A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Temos uma obra de amor: EDUCAR Educar é dar vida. Mas o amor é exigente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Temos uma obra de amor: EDUCAR Educar é dar vida. Mas o amor é exigente."— Transcrição da apresentação:

1 Temos uma obra de amor: EDUCAR Educar é dar vida. Mas o amor é exigente.

2  Mas que uma função, ser educador é uma vocação É a paixão por algo, que faz que gastemos nossa energia e nosso tempo na tentativa de aproximar o impulso que sentimos da realidade que nos cerca.

3

4  O Papa chamou a atenção para três aspetos: O valor do diálogo na educação; A preparação qualificada dos formadores; e A importância e responsabilidade das Instituições educativas – Escolas e Universidades católicas. Papa Francisco: “ Educar é um ato de amor, é dar a vida”

5  O último aspecto: “É preciso que as instituições acadêmicas católicas não se isolem do mundo, mas saibam entrar com coragem no areópago das culturas atuais e colocar-se em diálogo, conscientes do dom a oferecer a todos.” O segundo aspecto é a preparação qualificada dos formadores, que deve ser permanente e não se pode improvisar. “Educar é um ato de amor, é dar a vida”, recordando que o amor é exigente, requer empenho, paixão e paciência para poder comunicar com os jovens de hoje. O primeiro disse respeito ao valor do diálogo na educação. Itinerários educativos de confronto e de diálogo, com uma fidelidade corajosa e inovadora que saiba promover o encontro entre a identidade católica com as várias ‘almas’ da sociedade multicultural” -

6  Tem o Mestre dos mestres: Jesus de Nazaret É um Espaço para humanizar e evangelizar Formada por uma Comunidade Educativa Escola crista/católica: Educaçao centrada em Cristo Jesus iniciou a anunciar a boa nova na “Galileia dos gentios”, encruzilhada de pessoas de diferentes raças, culturas e religiões. “De certa maneira, aquele contexto se assemelha ao mundo de hoje.

7  A escola católica caracteriza-se por ser uma escola para a pessoa e das pessoas. « A pessoa de cada um, com as suas necessidades materiais e espirituais, é central na mensagem de Jesus: por isso a promoção da pessoa humana é o fim da escola católica » A originalidade do seu projeto educativo: É a síntese entre cultura e fé. Com efeito, o saber, colocado no horizonte da fé, torna-se sabedoria e visão de vida. A escola católica ao serviço da sociedade Porque movida pelo ideal cristão, é particularmente sensível ao apelo que se levanta de todas partes do mundo reclamando uma sociedade mais justa e esforça-se por lhe corresponder contribuindo para a instauraçao da justiça. Chamada a promover o objetivo duma escola como lugar de formação integral através da relação interpessoal.

8  Que o Senhor nos faça entender e sentir a evangelização “nao é algo facultativo… é algo necessário. É única. Nao admite indiferença, sincretismos nem acomodação. Representa a beleza da Revelação, e leva consigo uma sabedoria que não é deste mudo. É capaz de suscitar por si mesma a fé, uma fé que tem sua base na potência de Deus”. Que entendamos que merece que nós apóstolos, “dediquemos a ela todo o nosso tempo, todas as nossas energias, e que, se preciso, entreguemos por ela a nossa própria vida” (EN 5) Unidos para a renovação

9  Assim concebida, a escola nao implica apenas uma escolha de valores culturais, mas também uma escolha de valores de vida que devem estar presentes de maneira operante. Por isso ela debe constituir-se como uma comunidade na qual os valores são comunicados por autênticas relações interpessoais entre os diversos membros que a compõem e pela adesão não só individual, mas também comunitaria, à visão da realidade em que a escola se inspira” ( A escola Católica, 32)

10  “O educador nas escolas católicas deve ser antes de tudo muito competente, qualificado e, ao mesmo tempo, rico em humanidade, capaz de estar no meio dos jovens num estilo pedagógico, para promover o seu crescimento humano e espiritual. Os jovens necessitam de qualidade de ensino e os valores não devem ser somente enunciados, mas testemunhados. A coerência é um fator indispensável na educação dos jovens. Não se pode educar sem coerência” O educador da escola católica

11  Cada pessoa que se uma ao projeto para exercer seu papel de educador o faça em plena sintonia com o IDEÁRIO, com disposição ao trabalho em comum assumindo com responsabilidade se trabalho. Nossas escolas são um âmbito privilegiado de encontro entre pessoas. São também um lugar propicio para a criação de experiência de vida orientadas para o encontro e a solidariedade, expressão mais próxima do que é ser comunidade. “Identificar-se é pertenecer”

12  É um desafio entender que “a construçao do mundo segundo o designio de Deus é um aspecto essencial do anuncio evangélico” JPII As perguntas que fazemos a nós mesmos sobre a qualidade de nossa atitude educativa são difíceis…

13  Qual é o nosso conceito do mundo que nós queremos formar?

14  Pensar e criar uma definição ( firme e forte, não apenas formal), do homem que queremos formar por meio de nossa tarefa educativa Qual é modelo de homem, de pessoa que queremos formar?

15   Conhecimento e Amor,  Contemplação do belo; uma beleza que atrai e apaixoa  Comunhão com a verdade e uma verdade que cria comunhão  Inteligência, coração, olhos da alma, não separados, mas sim integrados no mais pleno do ser humano. Assim, é impossível separar os diversos aspectos em nossa atividade pastoral ou educativa. O conceito de SABEDORIA é aquele que reúne harmónicamente diversos aspectos:

16   Sentimento de desanimo. Sempre tem alguem perto que semeia as sementes do pessimismo.  Querer separar antes do tempo, o joio do trigo. O trigo e o joio crescerão juntos e nossa humilde missão talvez seja proteger o trigo como se fossemos seu pai.  Privilegiar os valores da mente mais do que os valores do coraçao. Só o coração une e integra. O coração une a ideia à realidade, o tempo ao espaço, a vida à morte e à eternidade.  Envergonhar-se da fé. É precisso pedir a fé. A nossa fraqueza é a de aqueles que nao acreditam que sua fé pode “mover montanhas”.  Esquecer que todo é superior à parte. Lembrar que a unidade é sempre superior ao conflito. Algumas Tentações na nossa missão educativa

17

18   A cultivar os laços pessoais e sociais, valorizando a amizade e a solidariedade  É essencial que sejamos “mestres de, e da humanidade” com senso de justiça e misericórdia  Que sejamos audaciosos e criativos ante as novas realidades  Convite á alegria, á gratuidade, á festa.  Convite a adoração e a gratidão. A escola pode apresentar, guiar e ajudar a manter o encontro com o Vivente, ensinando a desfrutar de sua presença, seguir seus passos, aceitar seu “ocultamento”. CONVITES

19

20


Carregar ppt "Temos uma obra de amor: EDUCAR Educar é dar vida. Mas o amor é exigente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google