A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gaspard Présente Musical & Manuel Na manhã de 10 de junho de 1944,caminhões carregados com soldados alemães, chagaram na cidade de Oradour-sur-Glane.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gaspard Présente Musical & Manuel Na manhã de 10 de junho de 1944,caminhões carregados com soldados alemães, chagaram na cidade de Oradour-sur-Glane."— Transcrição da apresentação:

1

2 Gaspard Présente Musical & Manuel

3 Na manhã de 10 de junho de 1944,caminhões carregados com soldados alemães, chagaram na cidade de Oradour-sur-Glane. Esta pacata cidadezinha próxima de Limoges, contava com 1200 habitantes. A companhia pertencia a divisão SS do Reich do general Lammerding.

4

5

6 Os alemães foram atacados dias antes por um grupo de maquis que queriam impedi-los de subir até a Normandia onde os aliados tinham desembarcado. Em represália, o general Lammerding ordenou à companhia que destruísse Oradour-sur-Glane. A companhia SS possuía aproximadamente 120. Homens,que na Rússia já se destacavam no extermino de populações civis.

7

8

9 No começo da tarde, o vilarejo foi cercado e a população reunida na praça central, com o pretexto de verificação de identidades, não esquecendo as crianças nas escolas. Os SS agiram com toda calma, a população se reuniu sem reclamar.

10

11

12 Os homens foram separados das mulheres e crianças. Foram separados em seis grupos. Cada grupo foi encaminhado em direção a uma granja sob boa guarda. Após serem trancados nas granjas forradas de palhas, os SS atiraram granadas no seu interior.

13

14

15 As mulheres e as crianças foram trancafiados dentro da igreja e os SS colocaram uma caixa de explosivos e palha. O fogo queimou o edifício como destruiu as granjas.

16

17

18

19 Após o feito, os SS saquearam o vilarejo e terminaram incendiando-o. No total, deixaram 642 vítimas. Entre elas, 246 mulheres e 207 crianças,sendo 6 com menos de 6 meses, queimados dentro da Igreja. Oradour-sur-Glane transformou-se na Europa o símbolo da barbaridade nazista.

20

21

22 Massacre das mulheres e das crianças. O grupo trancado dentro da igreja compreende todas as mulheres e todas as crianças do vilarejo. O soldados colocaram perto do altar uma caixa volumosa da qual saíam cordões que caiam no solo. O fogo colocado aos cordões se comunica com a caixa que contem um gás asfixiante (era a solução prevista) mas explode por algum erro; uma fumaça preta e sufocante surge. Muito tiros acontecem dentro da igreja; palha, madeira, cadeiras são atiradas encima dos corpos. Aí os nazistas atearam fogo. O calor era tão forte que na entrada desta igreja percebe-se o sino derretido, esmagado no solo. Escombros de 1,2 m cobriam os corpos.

23

24

25 Uma única mulher sobreviveu ao massacre: Marguerite Rouffanche, nascida Thurmeaux. Seu testemunho constitui tudo que é possível saber sobre o drama. Ela perdeu no massacre, seu marido, seu filho, suas duas filhas e seu neto de sete meses.

26

27

28 No altar da igreja existiam três janelas, a sra. Rouffanche dirigiu-se em direção da maior, e com a ajuda de uma escadinha que era utilizada para ascender velas, ela consegue atingi-la. A janela estava quebrada, ela atirou-se de uma altura de três metros caindo aos pés da igreja e machucou-se pulando para um jardim vizinho. Permaneceu escondida até aproximadamente 17 horas em uma plantação de ervilhas.

29

30

31 Outros massacres. Os SS novamente procuraram pelas casas. E mataram todos os moradores que tinha escapado da sua primeira investida, em particular aqueles cujo estado físico não lhes permitiu deslocarem-se até a praça. É assim que as equipes de resgate encontraram corpos queimados de velhinhos impotentes. Um enviado especial, presente em Oradour nos primeiros dias, mencionou que foram recolhidos de dentro de um forno de uma padaria os restos de cinco pessoas; o pai, a mãe e os três filhos. Um poço continha inúmeros cadáveres foi descoberto em uma granja, muito estragados para serem identificados; foram deixados no local. No total, 644 pessoas foram massacradas neste dia onde a barbaria atingiu seu auge.

32

33

34 Após a guerra, o general de Gaulle decidiu que o vilarejo não seria reconstruído, mas tornaria-se um memorial – da França sob a ocupação. A reconstrução foi idealizada em um outro local em julho de Em 1999, o vilarejo foi consagrado como vilarejo mártir pelo presidente Jacques Chirac

35

36

37

38 O vilarejo mártir é visitado por aproximadamente ( pessoas por ano)

39 Montage Gaspard photos & textes du net


Carregar ppt "Gaspard Présente Musical & Manuel Na manhã de 10 de junho de 1944,caminhões carregados com soldados alemães, chagaram na cidade de Oradour-sur-Glane."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google