A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Kraemer CCNA 1 – Modelos OSI e TCP/IP. Kraemer Modelos OSI e TCP/IP • Modelo em camadas • Modelo OSI • Modelo TCP/IP • Comparação dos modelos • Endereçamento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Kraemer CCNA 1 – Modelos OSI e TCP/IP. Kraemer Modelos OSI e TCP/IP • Modelo em camadas • Modelo OSI • Modelo TCP/IP • Comparação dos modelos • Endereçamento."— Transcrição da apresentação:

1 Kraemer CCNA 1 – Modelos OSI e TCP/IP

2 Kraemer Modelos OSI e TCP/IP • Modelo em camadas • Modelo OSI • Modelo TCP/IP • Comparação dos modelos • Endereçamento de rede

3 Kraemer Encapsulamento Desencapsulamento Modelo de camadas

4 Kraemer • Sistema de Interconexão Aberto • Desenvolvido pela ISO • Resultado de pesquisa sobre a DECnet, SNA e TCP/IP • Conjunto de regras aplicáveis em todas as redes Modelo OSI

5 Kraemer Vantagens da divisão em camadas: • Decompõe as comunicações de rede em partes menores e mais simples • Padroniza os componentes de rede, permitindo o desenvolvimento e suporte por parte de vários fabricantes • Possibilita a comunicação entre tipos diferentes de hardware e de software • Evita que mudanças de uma camada afetem as outras Modelo OSI

6 Kraemer Modelo OSI

7 Kraemer Modelo OSI

8 Kraemer Modelo OSI

9 Kraemer Modelo OSI

10 Kraemer Modelo OSI

11 Kraemer Modelo OSI

12 Kraemer Modelo OSI

13 Kraemer Encapsulamento (adição de cabeçalho) Desencapsulamento (interpretação do cabeçalho) Cada camada fornece serviço a outra camada. Modelo OSI

14 Kraemer PDU (Protocolo de Unidade de Dados) Modelo OSI

15 Kraemer Modelo TCP/IP

16 Kraemer • Desenvolvido pelo DoD • Padrão Aberto • OSI e TCP/IP  Ambos fazem comutação • TCP/IP pode garantir a entrega • OSI garante a entrega • TCP/IP é mais simples • TCP/IP foi o protocolo adotado na Internet • Orientados á conexão, confiáveis, fazem controle de fluxo e de erros Modelo TCP/IP

17 Kraemer Camada de Aplicação Modelo TCP/IP

18 Kraemer Camada de Transporte Forma uma conexão lógica entre dois pontos. Envia segmentos. Modelo TCP/IP

19 Kraemer Camada de Transporte TCP: • estabelece conexão ponta-a-ponta • controla o fluxo utilizando “janela” • oferece confiabilidade através de nº de sequência e confirmações Modelo TCP/IP

20 Kraemer Camada de Internet Determina o melhor caminho e a comutação de pacotes Modelo TCP/IP

21 Kraemer Camada de Internet Características do IP: • oferece roteamento sem conexão • não se preocupa com o conteúdo, apenas procura um caminho até o destino • define um pacote e um esquema de endereçamento • transfere dados entre a camada de Internet e a camada de Acesso à Rede • não realiza e verificação e a correção de erros (isto é papel das camadas superiores) Modelo TCP/IP

22 Kraemer Camada de Acesso á Rede Permite que pacotes IP estabeleçam um link físico com os meios físicos de rede Modelo TCP/IP

23 Kraemer Camada de Acesso á Rede SLIP (Protocolo de Internet de Linha Serial) e PPP (Protocolo Ponto-a-Ponto) oferecem acesso à rede através de uma conexão com modem Funções desta camada: • mapeamento de IP para MAC e o encapsulamento de Pacote em Quadro • conexão com os meios físicos Modelo TCP/IP

24 Kraemer Modelo TCP/IP

25 Kraemer Encapsulamento de dados Modelo TCP/IP

26 Kraemer Comparação dos modelos

27 Kraemer Ambos utilizam comutação de pacotes Modelo OSI sempre garante entrega Comparação dos modelos

28 Kraemer Conhecimentos essenciais: • IP • Máscara • Gateway • Ping (endereço, nome, gateway e nome externo) Endereçamento de rede

29 Kraemer Endereçamento IP IPv4  quantos bits? Quantos octetos? IPv6  quantos bits? Qual tipo de representação? Um PC pode ter mais que um IP (dual homed)? Endereçamento de rede

30 Kraemer Endereçamento IP é hierárquico Endereçamento de rede

31 Kraemer Classes de endereços IP (padrão IETF) Endereçamento de rede

32 Kraemer Endereços de Rede Endereçamento de rede

33 Kraemer Endereçamento de rede

34 Kraemer Endereçamento de rede

35 Kraemer Endereçamento de rede

36 Kraemer Endereçamento de rede

37 Kraemer Para o roteador o que interessa é o endereço da rede! Endereçamento de rede

38 Kraemer O endereço de Broadcast envia dados para todos os host da rede. Exemplo: Endereçamento de rede

39 Kraemer Transmissão Unicast  direcionada, destino bem conhecido Transmissão Multicast  para um grupo Transmissão Broadcast  para todos que estão no mesmo domínio Endereçamento de rede

40 Kraemer Endereços Exclusivos IANA (Internet Assigned Numbers Authority) gerencia IP´s usados publicamente para garantir que não haja duplicidade Endereçamento de rede

41 Kraemer Soluções para evitar a falta de IP´s CIDR  roteamento sem classes entre domínios Redes privadas podem ter duplicidade de IP (mas não na mesma rede) NAT  conversão de endereços de rede Endereçamento de rede

42 Kraemer Endereços Privados na WAN Endereçamento de rede

43 Kraemer Introdução às sub-redes • Necessária para divisão de redes grandes • Impede o esgotamento de IP • Dividir uma rede em sub-redes significa usar a máscara para dividir a rede em segmentos menores, mais fáceis de gerenciar Endereçamento de rede

44 Kraemer IPv6 X IPv4 • Em 1992, a IETF identificou duas preocupações: • esgotamento dos endereços IPv4 • ameaça dos roteadores não suportarem eficientemente grande quantidade de rotas • Surgiu o IPv6 e o CIDR Endereçamento de rede

45 Kraemer Atribuição de endereços IP • Atribuição estática • Atribuição dinâmica • Servidor RARP • BOOTP • DHCP Endereçamento de rede

46 Kraemer Servidor RARP Cliente solicita (request), Servidor relaciona MAC com IP e devolve (response) ao Cliente. Em que contexto aparece o Broadcast? Endereçamento de rede

47 Kraemer Protocolo BootStrap (BOOTP) O Cliente utiliza um pacote IP para obter informações O Servidor informa IP e o endereço de gateway Em que contexto aparece o Broadcast? Endereçamento de rede

48 Kraemer Protocolo BootStrap (BOOTP) O administrador deve configurar o perfil de cada dispositivo O Cliente utiliza um pacote IP para obter informações O Servidor informa IP e o endereço de gateway Endereçamento de rede

49 Kraemer DHCP (Protocolo de Configuração de Host Dinâmico) É o sucessor do BOOTP Permite mobilidade aos usuários (mudam de uma rede a outra facilmente) Qual servidor vai atender o Cliente? Endereçamento de rede

50 Kraemer Resolução de problemas Endereçamento de rede

51 Kraemer O Processo ARP O que é Proxy ARP? Endereçamento de rede


Carregar ppt "Kraemer CCNA 1 – Modelos OSI e TCP/IP. Kraemer Modelos OSI e TCP/IP • Modelo em camadas • Modelo OSI • Modelo TCP/IP • Comparação dos modelos • Endereçamento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google