A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fase de Concepção (Início, Planejamento). Objetivos Conhecer a empresa Levantar requisitos Organizar requisitos Casos de Uso Manutenção de Entidades Consultas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fase de Concepção (Início, Planejamento). Objetivos Conhecer a empresa Levantar requisitos Organizar requisitos Casos de Uso Manutenção de Entidades Consultas."— Transcrição da apresentação:

1 Fase de Concepção (Início, Planejamento)

2 Objetivos Conhecer a empresa Levantar requisitos Organizar requisitos Casos de Uso Manutenção de Entidades Consultas / Relatórios Esboçar o modelo conceitual do sistema Planejar o desenvolvimento Iterações Cronograma Recursos

3 Conhecimento da Empresa O que a empresa quer com o projeto? Por que ele está sendo proposto? Por que a empresa vai gastar dinheiro com o projeto? O projeto é realizável? A equipe de desenvolvimento tem condições de realizar este projeto? Em caso de uma empresa produtora de software para clientes externos:O cliente tem dinheiro para pagar o desenvolvimento? Há tempo disponível? Comprar ou desenvolver?

4 Conhecimento da Empresa (2) Se as respostas são positivas, o passo seguinte é elaborar o sumário executivo do projeto Primeiro artefato

5 Artefatos Sumário Executivo Documento de Requisitos Casos de Uso Modelo Conceitual

6 Sumário Executivo

7 É um documento de 3 páginas, no máximo, que responde às seguintes perguntas O quê? [Onde?] Por quê? Como? Também chamado de Visão Geral do Sistema Estudo de Caso: sistema de locação de vídeo

8 Sumário Executivo documento de texto em formato livre

9 Documento de Requisitos

10 Levantamento de Requisitos Entrevistas Análise de Documentos Estudo Bibliográfico Comparativo

11 Requisitos Requisitos funcionais correspondem à listagem de todas as coisas que o sistema deve fazer para bem gerir o negócio do usuário Requisitos não funcionais são restrições que se colocam sobre como o sistema deve realizar seus requisitos funcionais

12 Requisitos Funcionais Requisitos funcionais evidentes são efetuados com conhecimento do usuário Requisitos funcionais ocultos são efetuados pelo sistema sem o conhecimento explícito do usuário

13 Requisitos Não Funcionais Obrigatórios Desejáveis

14 Requisitos Não Funcionais de interface de implementação de eficiência de tolerância a falhas de segurança de compatibilidade etc

15 Requisitos Não Funcionais Associados a requisitos funcionais Suplementares

16 Requisitos Não Funcionais Permanentes Transitórios

17 Requisitos Funcionais Código do requisito funcional (Ex.: F1, F2, F3,...) Nome do requisito funcional (especificação curta) Descrição (especificação longa, ou detalhamento do requisito) Categoria funcional: evidente ou oculto

18 Requisitos Não Funcionais Código de requisito não funcional associado (Ex.: NF1.1, NF1.2,... NF2.1, NF2.2,...) Nome do requisito não funcional (especificação curta) Restrição (Categoria): especificação (longa) do requisito não funcional, por tipo de restrição Obrigatoriedade: se o requisito é desejável ou obrigatório Permanência: se o requisito é permanente ou transitório

19 Requisitos Não Funcionais (2) Suplementares S

20 Requisitos Funcionais e Não Funcionais Associados

21 Requisitos Suplementares

22 Desafios da Análise de Requisitos Como descobrir os requisitos Como comunicar os requisitos para as outras fases e as equipes do projeto Como lembrar dos requisitos durante o desenvolvimento e verificar se foram todos atendidos Como gerenciar a mudança

23 Organização dos Requisitos Casos de Uso Manutenção de Conceitos (Entidades) Consultas/Relatórios

24 Casos de Uso

25 Caso de Uso Um cenário de interação usuário-sistema Ordenação de um subconjunto de requisitos funcionais, e seus requisitos não-funcionais associados, relacionado com o caso de uso Pouco detalhado na fase de concepção Bastante detalhado na fase de elaboração (refinamento de casos de uso) Dado um requisito funcional, ele deve aparecer em pelo menos um caso de uso Critério de validação de requisitos funcionais

26 Organizando Requisitos em Casos de Uso

27 Diagrama de Casos de Uso UML

28 Diagrama de Caso de Uso Em geral, na fase de concepção, um caso de uso não é decomposto Decomposição é detalhamento (fase de elaboração) Atores primários e secundários Funcionário: primário Cliente: secundário

29 Granulosidade de um Caso de Uso Um caso de uso deve ser uma unidade lógica de trabalho Critérios de tamanho de um caso de uso [Larman] De 3 a 10 passos Duração de minutos a 1 hora Um caso de uso deve ser interativo, com informações fluindo para dentro e para fora do sistema Um caso de uso deve produzir uma alteração consistente na informação armazenada Uma seqüência de consultas puras ao sistema não caracteriza um caso de uso

30 Granulosidade de um Caso de Uso Algumas operações relativamente simples e elementares (de um único passo), como o registro de uma fita, ou de um pagamento, não devem ser consideradas como casos de uso por si só (um único passo)

31 Modelo Conceitual Preliminar

32 Modelo Conceitual A entrada para o modelo conceitual são os casos de uso Cada conceito ou entidade, assim como seus relacionamentos, deve aparecer direta ou indiretamente nas descrições dos casos de uso

33 Modelo Conceitual Preliminar

34 Modelo Conceitual Note que o modelo está incompleto Faltando contemplar o caso de uso Devolver Fitas

35 Manutenção de Conceitos ou Entidades

36 Cada conceito normalmente tem associadas operações de: inserção (I) alteração (A) exclusão (E) consulta (C)

37 Manutenção

38 Consultas / Relatórios

39 Organização de Requisitos em Consultas

40 Planejamento das Iterações

41 Planejamento do Desenvolvimento Alocar o desenvolvimento em ciclos iterativos de mesma duração Estimativa de Esforço

42 Estabelecendo Prioridades Casos de Uso Críticos Casos de Uso de Apoio Manutenção de Conceitos Consultas

43 Planejamento dos Ciclos Iterativos (Fase de Elaboração)

44 Cronograma de Execução Considerar Tempo total estimado para o projeto (em hora/pessoa) Tempo disponível (em semanas ou meses) Tamanho da equipe Estruturação da equipe

45 Planejamento com 4 equipes

46 Planejamento com 2 equipes

47 Observações Note que, associando requisitos não- funcionais a requisitos funcionais, a maior parte dos requisitos não-funcionais é implementada na fase de elaboração Fase de construção: requisitos suplementares Note também que, trabalhando com várias equipes, somente as atividades de implementação-testes são seqüênciais Atividades de análise-projeto podem ocorrer em paralelo

48 Projeto do Curso

49 Projeto Fase Início (Concepção, Planejamento) Documento constando de: Sumário Executivo Requisitos Funcionais e (Não-funcionais Associados) Requisitos suplementares Casos de uso Modelo Conceitual Manutenção de Entidades Consultas / Relatórios Planejamento das Iterações Prazo de entrega: 05/09


Carregar ppt "Fase de Concepção (Início, Planejamento). Objetivos Conhecer a empresa Levantar requisitos Organizar requisitos Casos de Uso Manutenção de Entidades Consultas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google