A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BARREIRAS-BA Vigilância Epidemiológica PROGRAMA MUNICIPAL DE CONTROLE DE TUBERCULOSE- PMCT Diretora técnica da VIEP: Arisleide.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BARREIRAS-BA Vigilância Epidemiológica PROGRAMA MUNICIPAL DE CONTROLE DE TUBERCULOSE- PMCT Diretora técnica da VIEP: Arisleide."— Transcrição da apresentação:

1 SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BARREIRAS-BA Vigilância Epidemiológica PROGRAMA MUNICIPAL DE CONTROLE DE TUBERCULOSE- PMCT Diretora técnica da VIEP: Arisleide Aprígio Bispo de Souza Maio/2014

2 O Município de Barreiras tem uma área de Km², e fica a 853 km de distância de Salvador e 622 km do DF – Brasília. Situa-se na região Oeste da Bahia, na micro-região dos Chapadões do Rio Grande, às margens do Rio São Francisco. Sua sede fica a uma altitude de 430m, próxima a confluência do Rio de Ondas com o Rio Grande no vale entre as serras da Bandeira e a serra do Mimo.

3 Barreiras por ser município de Gestão Plena fortalece a assistência à saúde descentralizando a prestação de serviços. Atualmente a cobertura das Equipes de Saúde da Família se encontra em 46,46% com 278 ACS cadastrados, sendo 19 USF e 10 UBS (05 UBS rural e 05 UBS urbana). Além de contarmos com Laboratório Municipal de Referência Leonídia Ayres, Pronto Atendimento 24 horas, SAMU, Hospital do Oeste (grande porte), Hospital Municipal Eurico Dutra. Este seguimento tem produzido impacto significativo e importantes indicadores epidemiológicos locais.

4

5 O programa vem intensificando a busca dos sintomáticos respiratórios, através da educação em saúde na comunidade, por meio de palestras nas Unidades de Saúde, sensibilizando toda a equipe, em especial o Agente Comunitário de Saúde, sobre a importância da realização do exame.

6 Estratégias para adesão ao tratamento Realiza visita domiciliar em todo o paciente com BK positivo; Resultado laboratorial em 03 dias; Realiza controle dos contatos e busca ativa de faltosos; Realiza ou referencia para exame radiológico os sintomáticos respiratórios com baciloscopia negativa e quadro clínico sugestivo de tuberculose; Realiza o teste anti-HIV a todo caso de tuberculose;

7 Realiza tratamento para os casos pulmonar positivo; Acompanha pacientes notificados e transferidos para outros municípios; Realiza vacina BCG na Maternidade; Realiza monitoramento mensal do registro dos casos no SINAN; Realiza supervisão e acompanhamento dos pacientes descentralizados paras as UBS, USF e hospitalizados; Estratégias para adesão ao tratamento

8 Identifica e prioriza nas áreas de maior afluência de pessoas no serviço de saúde, a busca ativa de SR; Intensifica a busca ativa do SR por meio de: campanhas (rádio, TV e jornal), no sistema prisional, no Abrigo dos Idosos, no Programa Idade VIVA, população Indígena (Aldeia Kiriri), população de rua. Estratégias para adesão ao tratamento

9 Descentralização para Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Saúde da Família; Sensibilização da equipe do PMCT para o acolhimento ao paciente (palestras); Estreitamento do contato médico/paciente; Redução de tempo de espera para consulta; Parceria com Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA; Parceria com Casa de Apoio para população vulnerável;

10 Experiências exitosas no PMCT / Barreiras-BA Descentralização dos atendimentos para as USF e UBS; Tratamento Diretamente Observado – TDO; Vigilância ativa no tratamento, monitorando a distribuição dos medicamentos diariamente ( Fornecimento e gestão eficaz de medicamentos) ; Abordagem humanizada: acolhimento e estreitamento ao paciente e família.

11 Experiências exitosas no PMCT / Barreiras-BA Equipe multidisciplinar: médico, enfermeiras, técnicos de enfermagem, fisioterapeuta; Monitoramento e avaliação ágil dos casos notificados até o encerramento; Educação permanente dos profissionais de saúde; Promoção de uma nutrição adequada: cesta básica.

12 SITUAÇÃO DA COORTE DE CASOS NOVOS DE TUBERCULOSE/SITUAÇÃO DE ENCERRAMENTO AnoCura% CuraAbandono % Abandono Óbito por tuberculos e Óbito /outra causa Transfe- rências Ign / Em Branco %Ign / Em Branco Sub total 100% Erro Diagnost. Total ,8925, , ,0024, , ,8826, , ,8700, ,65412, , ,4523, , ,8700, ,7424, , ,3313, , ,78411, , ,00714, ,00500 Fonte: SINAN, VIEP e SMS

13 DISTRIBUIÇÃO DE CASOS DE TUBERCULOSE POR FORMA CLÍNICA - BARREIRAS 2010– 2014* Fonte: SINAN, VIEP e SMS

14 NÚMERO DE CASOS DE TUBERCULOSE POR ANO DA NOTIFICAÇÃO SEGUNDO FAIXA ETÁRIA Fonte: SINAN, VIEP e SMS

15 SEXO CONFORME ANO DE NOTIFICAÇÃO Fonte: SINAN, VIEP e SMS

16 CURA DE CASOS NOVOS DE TUBERCULOSE Fonte: SINAN, VIEP e SMS *Dados preliminares

17 ÓBITOS OCORRIDOS CONFORME CAUSA BÁSICA: BARREIRAS-BA Ocorrência\Residência: Barreiras Causa (CID10 3D) Total A16 Tuberculose vias respiratórias s/conf bacter histol 1416 A18 Tuberculose de outros órgãos0101 Total1517

18 Saberes diferentes Em um largo rio, de difícil travessia, havia um barqueiro que atravessava as pessoas de um lado para o outro. Em uma das viagens, iam um advogado e uma professora. Como quem gosta de falar muito, o advogado pergunta ao barqueiro: - Companheiro, você entende de leis? - Não - responde o barqueiro. E o advogado compadecido: - É pena, você perdeu metade da vida! A professora muito social entra na conversa: - Seu barqueiro, você sabe ler e escrever? - Também não - responde o remador. - Que pena! - condói-se a mestra - você perdeu metade da vida! Nisso chega uma onda bastante forte e vira o barco. O canoeiro preocupado pergunta: - Vocês sabem nadar? - Não! - responderam eles rapidamente. - Então é pena - conclui o barqueiro - vocês perderam toda a vida! Reflexão: Não há saber mais ou saber menos: há saberes diferentes". Paulo Freire

19 MUITO OBRIGADA! Secretaria Municipal de Saúde de Barreiras-BA Vigilância Epidemiológica Municipal Programa Municipal de Controle da Tuberculose – PMCT Telefones de contato: (77) 3613 – 9582 / 3613 – 9544 / 3613 –


Carregar ppt "SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BARREIRAS-BA Vigilância Epidemiológica PROGRAMA MUNICIPAL DE CONTROLE DE TUBERCULOSE- PMCT Diretora técnica da VIEP: Arisleide."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google