A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

- 3 - n n O primeiro valor fundamental da personalidade de Jesus é sua comunhão com o Pai. n n É a chave, o "segredo para entender os outros valores.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "- 3 - n n O primeiro valor fundamental da personalidade de Jesus é sua comunhão com o Pai. n n É a chave, o "segredo para entender os outros valores."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 - 3 - n n O primeiro valor fundamental da personalidade de Jesus é sua comunhão com o Pai. n n É a chave, o "segredo para entender os outros valores de sua vida: a fidelidade e o amor! Com o Pai

4 - 4 - Ofereceu Amizade fraterna a todos!

5 - 5 - Nele estava a plenitude do amor e da fidelidade. Por meio Dele chegou o amor e a fidelidade (Jo 1,15.17). Amou a todos com misericórdia e não teve preconceitos.

6 - 6 - Tratou cada pessoa como única e especial: A samaritana do poço de Jacó; A mulher adúltera; Os cegos e leprosos; Os militares romanos que se aproximavam dele; Os anfitriões das bodas de Caná.

7 - 7 - Sobretudo os seus seguidores e discípulos, sem excluir nem mesmo Judas, que foi tratado como amigo até o último momento: Amigo, faz o que vieste fazer. (Mt 26,50)

8 - 8 -

9 - 9 - A Parábola do Bom Pastor Apresenta os aspectos mais fortes da amizade: 1.O conhecimento e compreensão mútua. Eu conheço minhas ovelhas e elas me conhecem"

10 O conhecimento e a compreensão mútua são a forma pela qual Jesus se relaciona com cada um, como pessoa única, e no seu "pastoreio" se adapta a cada um.

11 A imitação e a identificação que a amizade produz. Eu vou na frente das minhas ovelhas... elas me seguem"

12 é a forma pela qual Jesus faz seus discípulos se parecerem com Ele no modo de agir e de viver.

13 A fidelidade e a lealdade até dar a vida pelo amigo. O Bom Pastor dá a vida por suas ovelhas

14 A fidelidade e a lealdade que Jesus viveu no sacrifício da Cruz, esperando que nós também nos sacrifiquemos por ele, deixando o que em nossa vida se opõe ao evangelho.

15 Jesus, como qualquer homem normal, travou amizade forte apenas com alguns de seus discípulos:

16 Era particularmente amigo do apóstolo João: "o discípulo a quem Jesus amava. (Jo 21,7) Era amigo de Lázaro, sobre cujo túmulo Jesus chorou, (Jo 11,35)

17 De José de Arimatéia, O líder judeu que se preocupou em dar ao corpo de Jesus uma sepultura digna (Mt 27,57) Das irmãs de Lázaro, Marta e Maria

18 Cristo precisa do nosso amor e amizade! Cristo procura-nos, Cristo nos espera,

19 É um aspecto impressionante da personalidade de Jesus 2.Isto serviu de fundamento para a espiritualidade cristã Cristo precisa do nosso amor e amizade!

20 É experiência dos santos 4.Isto faz parte do mistério do amor de Deus 5.Jesus sentiu solidão, componente da necessidade da amizade Cristo precisa do nosso amor e amizade!

21 Jesus procurou, nas horas mais difíceis, o apoio e a amizade de seus discípulos, os amigos com quem esperava contar

22 Faz-se acompanhar de seus discípulos mais amigos No horto de Getsêmani:

23 Pede que o confortem, rezando com ele 3.Quando adormecem, queixa-se... (Mt 26,40) No horto de Getsêmani:

24 Na crise de Cafarnaum: 1.Quando anuncia a Eucaristia, a vida eterna e o valor da fé, muitos não o aceitam e se afastam dele, também discípulos;

25 É um momento de solidão e aparente fracasso Na crise de Cafarnaum:

26 Na crise de Cafarnaum: 3.Jesus procura o apoio e a amizade de seus amigos: Estas palavras são um pedido de que eles confirmem a lealdade de sua amizade. Vocês também querem deixar-me?

27 Quando confirma Pedro como cabeça da Igreja, o que mais lhe interessa é que Pedro lhe garanta Pedro, amas-me mais que estes? (Jo 21,15) sua amizade especial:

28 O Senhor sentiu carinho por ele e ofereceu-lhe uma amizade especial +O jovem não teve a coragem de aceitar esse grau de amizade, afastando-se tristemente Com o jovem rico Jesus sofreu a decepção de uma amizade abortada (Mc 10,21)

29 Paradoxalmente, Jesus, tão sensível à amizade e tão necessitado dela, mostrou-se totalmente livre em suas relações humanas:

30 =É o homem para os demais =O paradigma da amizade =O modelo do homem autenticamente livre +Não se absorveu em ninguém +Não se deixou tolher por ninguém +Não se impôs a ninguém +Deixou todos em liberdade


Carregar ppt "- 3 - n n O primeiro valor fundamental da personalidade de Jesus é sua comunhão com o Pai. n n É a chave, o "segredo para entender os outros valores."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google