A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

De Jesus e nossa de cada dia Texto: Ir. Rosa Maria Ramalho, fsp Ilustrações: Cláudio Pastro VIA SACRA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "De Jesus e nossa de cada dia Texto: Ir. Rosa Maria Ramalho, fsp Ilustrações: Cláudio Pastro VIA SACRA."— Transcrição da apresentação:

1 De Jesus e nossa de cada dia Texto: Ir. Rosa Maria Ramalho, fsp Ilustrações: Cláudio Pastro VIA SACRA

2 Cobre a noite com seu manto bordado de brilho E nas ruas poucos erguem seus olhos. O sol se levanta iluminando e dando cor A tudo que se mostra E no escuro em que vivemos não nos damos conta.

3 Esquecemos de olhar para o Céu, Nos acostumamos com o cinza dos concretos dos prédios e viadutos das cidades.

4 E na via sacra de todos os dias, Rezada nas ruas e avenidas, Nos campos e nas cidades, Nos locais de trabalho e nas prisões Encontramos homens e mulheres crucificados, Crianças e jovens caídos, Mães que choram,

5 Verônicas e Cirineus que estendem a mão E tornam-se próximos. Com a cruz nos ombros, Sabemos para onde nos dirigimos E sabemos que estamos acompanhados.

6 Oração Inicial Pai, perdoai-nos, pois às vezes é mais fácil contemplar a paixão de teu Filho do que compadecer-nos com os sofrimentos dos nossos irmãos e irmãs.

7 1ª ESTAÇÃO Jesus é condenado à morte Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

8 Senhor, como tu somos condenados. Por dizer que A miséria não nos sacia. A violência não nos protege. A injustiça não nos garante direitos. Condenados sim, somos todos ao teu amor. E pela tua condenação sabemos, Que neste julgamento da vida, A morte não dará sua sentença final.

9 Pai Nosso...

10 2ª ESTAÇÃO Jesus recebe a cruz Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

11 Com os braços de tua cruz, Abraçaste nossas misérias E acolheste nossas dores. E o madeiro que recebeste? Não é ele símbolo de toda criação ferida? Senhor, A natureza também crucificada, Danificada e destruída Clama teu consolo.

12 Pai Nosso...

13 3ª ESTAÇÃO Jesus cai pela primeira vez Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

14 Senhor, Quando nos sentimos fracos, caímos. Quando nos empurram, Também vamos ao chão. Com tuas quedas no caminho para o Calvário, Nos mostras, Que onde quer que estejamos, Estás ao nosso lado.

15 Pai Nosso....

16 4ª ESTAÇÃO Jesus se encontra com Maria, sua mãe Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

17 Mãe, A espada que transpassa teu peito, Faz-nos ver as mesmas dores De teu Filho. E neste encontro, Olhos nos olhos, face na face Dizes com ternura: — Filho é chegada a tua hora.

18 Pai Nosso...

19 5ª ESTAÇÃO Cirineu ajuda Jesus a carregar a cruz Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

20 Não é por acaso que colocaste os teus passos Na direção daquela estrada. Nem tão pouco que teus olhos Cruzaram-se com os Dele. Já não pesa por demais a tua cruz? Carregaste a cruz do Outro, Solidário foi teu ombro ao próprio Deus.

21 Pai Nosso...

22 6ª ESTAÇÃO Verônica enxuga a face de Jesus Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

23 Teu rosto, Rubro e desfigurado. Transfigurados teu olhar e tua expressão. Mãos de mulher, Enxugam tua face e Tocam tua dor.

24 Pai Nosso...

25 7ª ESTAÇÃO Jesus cai pela segunda vez Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

26 Caído te encontras Mais uma vez. E mesmo no chão nos ensinas, Que se perdemos as forças e caímos, Ao levantar, estaremos mais fortes Para continuar o caminho.

27 Pai Nosso...

28 8ª ESTAÇÃO Mulheres de Jerusalém choram ao verem Jesus passar Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

29 “Não choreis por mim”. (Lc 23, 28) Vede vossos filhos, Com fome, sem escola, sem esperança. Olhai para vós mesmas, Vede vossos traços envelhecidos, Vossos dons reprimidos, Vossos direitos negados.

30 Pai Nosso...

31 9ª ESTAÇÃO Jesus cai pela terceira vez Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

32 Caído, nos braços da terra. O chão toca teu rosto E recebes um beijo na carne. Caídos nas ruas também estão os teus, Tombados esperando Que uma mão os levante E uma boca lhes diga, Que esta será a última vez.

33 Pai Nosso...

34 10ª ESTAÇÃO Jesus é despojado de suas vestes Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

35 O corpo nu clama compaixão. Marcado, torturado, Envergonhado. Despojaste-te do Céu, E agora, despido como vieste, Caminhas de volta ao Pai Que te acolhes por inteiro.

36 Pai Nosso...

37 11ª ESTAÇÃO Jesus é pregado na cruz Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

38 Com teus membros É perfurado também o madeiro. Foram as nossas dores que carregaste. Assim, todos estamos crucificados. Nossa dor está unida à tua. Teu amor pregado em nós.

39 Pai Nosso...

40 12ª ESTAÇÃO Jesus morre na cruz Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

41 O Céu rasgou sua veste E no Calvário, permanecem os teus amados, Como se tudo tivesse acabado. Depois de tuas últimas palavras O grande silêncio perdura Até que o sublime anúncio aconteça.

42 Pai Nosso...

43 13ª ESTAÇÃO Jesus é colocado nos braços de sua Mãe Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

44 Ave Maria, Cheia de dores, O teu Filho é contigo, Nos braços. Bendita és tu, entre as mulheres, Entre as meninas. Bendito é o fruto maduro de teu ventre. Santa Maria, Mãe de Deus, mãe da gente. Valei-nos, lembra-te de nós! Agora e naquela hora última, Onde acontecerá, O esperado encontro. Amém!

45 Pai Nosso...

46 14ª ESTAÇÃO Jesus é sepultado Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

47 A pedra colocada sobre o túmulo Não diz tudo. E no jardim toda a criação Permanece esperando A fala do amanhecer.

48 Pai Nosso...

49 15ª ESTAÇÃO Jesus ressuscita A paz esteja convosco Adoramos-te Cristo e te bendizemos. Porque por tua santa cruz remiste o mundo.

50 RESSURREIÇÃO Não mais a pedra sobre o túmulo, Não mais a morte sobre a vida, Não mais a violência sobre a paz, Não mais o ódio sobre o amor. Aquele que é o CAMINHO, Ressuscitou!

51 O silêncio do túmulo Deu lugar a hinos de alegria, Entoados em jardins de madrugada No dia do Senhor de todos os dias! Aquele que é a VERDADE, Ressuscitou!

52 Por todos os lados há sinais... O verde teimoso surge entre o concreto Úteros ainda continuam gerando Onde o comando da morte insiste. Aquele que é a VIDA, Ressuscitou!

53 A vida não coube nos túmulos E nas estruturas de morte. Ressuscitou! Com Ela, ressuscitamos! Da dor, dos golpes, da miséria, Do vazio, da injustiça! É Páscoa! Vitória da VIDA! Aquele que é o AMOR, Ressuscitou!

54 Pai Nosso...


Carregar ppt "De Jesus e nossa de cada dia Texto: Ir. Rosa Maria Ramalho, fsp Ilustrações: Cláudio Pastro VIA SACRA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google