A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA 2010 ECONOMIA E VIDA “Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” (Mt 6,24) Conselho Nacional das Igrejas Cristãs CONIC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA 2010 ECONOMIA E VIDA “Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” (Mt 6,24) Conselho Nacional das Igrejas Cristãs CONIC."— Transcrição da apresentação:

1 CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA 2010 ECONOMIA E VIDA “Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” (Mt 6,24) Conselho Nacional das Igrejas Cristãs CONIC 1

2 2

3  A Fraternidade e a Quaresma  Construção de novas relações  Princípios de justiça  Expressão da filiação divina  Conversão  Em continuidade com as Campanhas anteriores 3

4  A Campanha quer contribuir a equacionar a relação entre economia, vida humana e conservação do meio ambiente vital.  A Terceira Campanha Ecumênica  As CF ecumênicas de 2000 e 2005 estabeleceram dois pilares fundamentais para a construção de uma sociedade mais justa e solidária: a Dignidade Humana e a Solidariedade. 4

5  ECONOMIA  Para os gregos oikomonia diz respeito à gestão do domínio familiar, do oikos, mas pode também significar ‘gestão’, ‘administração’, ‘organização.  O termo economia foi definido por Aristóteles como oiko (casa, lugar) e nomia (regras, normas da casa, do lugar). 5

6  Pio XII afirma que a riqueza de uma nação não se mede por critérios quantitativos, mas pelo bem estar do seu povo.  O que entendemos por bem comum?  Bem comum é o conjunto de condições sociais que permitem e favorecem às pessoas o desenvolvimento integral da personalidade. 6

7 "Colaborar na promoção de uma economia a serviço da vida, fundamentada no ideal da cultura da paz, a partir do esforço conjunto das Igrejas Cristãs e de pessoas de boa vontade, para que todos contribuam na construção do bem comum em vista de uma sociedade sem exclusão". 7

8  Sensibilizar a sociedade sobre a importância de valorizar todas as pessoas que a constituem.  Buscar a superação do consumismo, que faz com que o "ter" seja mais importante do que as pessoas. 8

9  Criar laços de convivência mais próxima entre as pessoas, em vista do conhecimento mútuo e da superação tanto do individualismo como das dificuldades pessoais.  Reconhecer as responsabilidades individuais diante dos problemas decorrentes da vida econômica, em vista da própria conversão. 9

10  Esses objetivos devem ser trabalhados em quatro níveis:  Social  Comunitário  Eclesial  Pessoal  Mostrar a relação entre fé e vida, a partir da prática da Justiça, como dimensão constitutiva do anúncio do Evangelho. 10

11  Denunciar a perversidade de todo modelo econômico que vise em primeiro lugar o lucro, sem se importar com a desigualdade, miséria, fome e morte.  Educar para a prática de uma economia de solidariedade, de cuidado com a criação e valorização da vida como bem mais precioso. 11

12 “Cuidado! Guardai-vos de toda ganância; não é pelo fato de um homem ser rico que ele tem a vida garantida pelos seus bens” (Lucas 12,15) 12

13  A VIDA DE CADA UM LIGADA À VIDA DE TODOS  ECONOMIA A SERVIÇO DA VIDA OU VIDAS À DISPOSIÇÃO DA ECONOMIA  A QUESTÃO DA ÁGUA  PLANETA TERRA, CASA DE TODOS 13

14 “Havia um homem rico que se vestia de púrpura e linho fino e dava banquete todos os dias. E um pobre, chamado Lázaro, cheio de feridas, que estava caído à porta do rico” (Lc 16, 19 – 21) 14

15  DENUNCIAR a perversidade de um modelo econômico que  visa - em primeiro lugar - o lucro, aumenta a desigualdade e gera miséria, fome e morte. miséria, fome e morte. Brasil - PIB -1,06 trilhões de dólares – Está entre os 20 mais desenvolvidos 15

16  OS POBRES NÃO SÃO APENAS DESTINATÁRIOS DA NOSSA COMPAIXÃO - Urgência nos processos de inclusão  UM SONHO DE TODAS AS PESSOAS – pobreza não é fatalidade.  OBSTÁCULO A SER SUPERADO - os bancos ganharam mais dinheiro em 2008 do que todas as nações pobres do mundo em 50 anos. 16

17 “Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” (Mt 6, 24) 17

18  O pobre está no centro do julgamento de Deus: “Tive fome e me deste de comer” (Mt 25).  A apropriação dos bens por parte de uma minoria de pessoas ou de estados é uma fraude contra a criação de Deus: “O que pertence a Deus, pertence a todos” (Cipriano de Cartago) 18

19  Individualismo afasta do Projeto de Deus  Pensar nas classes menos abastadas: Órfão, viúva e estrangeiro.  OS DIREITOS DOS TRABALHADORES - condenação da exploração do trabalho  Deus cobre de bens os famintos e despede os ricos sem nada 19

20 “Senhor, eu reparto aos pobres a metade dos meus bens e, se prejudiquei alguém, restituo-lhe o quádruplo” (Lc 19, 8) 20

21  A pobreza é produto de decisões e de políticas humanas. Reverter a situações de extrema necessidade de um elevado número de cidadãos e cidadãs brasileiros é obrigação inadiável de uma de uma sociedade como a nossa que aspira a ocupar lugar entre os países mais desenvolvidos do mundo. 21

22 22

23 A juventude brasileira sofre de males comuns : Medo de sobrar: Pela falta de acesso à educação básica e ensino superior Segundo o Ministério da Justiça, 51,4% dos jovens brasileiros não freqüentam a escola e 1,2% milhões são analfabetos (2007). por causa do desemprego -3,2 vezes superior aos adultos, VALHO O QUANTO CONSUMO! Pela lógica consumista do mercado - VALHO O QUANTO CONSUMO! 23

24 Medo de morrer precocemente, por causa da violência homicídios, violência no trânisito, grupos de extermínio, entre outros, tráfico, homofobia, suicídio, sequestro, estupro. É cada vez maior o número de jovens vítimas da violência pelos mais variados motivos: homicídios, violência no trânisito, grupos de extermínio, entre outros, tráfico, homofobia, suicídio, sequestro, estupro. Vida em um mundo conectado, por causa da internet. “Distâncias encurtadas” pelo desenfreado crescimento dos recursos tecnológicos, não raras vezes ocasionam o distanciamento e exclusão de pessoas, o isolamento, a depressão, a vitimação por crimes de internet. 24

25  A situação de pobreza e as condições indignas em que vive a maioria das pessoas exige de nós uma tomada de postura consciente.  A JUVENTUDE E O MOMENTO OPORTUNO DE SE FAZER OPÇÕES ACERTADAS PARA A VIDA. 25

26 26

27 PORQUE PENSAR SOBRE A VIOLÊNCIA E O EXTERMÍNIO DA JUVENTUDE COMO UM PROBLEMA NACIONAL?

28 Ao lado da educação e do trabalho, a violência representa um dos temas que mais afligem a juventude brasileira, marcando decisivamente a sua trajetória e representando um sério problema do ponto de vista das políticas estatais e da compreensão dos riscos e vulnerabilidades de ser jovem no Brasil. Todos os anos, mais de jovens são assassinados no Brasil * * Mapa da Violência dos Municípios Brasileiros 2008

29 29

30 QUEM PROMOVE?  A Campanha é promovida pelas Pastorais da Juventude do Brasil Setor Juventude da CNBB e do Fundo Nacional de Solidariedade.  A campanha foi lançada em 28 de novembro de 2009, em Ipatinga-MG. 30

31 OBJETIVO DA CAMPANHA  O objetivo da Campanha é promover uma cultura da paz em defesa da vida da juventude, denunciando o avanço da violência e propondo saídas, com a valorização dos direitos humanos, e a ampliação dos marcos da cidadania.  Trata-se de uma ação articulada de diversas organizações para levar à sociedade inteira o debate sobre as formas de violência contra a juventude, especialmente o extermínio de milhares de jovens no Brasil e no mundo. 31

32 INICIATIVAS  Várias iniciativas são previstas pela campanha, como a realização de seminários estaduais e marchas locais no primeiro semestre e a construção de uma grande marcha nacional que está prevista para o segundo semestre de

33  Há quem diga que a situação da atual conjuntura só pode ser revertida por meio de um milagre e, tudo o que foi proposto até agora, carece de um milagre urgente.  Então pergunto: O que é um milagre? 33

34 34

35 35

36 36

37 37


Carregar ppt "CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA 2010 ECONOMIA E VIDA “Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” (Mt 6,24) Conselho Nacional das Igrejas Cristãs CONIC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google