A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 a 2 anos Ações que realiza Anda sem apoio. Com 1 ano e 6 meses pode começar a correr, subir em móveis e ficar nas pontas dos pés sem apoio. Vira páginas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 a 2 anos Ações que realiza Anda sem apoio. Com 1 ano e 6 meses pode começar a correr, subir em móveis e ficar nas pontas dos pés sem apoio. Vira páginas."— Transcrição da apresentação:

1

2 1 a 2 anos Ações que realiza Anda sem apoio. Com 1 ano e 6 meses pode começar a correr, subir em móveis e ficar nas pontas dos pés sem apoio. Vira páginas de um livro ou revistas (várias ao mesmo tempo). Gosta de rabiscar no papel. Sabe quando uma ilustração está de cabeça para baixo. Mostra interesse por toda espécie de atividade. Como se comunica Reconhece o próprio nome. A partir dos 18 meses começa a criar frases curtas. A criança começa a formar frases com uma palavra só, tipo “nenê-papá, nenê- naná”, mas até o término do ano constrói frases de até três palavras como: “quer ver tevê”. Esta é a fase das perguntas: “que é isso?” Usa o próprio nome. Reconhece as partes do seu corpo e de outras pessoas. Apresenta atenção para histórias pequenas. Como reage Mostra senso de humor. Nesta fase, o bebê ainda não compreende as regras, contudo chora quando leva uma bronca e sorri quando é o centro das atenções ou quando é elogiado. Quando está bravo, pode atirar objetos ou brinquedos. É possessivo. Prefere não compartilhar brinquedos com as outras crianças.

3 Orientação Pegando, apalpando, ela está descobrindo o tamanho, a forma e a mobilidade de tudo no seu mundo. ● Repetir rotinas, horários; mesmo lugar para os jogos e atividades. ● Deixá-la com outras crianças. ● Proporcionar oportunidades para ouvir músicas. ● Guarda “com” ela os seus brinquedos e roupas. ● Não repreender se a criança não compreendeu o que não pode fazer. ● Compreender que a criança considera ainda seus brinquedos como parte dela e os defende como tais.

4 2 a 3 anos Ações que realiza Tira os sapatos. Chuta bola sem perder o equilíbrio. Gosta de dançar, consegue acompanhar o ritmo da música batendo palmas. Melhor coordenação motora, tanto para flexão como para extensão. Aprende, ainda, principalmente por imitação Negativismo acentuado. Atenção mais desenvolvida. Como reage Apresenta percepção de quem é. Mexe em tudo e faz mal criação, testa a autoridade. Tenta impor suas vontades. Prefere companhia para brincar. Gosta de participar dos serviços de casa, como por exemplo arrumar a mesa do jantar. Como se comunica As frases vão aumentando e surge o plural. As crianças nesta fase tem uma ótima compreensão, entendem tudo que é dito em sua volta. Pergunta: "cadê", "O que", "onde". Chama familiares próximos pelo nome.

5 Orientação A criança necessita de espaço para correr e pular. Deixar ao seu alcance tesoura sem ponta. ● Conversar normalmente com a criança. Não imitar a fala infantil. ● Oferecer espaços para o faz-de-conta. ● Ter paciência, pois é uma condição normal do crescimento. Evitar as oportunidades de alternativas: pôr o assunto em termos definidos, falar claro e simples com ela. ● Dar oportunidades de dramatizar. ● Solicitar que descreva gravuras.

6 3 a 4 anos Ações que realiza Consegue colocar suas roupas e tirá-las sem ajuda de um adulto. Gosta de desenhar. Nesta fase já consegue segurar um lápis na posição correta. Consegue pedalar. Como reage Brinca com as outras crianças. Apresenta interesse pelos sentimentos das pessoas que estão ao seu redor, por exemplo, se perceber que seu pai está triste, procura confortá-lo Como se comunica Constrói frases com até seis palavras, sobre o dia a dia, situações reais e pessoas próximas. Compreende a existência de regras gramaticais e tenta usá-las. É comum a troca do '"r" pelo "l", a qual acaba por volta dos 3 anos e 6 meses. Compreende os conceitos de igual e diferente. É capaz de separar os brinquedos por tamanho e cor. Lembra e conta histórias.

7 4 a 5 anos Ações que realiza Consegue usar a tesoura, corta papel. Melhor coordenação dos músculos grandes. Pequenos músculos das mãos mais desenvolvidos Consegue pegar a bola com as duas mãos quando está em movimento. Como reage Está mais sociável com as outras crianças. Se sente grande perto das crianças menores. Sente vontade de tomar as suas próprias decisões Imaginação muito fértil. Afetuosa – Curiosa É mais segura de si mesma, tem capacidade de autocrítica. Aparece o interesse pelo mundo fora do lar. Como se comunica Nesta fase o vocabulário da criança aumentou bastante, já fala muitas palavras. Expressa seus sentimentos e emprega verbos como “pensar” e “lembrar”. Também fala de coisas ausentes e usa palavras de ligação entre as sentenças, como por exemplo: “e então”, “porque”, “mas”, etc. Gosta de inventar e contar as próprias histórias. Consegue identificar algumas letras do alfabeto e números.

8 Orientação Oferecer brinquedos para que possa exercitar seus sentidos e músculos. ● Contar histórias, ora reais ora fictícias, para que ela aprenda as diferenças. ● Responder sempre as perguntas. ● Ajudar a aceitar os limites necessários. ● Dar oportunidade para compartilhar experiências com a família.

9 Exemplo de atividade de conhecimento corporal.


Carregar ppt "1 a 2 anos Ações que realiza Anda sem apoio. Com 1 ano e 6 meses pode começar a correr, subir em móveis e ficar nas pontas dos pés sem apoio. Vira páginas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google