A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gerência do Cadastro Central de Empresas CONFEST 23/08/2006 Usos e Perspectivas Gestão do Cadastro Central de Empresas - CEMPRE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gerência do Cadastro Central de Empresas CONFEST 23/08/2006 Usos e Perspectivas Gestão do Cadastro Central de Empresas - CEMPRE."— Transcrição da apresentação:

1 Gerência do Cadastro Central de Empresas CONFEST 23/08/2006 Usos e Perspectivas Gestão do Cadastro Central de Empresas - CEMPRE

2 CRONOLOGIA I - ANTECEDENTES Ô Censos Econômicos 85 CGC Construção do Cadastro a partir do CGC. Ô Formação e Implantação do Sistema do Banco de Dados. Ocorre a primeira grande carga com dados do CE85. Ô 1992/ Atualizações Periódicas, sem integração com as Pesquisas (RAIS 92, 93 E 94 e PEE 94)

3 CRONOLOGIA II - CONSTRUÇÃO DO NOVO MODELO Ô 1993/1995 -Reformulação das Pesquisas Econômicas Ô Introdução da CNAE - Realização do Censo Cadastro Ô 1996/ Consolidação do Processo de Integração Cadastro x Pesquisas Ô 2001/ Novos avanços CRONOLOGIA

4 –CEMPRE como elemento central –classificação de atividades padronizada - CNAE –forte integração com registros administrativos –pesquisas reformuladas NOVO MODELO DE PRODUÇÃO DE ESTATÍSTICAS ECONÔMICAS

5 CONTEÚDO DO CEMPRE DADOS CADASTRAIS HISTÓRICO CADASTRAL HISTÓRICO ECONÔMICO EMPRESA e UNIDADE LOCAL

6 DADOS CADASTRAIS INFORMAÇÕES DE EMPRESA

7 DADOS CADASTRAIS INFORMAÇÕES DE UNIDADE LOCAL

8 HISTÓRICO CADASTRAL Últimas alterações via GCC comandadas nos dados cadastrais das empresas e das unidades locais. Seu conteúdo é idêntico ao das tabelas de DADOS CADASTRAIS. HISTÓRICO ECONÔMICO Informações de pessoal ocupado, salários pagos e classificação de atividades das unidades, segundo as diversas fontes que atualizam o Cadastro, a partir do ano de 1994.

9 FONTES DE ATUALIZAÇÃO Ô Pesquisas Econômicas Anuais de Industria, Construção, Comércio e Serviços Ô RAIS, CAGED (novas), CNPJ Ô Revistas Especializadas Ô Fontes específicas (CVM, Seguros, Bancos, INEP, FGV) Dados das pesquisas sempre prevalecem sobre os das demais fontes.

10

11 RAIS e CAGED: –Atualização de dados cadastrais de empresas/unidades locais; –Identificação de novos e mortos; –Geração de Cadastros Básicos para Seleção de Amostras das Pesquisas; IRPJ: –compatibilização cadastral; –confronto de valores para composição do sistema de contas nacionais. UTILIZAÇÃO DOS R.A. NA PRODUÇÃO DAS ESTATÍSTICAS

12 redução de custos de levantamento; cobertura quase 100% do emprego e das unidades formais; utilização de mesma unidade de informação e número de identificação e tabelas de códigos comuns (município, CNAE, Nat.Jur); variável de porte para o universo, fundamental para seleção amostral; VANTAGENS NA UTILIZAÇÃO DA RAIS COMO FONTE DO CEMPRE

13 TOTAIS CEMPRE HOJE u 9,1 MILHÕES DE EMPRESAS u 10 MILHÕES DE UNIDADES LOCAIS u 5,4 MILHÕES DE EMPRESAS ATIVAS

14 PROCESSO PERMANENTE DE CRÍTICA DOS DADOS DO CEMPRE - RAIS - CAGED - PESQUISAS - CAD - CEMPRE

15 PROCESSO PERMANENTE DE CRÍTICA PRINCIPAIS CAMPOS VERIFICADOS: - CNAE - Razão Social - Natureza Jurídica - Endereço, CEP, Município - Emprego/salário

16 PROCESSO PERMANENTE DE CRÍTICA CNAE Cnaes especiais e selecionadas; Maiores empresas; Prefeituras e órgãos de governo; Palavra chave na razão social; Confronto ano a ano.

17 PROCESSO PERMANENTE DE CRÍTICA RAZÃO SOCIAL Numérica; Menos de 5 posições; Informações suspeitas Razões diferentes entre UL´s

18 PROCESSO PERMANENTE DE CRÍTICA ENDEREÇO/UF/MUN Menos de 5 posições Validação CEP x UF/município Confronto ano a ano Informações suspeitas

19 PROCESSO PERMANENTE DE CRÍTICA EMPREGO/SALÁRIO Ranking dos maiores (geral/por atividade) Crítica de razões emprego/salário Confronto com valores de pesquisas Confronto ano a ano

20 CICLOS DE ATUALIZAÇÃO Ô Pesquisas Econômicas ano N: Ô1a. Versão: dezembro N+1 ÔVersão Final: maio N+2 Ô RAIS ano N: dezembro N+1 Ô CAGED: maio/dezembro (só inclusões) Ô Demais fontes: CNAE e dados econômicos - a qualquer momento

21 Ù Instrumento de controle e de coordenação no processo de produção de estatísticas econômicas Ù Listagem para geração de cadastros básicos para seleção de amostras para as Pesquisas Econômicas Ù Fornecimento de estatísticas para a sociedade Ù Universo de Referência das unidades existentes - detalhamento ao nível municipal OBJETIVOS DO CEMPRE

22 CEMPRE COMO INSTRUMENTO DE COORDENAÇÃO Ô Base referencial das unidades produtivas e na identificação do código de atividade CNAE. KSecretarias de Fazenda (Federal, Estadual, Municipal) KÓrgãos de Pesquisa (FGV, Seade, IPEA, etc.) KEntidades privadas e governamentais - Federações, Bancos, SEBRAE, etc

23 CEMPRE "Elemento central para obtenção dos cadastros básicos de seleção, amostras e informações cadastrais para a pesquisa de qualquer empresa e/ou unidade local no país". GERAÇÃO DE CADASTROS BÁSICOS DE SELEÇÃO PESQUISAS ECONÔMICAS: PIA, PAC, PAS, PAIC, PINTEC, PMC, PIMES, SINAPI, SNIPC PESQUISAS SOCIAIS: AMS, PNSB, SINDICAL, PEAS

24 CBS PESQUISAS ANO BASE 2004

25 PESQUISAS ECONÔMICAS ANUAIS NUMERO DE EMPRESAS POR PROCESSO DE SELEÇÃO

26 BASE DA PUBLICAÇÃO Os “CAD” são criticados e após tabulação dos resultados, ficam congelados. Anualmente, é gerado um Cadastro Ano Base (CAD) contendo as unidades ativas no ano, extraído do CEMPRE, para servir como base para geração de estatísticas. FORNECIMENTO DE ESTATÍSTICAS PARA A SOCIEDADE

27 CRITÉRIO PARA IDENTIFICAÇÃO DE ATIVOS/INATIVOS São consideradas ativas empresas e unidades locais com situação CNPJ ativa ou inapta que apresentaram declaração da RAIS no ano base, bem como aquelas em operação nas pesquisas IBGE. Além destas, são consideradas também unidades extintas que tenham alguma informação econômica no ano base.

28 SITUAÇÃO CADASTRAL 9 - Cancelado5 - Extinto 9 – Situação desconhecida 8 - Baixado4 - Não localizado 7 - Inapto3 - Paralisado 1 - É informante RAIS 6 – Suspenso1 - Em implantação 0 - Não é informante RAIS 2 - Ativo0 - Ativo Segundo dígitoCNPJPrimeiro dígito IBGE O código de situação cadastral no CEMPRE é composto de 2 dígitos, sendo o primeiro atribuído à situação verificada em uma das pesquisas do IBGE ou no CNPJ; o outro, a situação da unidade na RAIS.

29 INFORMAÇÕES DISPONIBILIZADAS - 1 Básicas Número de Empresas Número de Unidades Locais Pessoas Ocupadas Total; Assalariadas; Proprietários ou sócios Salários e Remunerações

30 Derivadas Distribuição das Empresas segundo faixas de número de pessoas ocupadas Concentração Econômica Diversificação de atividades Diversificação espacial Salário Médio em número de salários- mínimos INFORMAÇÕES DISPONIBILIZADAS - 2

31 ANÁLISE DOS RESULTADOS A CADA ANO SE DEFINE UM FOCO PANORAMA GERAL ASPECTO REGIONAIS DEMOGRAFIA DE EMPRESAS

32 METAS INSTITUCIONAIS Primeiro Semestre - Cadastro Básico de Seleção(CBS) - CBS Pesquisas Disponibilizado em fevereiro/2006 Segundo Semestre - Estatísticas do Cadastro Central de Empresas. Prevista a divulgação das informações relativas a 2004 em outubro/2006.

33 Outros serviços coletivos, sociais e pessoais Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisa,Cadastro Central de Empresas 2003 Tabela 1 - Empresas e outras organizações, pessoal ocupado em 31.12, salários e outras remunerações, segundo seção CNAE Brasil Seção CNAE Pessoal ocupado em Salários e outras remunerações ( R$) Empresas e outras organizações

34

35 ÔDivulgação especial Fundações e Associações Privadas sem Fins Lucrativos - FASFIL ÔCD-Rom e Internet: BIM- Base de Informações Municipais ÔInternet: - Sidra - Sistema de Recuperação Automática de Dados - Banco de dados Ù atendimento a usuários CEMPRE - OUTROS PRODUTOS

36 CEMPRE - atendimentos externos Órgãos públicos Universidades Empresas Pesquisadores * Tabelas com outros recortes * Listagens de empresas

37 Aplicativos / Fontes de Consulta CEMP RAIS a 2005 CNPJ Bases de Dados de outras entidades

38 CEMPRE - Ciclo de Operação CBS Final das Pesquisas Anuais Fev Geração do Cadastro Ano Base PreliminarJan Críticas e Depuração do Cadastro Ano BaseJan/Mai Geração do Cadastro Ano Base DefinitivoMai Publicação das Estatísticas do CadastroJun Divulgação dos Resultados Ago/set Mês Produtos Recebimentoagomaiabrsetout Depuraçãoset/novjunmaiout/deznov Atualizaçãodezjunmaidez Caged 2006/2 Etapas Pesquisas 2004Final Pesquisas 2005 Preliminar Rais 2005 Caged 2006/1 CBS Preliminar das Pesquisas Anuais Dez

39 Exclusivos da GCC:  Estudos comparativos Cadastro x Pesquisas  Implementação da CNAE 2.0 no CEMPRE Projetos Transversais:  Projeto sistema de informações e indicadores culturais.  Projeto de indicadores do meio ambiente.  Projeto SEBRAE  Projeto Instituto Pereira Passos  Projeto SOFTEX PROJETOS ESPECIAIS - em desenvolvimento -

40  Incorporação das Pesquisas Mensais como fonte de atualização  Pesquisa de Atualização Cadastral  Estimativas de Receitas Municipais  Georeferenciamento PROJETOS ESPECIAIS - em perspectiva -

41 QUESTÕES ESTRATÉGICAS  Aumentar integração com RAIS/CAGED/CNPJ (articulação interinstitucional)  Aumentar integração com pesquisas  Buscar novas fontes  Retomar reuniões da Comissão Nacional de Gestores de Cadastros de Pessoa Jurídica  Participar da “20th ROUND TABLE ON BUSINESS SURVEY FRAMES” na Alemanha em 2007

42 CEMPRE Indicadores de Qualidade

43 CEMPRE

44

45

46

47

48

49

50

51 CADASTRO CENTRAL DE EMPRESAS CEMPRE Divisor de águas entre sistemas mais avançados e menos avançados de pesquisas econômicas. Grande trunfo do sistema do Brasil

52 PONTOS FORTES a experiência com o desenvolvimento de cadastro abrangente do universo das empresas existência de número único de identificação. mesma classificação da APU. unidade básica estatística idêntica à administrativa. articulação com RAIS e CAGED, de um lado, e com as pesquisas econômicas de outro. única base de dados que permite visibilidade do conjunto de atividades e do universo de unidades.

53 cobertura: além das empresas, as IPSFL e órgãos da APU. base única das amostras das pesquisas econômicas. indicadores de qualidade através do retorno das pesquisas divulgação anual de estatísticas do cadastro. série 1996 a 2003 atendimentos diversos / repasse de cadastros órgãos de pesquisa PONTOS FORTES

54 PONTOS A INVESTIR Reformulação do sistema informático. Articulação com IRPJ - dados individualizados de receita das empresas. Criação do atributo indicador de porte das empresas, a partir das informação do IRPJ.

55 PONTOS A INVESTIR implementação do módulo de sucessão de empresas. criação da entidade GRUPO de empresas. qualidade do CEMPRE - pontos chaves: cnae e sitcad (atividade das pesquisas é resultado de uma abordagem analítica do órgão de estatística) pesquisa cadastro articulação com RAIS para melhoria do CEMPRE - inclusão da descrição da atividade. implementação da CNAE 2.0, em assimetria entre os registros de mortes e nascimentos de empresas e unidades locais.

56 FALE CONOSCO GERÊNCIA DO CADASTRO CENTRAL DE EMPRESAS TELEFONES : (21) (21) FAX: (21)

57 Cadastro Central de Empresas CEMPRE FIM


Carregar ppt "Gerência do Cadastro Central de Empresas CONFEST 23/08/2006 Usos e Perspectivas Gestão do Cadastro Central de Empresas - CEMPRE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google