A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

José Alves de Freitas Neto Célio Ricardo Tasinafo GERAL E DO BRASIL 2.ª edição 2.ª edição.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "José Alves de Freitas Neto Célio Ricardo Tasinafo GERAL E DO BRASIL 2.ª edição 2.ª edição."— Transcrição da apresentação:

1

2 José Alves de Freitas Neto Célio Ricardo Tasinafo GERAL E DO BRASIL 2.ª edição 2.ª edição

3 Capítulo 9Capítulo 32

4 Unidade 4 – O Brasil Republicano e o Século XX

5 OS PERÍODOS REPUBLICANOS República Velha ( ) Era Vargas ( ) República Nova ( ) Ditadura Militar ( ) Redemocratização (1985 aos nossos dias). Brasil: a criação da República e a Primeira República 32 Cap. 32

6 A CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA três poderes voto universal masculino aos maiores de 21 anos alfabetizados e não militares separação da Igreja do Estado POLÍTICA ECONÔMICA Encilhamento. Brasil: a criação da República e a Primeira República 32 Cap. 32

7 REPÚBLICA DA ESPADA: DEODORO E FLORIANO agitação política Revolta Federalista Revolta da Armada. Décio Vilares, Museu da República, Rio de Janeiro. O marechal Floriano Vieira Peixoto. De vice a Presidente do Brasil em 23 de novembro de Brasil: a criação da República e a Primeira República 32 Cap. 32

8 REPÚBLICA OLIGÁRQUICA ( ) importância dos cafeicultores de SP O Encilhamento e o Funding Loan Coronelismo - Cangaço política dos governadores o “café com leite” – Convênio de Taubaté (1906) Guerra de Canudos Revolta da Vacina Revolta da Chibata. Brasil: a criação da República e a Primeira República 32 Cap. 32

9 A BORRACHA NO AMAZONAS E A QUESTÃO DO ACRE novo ciclo econômico: a borracha a questão do Acre a consolidação final do território nacional. Rogério Reis/ PULSAR O Teatro Amazonas, inaugurado em 1896, adquiriu fama mundial. Nele se apresentaram grandes e importantes companhias líricas e de comédia estrangeiras, o que dava mais glamour à cidade. Brasil: a criação da República e a Primeira República 32 Cap. 32

10 A BORRACHA NO AMAZONAS E A QUESTÃO DO ACRE Adaptado de: Revista Nossa História, ano 3, n. 25, p. 21, nov A DISPUTA PELO ACRE Brasil: a criação da República e a Primeira República 32 Cap. 32

11 REPÚBLICA OLIGÁRQUICA ( ) Guerra do Contestado (PR e SC) Movimentos operários de 1917 – Anarquismo no Brasil (Lei de Repressão) – Formação do Partido Comunista Brasileiro O Brasil na 1ª Guerra Mundial  Força neutra. Brasil: a criação da República e a Primeira República 32 Cap. 32

12 A década de 1920 e o fim da República Oligárquica 33 Cap. 33 O FIM DA REPÚBLICA OLIGÁRQUICA a aceleração da urbanização as contestações à elite cafeeira o modernismo nas artes brasileiras.

13 MOVIMENTOS DE CONTESTAÇÃO tenentismo a Revolta dos 18 do Forte (1922) – Revolução paulista (1924) - Comuna de Manaus (1924) Coluna Prestes – Miguel Costa. A década de 1920 e o fim da República Oligárquica 33 Cap. 33

14 A COLUNA PRESTES A MARCHA DA COLUNA PRESTES A década de 1920 e o fim da República Oligárquica 33 Cap. 33

15 A década de 1920 e o fim da República Oligárquica 33 Cap. 33 O MODERNISMO A Semana de Arte Moderna de Discutir a identidade brasileira. Expoentes: Mario de Andrade, Oswald de Andrade, Tarsila do Amaral. SUPER STOCK/KEYSTONE Os quadros de Tarsila, como o Abaporu, refletem a modernização cultural do país.

16 A REVOLUÇÃO DE 1930 a influência econômica da crise de 1929 as disputas internas na oligarquia a reunião de forças em torno de Getúlio Vargas FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS – CPDOC Campanha da Aliança Liberal, no Rio de Janeiro, em A década de 1920 e o fim da República Oligárquica 33 Cap. 33


Carregar ppt "José Alves de Freitas Neto Célio Ricardo Tasinafo GERAL E DO BRASIL 2.ª edição 2.ª edição."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google