NO ROTEIRO EXERCÍCIO PRÁTICO Grupo 1 : Reescreva a storyline e a sinopse do curta, mantendo os mesmos personagens mas com um conflito diferente. Grupo 2 : Mantenha a storyline e o conflito, mas altere os personagens, dando-lhes outras características de personalidade. Grupo 3 : Mantenha storyline e personagens, mas mude a geografia e/ou tempo do conflito, de modo que isso afete a história. Grupo 4 : Modifique o final da história, mantendo personagens, tempo e geografia.


Carregar ppt "A UDIOVISUAL & ROTEIRO RIO BRANCO Prof. Franthiesco Ballerini"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google