A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA."— Transcrição da apresentação:

1 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho: Conceitos Gerais Lino, Domingos Fátima Pianta

2 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE TRABALHO O trabalho é a atividade consciente do homem sobre a natureza. É a sua ação pensada, intencional, que possibilita ao homem, através da apropriação e transformação da natureza satisfazer suas necessidades. Com a introdução do modo de produção capitalista, dá-se uma transformação radical na relação do homem com a natureza e dos homens entre si. A sociedade passa a ser dividida em 2 classes: de um lado ficam os proprietários dos meios de produção – os patrões, e do outro lado os proprietários da força de trabalho – os trabalhadores.

3 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE TRABALHO Divisão do trabalho Ao apropriar-se dos meios de produção, a classe capitalista irá apropriar-se também da liberdade e do saber dos trabalhadores, que por sua vez já não “pensam” mais o como realizar o seu trabalho, mas apenas o executam. Separam-se as tarefas de concepção e execução do trabalho, determinada pela divisão do trabalho. Tem-se com esta divisão do trabalho o início da desqualificação do trabalhador e o aumento da intensidade do trabalho e da sua produtividade, já que o trabalhador não mais abandona uma tarefa para executar outra.

4 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE TRABALHO Organização do Trabalho: Para que se possa garantir a intensidade do trabalho e o nível de produtividade, o modo de produção capitalista introduz técnicas de controle da produção, através da organização científica do trabalho, representadas pelo taylorismo e pelo fordismo, surgidos na década de 10 e que irão predominar até a década de 70, sendo que suas principais conseqüências são:

5 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE TRABALHO Organização do Trabalho: principais conseqüências são: o trabalhador passe a ser considerado apenas como um apêndice da máquina. os seus movimentos são determinados pelas máquinas o trabalho é mais uma vez intensificado aumenta a parcialização das tarefas reduz-se ao máximo o tempo para a execução de cada tarefa introdução da esteira rolante, de modo a sequenciar em cadeia o processo de produção.

6 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE TRABALHO A partir da década de 70, quando têm início profundas transformações econômicas e sociais ao nível mundial ocorre o surgimento e a intensificação de novas formas de organização do trabalho, passando da característica monopolista para a flexível, que se diferencia da rigidez do fordismo por proporcionar uma maior flexibilidade nos processos de trabalho, nos mercados de trabalho, nos produtos e nos padrões de consumo.

7 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE TRABALHO As novas estruturas de mercado de trabalho, além de facilitarem a exploração da força de trabalho feminina e de outros grupos desprivilegiados em atividades de tempo parcial, estão possibilitando o retorno de sistemas de trabalho mais antigos co-existindo com as novas formas de organização da produção, gerando resultados contraditórios e perversos: Precarização das condições de trabalho via terceirização Intensificação do trabalho em setores de organização tipicamente taylorista/fordista Redução nos níveis salariais Desemprego estrutural.

8 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais O AMBIENTE SOCIAL E A SAÚDE De um modo geral o meio ambiente social pode ser caracterizado como o conjunto historicamente constituído de relações sociais de produção estabelecidas na interação entre os homens e destes com a natureza, onde valores de uso, objetos que respondem às necessidades humanas tanto fisiológicas quanto sociais, são determinados e as próprias condições de vida são criadas.

9 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais O AMBIENTE SOCIAL E A SAÚDE Concepções de Saúde A saúde pode ser enfocada sob vários aspectos, entretanto três concepções se destacam:  a concepção médica;  a concepção social;  a concepção bio-psico-social

10 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais O AMBIENTE SOCIAL E A SAÚDE Concepção Médica Aquela que se baseia no conhecimento e na tradição médica, na prática da atividade profissional que envolve três abordagens:  clínica: abordagem individual que procura eliminar a doença ou enfermidade e assim restabelecer o adequado funcionamento do organismo;  psíquica: abordagem individual da interrelação, no organismo humano, entre mente e corpo;  sanitária: abordagem voltada à prevenção, promoção e recuperação da saúde coletiva e não da individual

11 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais O AMBIENTE SOCIAL E A SAÚDE Concepção Social Aquela que se coloca como resposta a consciência social de que a saúde é um bem coletivo vinculado ao desenvolvimento político, econômico e social.  aspecto político: a saúde é um direito extensivo à toda população;  aspecto econômico: investir em ações preventivas demanda menor custo do que esperar acontecer os acidentes e aparecerem as doenças;  aspecto sociológico: saúde e doença são acontecimentos ou fatos sociais.

12 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais O AMBIENTE SOCIAL E A SAÚDE Concepção Bio-Psico-Social “Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, o qual não pode ser confundido com a mera ausência de doença, e que se caracteriza pela preservação da vida humana e pela qualificação dos elementos que constituem a condição de vida”.

13 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE MEDICINA DO TRABALHO Concepção baseada na unicausalidade, que reconhece que todo acidente ou doença tem uma única causa e cada causa determina um único acidente ou doença. Os acidentes são explicados como a resultante exclusiva da ação isolada do trabalhador, ato inseguro, e as doenças como resultantes específicas da atuação de agentes patogênicos específicos sobre o organismo do trabalhador.

14 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE MEDICINA DO TRABALHO Abordagem  Abordagem biologicista e individual  Centrada no conhecimento médico  Exposição a agentes externos  Relação causa-efeito

15 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE SAÚDE 0CUPACIONAL Concepção baseada na multicausalidade, que reconhece a multiplicidade ou interação de vários agentes físicos, químicos, mecânicos e biológicos como causadores de acidentes e doenças. Valoriza os aspectos externos ao trabalhador, reproduzindo a forma tradicional da engenharia e da medicina de encarar os acidentes e as doenças, fenômenos de ordem técnica ou biológica centrados no indivíduo, e adotando medidas saneadoras sobre o ambiente de trabalho, higiene no trabalho.

16 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE SAÚDE 0CUPACIONAL Abordagem  Abordagem multicausal e interprofissional  Centrada nas relações técnicas do trabalho  Intervenção baseada na diminuição da freqüência e no nível de exposição  Relação risco X doença

17 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE SAÚDE DO TRABALHADOR Promoção e defesa da saúde no trabalho através de um conjunto de ações destinadas a prevenção e à assistência e reabilitação dos trabalhadores, visando transformar as condições de trabalho e eliminar sua nocividade Concepção que reconhece que a relação saúde/doença é um processo histórico-social expresso no corpo, onde o processo de trabalho é incorporado como categoria central e objeto fundamental na análise da relação trabalho e saúde.

18 Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO Centro Internacional de Formação – Turim - Itália 02 de setembro a 04 de outubro de 2002 Saúde e Trabalho:Conceitos Gerais CONCEITO DE SAÚDE DO TRABALHADOR Abordagem  Abordagem transdisciplinar e multiprofissional, incorporando a epidemiologia crítica e as contribuições das ciências sociais  Baseada na determinação social do processo saúde-doença  Intervenção no processo de trabalho e nas relações de produção  Relação processo de trabalho X saúde


Carregar ppt "Instituto Nacional de Saúde no Trabalho – CURSO SINDICAL DE FORMAÇÃO SOBRE SAÚDE E SEGURANÇA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google