A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INCUBAÇÃO Prof. Dr. Levy Rei de França. Incubação Artificial Importante no desenvolvimento da avicultura industrial Influência na produção de frango de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INCUBAÇÃO Prof. Dr. Levy Rei de França. Incubação Artificial Importante no desenvolvimento da avicultura industrial Influência na produção de frango de."— Transcrição da apresentação:

1 INCUBAÇÃO Prof. Dr. Levy Rei de França

2 Incubação Artificial Importante no desenvolvimento da avicultura industrial Influência na produção de frango de corte e ovos Desenvolvimento embrionário fora do organismo materno

3 Faixa% aceitável Mortalidade embrionária precoce (1 a 7 dias) 3,5 % ou menos Mortalidade embrionária intermediária (8 a 14 dias) 0,5 % ou menos Mortalidade embrionária tardia (15 a 21 dias) 1,5 % ou menos Refugos0,5 % ou menos Trincados0,5 % ou menos Bicados1,0 % ou menos Infertilidade3 % ou menos Faixa de idade de mortalidade e percentual aceitável Guahyba, 1997

4 Composição do ovo incubável O ovo incubável fresco contém tudo o que o embrião precisa exceto calor e O 2 Poros: entrada O 2 e saída CO 2 e vapor d’água Ave adulta → incubadora → calor e microclima

5 Armazenamento do ovo pré-incubação •Armazenamento prolongado: 16-17°C → 7 dias10-12°C → + 7 dias malformações e crescimento retardado do embrião ↓ a eclodibilidade ↑ aumenta o período de incubação ↓ taxa de entrada de O 2 ↓ blastoderma mortalidade

6 Viragem dos ovos •3º ao 7º dia •3 a 24 vezes/dia •eclodibilidade e período de incubação •Crescimento do embrião •desenvolvimento do cório-alantóide

7 Temperatura ambiente e tolerância •35,5 a 39,5°C •Variações de temperatura → fases •Tolerância x taxa cardíaca Embriões 10 dias: 28°C → 4 dias → 100 bpm 18°C → 2,5 dias → 30 bpm 8°C → parada cardíaca 3 h Temperaturas elevadas → arritmia → morte

8 Localização do incubatório: custo e área do terreno mão de obra energia elétrica água isolamento sanitário distância de granjas vias de acesso

9 Tamanho do incubatório: Capacidade de ovos das máquinas Nº de ovos incubados a cada semana Nº de pintos que nascem/incubação Nº de pintos que nascem/semana

10 Fluxo do incubatório

11 Dependências do incubatório •sala de fumigação: pequena, ventilada •sala de ovos •salas de incubação e de nascedouros •sala de pintos •sala de lavagem •sala limpa

12 Dependências do incubatório

13 Sala de ovos Sala de pintos Sala de incubação eclosão Casa de máquinas e força eclosão Planta baixa de um incubatório f

14 equipamentos •incubadoras tipo mesa ovos camada única óleo, gás ou eletricidade

15 equipamentos •incubadoras tipo armário

16 equipamentos •incubadoras tipo walk-in

17 equipamentos •incubadoras tipo drive-in/wheel-in

18 produção de calor pelo embrião

19 Equipamentos •Nascedouros

20 Outros equipamentos •Filtros de água •Filtros de ar •Ventiladores •Umidificadores •termômetros •Aquecedores de água

21 Outros equipamentos •exaustores •Carrinhos e esteiras para transporte de ovos e pintos

22 Outros equipamentos •Elevadores de ovos •Classificadoras de ovos •bandejas

23 Outros equipamentos •Plataforma giratória •Contadores de pintainhos •Equipamento de sexagem

24 Outros equipamentos •Ovoscópio

25 Exigências físicas para incubação 2.Umidade relativa: 40 – 70% UR*t°C: ↑ t°C ↓ UR perda de água x eclodibilidade: taxa de crescimento mortalidade 19º dia - ↓ UR

26 Exigências físicas para incubação 2.Umidade relativa: perda de peso ou ovoscopia Cálculo de perda de peso: % perda peso = (P ovos incub. – P ovo transf. ) x 100 P ovos incub a perda de peso deve ser de 12% (11,5 a 12,5% - aceitável)

27 Exigências físicas para incubação 2.Umidade relativa:

28 Exigências físicas para incubação 3.Viragem: estágios iniciais 30 a 45° uniformidade de t°C

29 DependênciaTemperatura °CUR%PressãoTrocas ar/h Sala de ovos Positiva3 Sala de espera18-21 e 30/6 h60-75Positiva1 Sala de incubação Positiva25 Sala de nascedouros Negativa30 Sala de lavagem--Negativa10-20 Colheita de pintos 2575Negativa30 Sala de pintos2575Negativa30 Recomendações para as várias salas do incubatório

30 Incubatório

31

32

33 Incubatório – Repasse/Classificação

34 Incubatório - Incubadoras

35 Incubatório - Vacinação em ovo

36

37 Incubatório - Nascedouros

38 Incubatório - Vacinação spray

39 Incubatório - Sexagem

40 Incubatório - Sala de pintos

41 Incubatório - Produto Final

42

43 LUZ Orifício onde coloca o ovo

44 •De acordo com Rosa, Ávila (2000), a eficiência da incubação é determinada baseando-se nos índices de eclosão, eclodibilidade e fertilidade FÓRMULAS: A seguir são apresentadas fórmulas para cálculo dos percentuais de Eclosão (1), Eclodibilidade (2) e Fertilidade (3).

45

46 UNIVERSIDADE DE RIO VERDE - FESURV MEDICINA VETERINÁRIA INCUBAÇÃO DE OVOS Académicos: Vinicius Silva Pereira Karlúcio Gomes Carvalho Professor: Levi Rei de França Rio Verde – GO

47

48

49 Existem diversos modelos com capacidade variável

50 •Gavetas para incubação, eclosão e transporte em plástico altamente resistente

51 Classificação dos Ovos

52 • Sala de Ovos

53 Limite Ideal de Temperatura para Armazenagem de Ovos.

54 Os principais efeitos do armazenamento •1. Tempo de incubação. •2. O nascimento. •3. A qualidade do pintinho será comprometida em 14 ou mais dias.

55 Granja Nutrição Matriz Doença Infertilidade Ovo Danificado Programa Sanitário do Ovo Estoque de Ovos Incubatório Programa Sanitário Estoque de Ovos Ovo Danificado Incubação - gerenciamento do funcionamento das máquinas incubadoras e nascedouros. Manuseio dos Pintinhos FATORES QUE AFETAM O SUCESSO DA INCUBAÇÃO

56 FUMIGAÇÃO

57

58 •1. A temperatura da máquina •2. Idade dos ovos •3. Tamanho do ovo

59 Ovo infértil

60 Morto na fase inicial

61 Viável dia 7

62 Viável 9 dias

63 Morto aos 11 dias

64 Morto aos 15 dias

65 Viragem

66 •Sistema de monitoramento e controle remoto dos equipamentos de incubação via micro-computador. Sistemas de Controle do Processo de Incubação

67

68

69

70 Retirada do Pintinho e Processamento Quando a maioria deles estão secos e com penugem, alguns (mais ou menos 5%) ainda com o pescoço úmido.

71

72 Incub. % Nascimento % Fertilidade % Nascimento ovo fértil A B C Exemplo: (86.4% nascimento ÷ 96% fertilidade) *100 = 90% nascimento do ovo fértil

73 Idade de Matriz Nascimento dos ovos férteis (semanas) (%) 25 a 33 >90,2 34 a 50 >91,8 51 a 68 >88.6

74 Sala de Sexagem

75 Sexagem de frangos de corte

76 Sala de Expedição

77 VACINAÇÃO “IN OVO” VACINAÇÃO “IN OVO” (MAREK, BOUBA AVIÁRIA, GUMBORO)

78 VACINAÇÃO SUBCUTÂNEA VACINAÇÃO SUBCUTÂNEA (MAREK, BOUBA AVIÁRIA, GUMBORO, ENCEFALOMIELITE AVIÁRIA)

79 Lixo de Incubatório!!!!

80

81 TRAUMATIZANTE


Carregar ppt "INCUBAÇÃO Prof. Dr. Levy Rei de França. Incubação Artificial Importante no desenvolvimento da avicultura industrial Influência na produção de frango de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google