A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Biologia e Geologia – 10.º ano Lições n.º 40, 41 e 4210 Nov 2014 Sumário: Características dos corpos do sistema solar (planetas, cometas, etc.). A Terra,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Biologia e Geologia – 10.º ano Lições n.º 40, 41 e 4210 Nov 2014 Sumário: Características dos corpos do sistema solar (planetas, cometas, etc.). A Terra,"— Transcrição da apresentação:

1 Biologia e Geologia – 10.º ano Lições n.º 40, 41 e 4210 Nov 2014 Sumário: Características dos corpos do sistema solar (planetas, cometas, etc.). A Terra, um planeta único a proteger. Compreender a estrutura e a dinâmica da geosfera: - Métodos para o estudo do interior da geosfera. [não realizado] - Vulcanologia – apresentação das instruções para realização de trabalhos de grupo.

2 Recordando, da aula anterior… Ordena as imagens e explica a formação do SS 1. Contração e colapso gravitacional da nébula primordial. 2. Rotação da nébula sobre si mesma, tornando-se num disco achatado, mais denso e quente no centro. 3. Formação do Sol, aglutinação e acreção do material interestelar formando planetesimais 4. Ventos solares provocam a acumulação de material mais denso mais próximo do sol (formação de plan. telúricos) e mais volátil mais longe (p. gasosos)

3 SDS01

4 Sol Nota: as distâncias entre as imagens dos planetas não se encontram à escala Mercúrio SISTEMA SOLAR Vénus Terra Marte Júpiter Saturno Úrano Neptuno Plutão Ups! Plutão já não é considerado um planeta!

5 Com base nas características, identifica e indica se é geologicamente ativo ou não.

6 Actividade geológica Interna Externa Energia provém de: - radioactividade – desintegração atómica de elementos das rochas, que liberta energia. - contracção gravitacional – a posição combinada da Terra, do Sol e da Lua interfere nos campos gravíticos destes astros; na Terra esse efeito origina ciclos alternados de contracções e dilatações, com consequente libertação de energia. - bombardeamento primitivo – durante a fase de acreção acumularam-se grandes quantidades de energia no interior da Terra que, gradualmente, tem vindo a ser libertada. Energia provém do: - Sol – esta estrela introduz a energia necessária para “activar” os agentes que modelam a superfície da Terra. -Impactismo – energia cinética resultante do impacto meteórico. sismos vulcões meteorização erosão crateras de impacto

7 1. Características dos corpos do sistema solar Nova Ficha de trabalho 1.1 C, D, B, A 1.2. C = aglutinação e acreção; D = bombardeamento meteorítico B = diferenciação A = planeta diferenciado 1.3. Por aglutinação e acreção dos materiais interestelares da nebulosa, os corpos/planetesimais aumentaram de dimensão B 2- A 3- B 4- D 5- B 6- A 7- A 8- C

8 Nova Ficha de trabalho 3.1. c) 3.2. Entre Marte e Júpiter (Cintura de Asteroides) 3.3. São mais frequentes as crateras mais pequenas; são menos frequentes as crateras maiores Meteorito é um meteoroide (partícula rochosa em movimento no Espaço) que se desintegrou parcialmente na atmosfera terrestre e colidiu com a sua superfície Nota: ver p. 95 Siderito (ou férreo) é constituído por uma liga de Fe e Ni. Aerólito (ou pétreo) é constituído por silicatos. NOTA: ainda existem os Siderólitos ou petroférreos V F; 2 F V; 3 F V; 4 V V; 5 V F; 6 F F

9 Nova Ficha de trabalho 6.1. Dorsal oceânica: 4 Planície abissal: 3 Talude continental: 1,2 Fossa oceânica: D topografia

10 Nova Ficha de trabalho - cometas 1.Vapor de água, amónia, CO 2 e metano. 2.Cometa é um corpo celeste constituído essencialmente por água, gases congelados e poeiras rochosas, de diâmetro entre 1km e 10km e com órbita muito excêntrica em relação ao Sol. 3.A) Têm uma vida limitada porque, de cada vez que passam próximos ao Sol, desintegram-se parcialmente. B) São corpos primitivos porque se considera que não sofreram outras alterações para além de se desintegrarem parcialmente quando passam pelo Sol. C) A sua constituição com água, amónia, CO 2 e metano, que são compostos percursores de moléculas pré-biológicas, faz com que se coloque a hipótese da Vida ter tido origem na passagem destes corpos próximo da Terra.

11 Desdobrável Planetologia O Universo em expansão, é constituído por mais de milhões de galáxias a “nossa” constituídas por inúmeras estrelas, gases e poeiras de diversos tamanhos e formatos VIA LÁCTEA SOL possui um conjunto de planetas à sua volta roda sobre si própria a 270 km/h a forma é espiral

12 Desdobrável Planetologia SS é constituído por planetas núcleo rochoso e gases, descrevem órbitas muito excêntricas asteroidescometas de vários tamanhos, sólidos, descrevem órbitas concêntricas e excêntricas Mercúrio Vénus Terra Marte Júpiter Saturno Úrano Neptuno com ou sem satélites, descrevem órbitas elípticas

13 Desdobrável Planetologia Planetas gigantes características gerais Júpiter Saturno Úrano Neptuno Grandes dimensões, Baixa densidade, Constituídos por gases (H 2 e He), Muitos satélites naturais, Movimento de rotação rápido. são

14 Desdobrável Planetologia Planetas telúricos características gerais Mercúrio Vénus Terra Marte Pequenas dimensões, Elevada densidade, Constituídos por material rochoso, Poucos ou nenhuns satélites naturais, Movimento de rotação lento, Diferenciados em camadas concêntricas. são

15 Desdobrável Planetologia Meteoritos a importância do seu estudo Fragmentos resultantes da colisão entre asteroides/desagregação de cometas que colidem com um corpo celeste provável origem Sideritos/férreos Siderólitos/petroférreos ou aerólitos/pétreos podem ser classificados em depressão saliente designada cratera de impacto os efeitos do seu impacto são Corpos primitivos praticamente inalterados – informação sobre a formação do SS; Possível origem da Vida na Terra.

16 2. A Terra, um planeta único a proteger.

17

18

19

20

21 Ficha sobre os subsistemas 1.Os sistemas distinguem -se pela troca de matéria e energia com o meio exterior. Assim, no sistema fechado só ocorrem trocas de energia com o meio envolvente, no sistema aberto ocorre a permuta de energia e de matéria e no sistema isolado não ocorrem trocas nem de energia nem de matéria. 2.C) 3.1. Hidrosfera, geosfera, atmosfera e biosfera 3.2. Ex. Oceanos, rochas, camada de ozono e Homem 3.3. Água

22 Ficha sobre os subsistemas 4. b) 5. V, V, F, V, V a) petróleo  c) 2. a)  c) 3. b), a) 4. d) 5. a), b) 6. d), b) 7. a)  d)

23 Ficha sobre os subsistemas 7.1. O 2 – A; CO 2 – B 7.2. O aumento do nível de O 2 deve-se ao aparecimento de seres vivos fotos- sintéticos A quantidade de CO 2 diminui porque é um gás utilizado pelas plantas no processo fotossintético e porque é assimilado em determinadas rochas.

24 Ficha sobre os subsistemas 8.1 Texto A - Geosfera e atmosfera - As cinzas vulcânicas (geosfera) são lançadas para a atmosfera. Texto B – Atmosfera e biosfera - A camada de ozono (atmosfera) filtra os raios UV que podem ser nocivos para os seres vivos (biosfera). Texto C –Geosfera e hidrosfera - Os desabamentos e deslizamentos de terras (fenómenos de risco geológico que ocorrem na geosfera) são o resultado de uma forte precipitação (fenómeno natural que se enquadra na hidrosfera).

25 Ficha sobre os subsistemas 9. V V F F V V F F A, B, E, F, G, I 10.2 Da combustão do carvão e do PETRÓLEO resultam gases que combinados com a água atmosférica podem originar CHUVAS ÁCIDAS. Dos seguintes recursos, são considerados recursos renováveis: energia hidráulica e energia eólica.

26 Desenvol- vimento Social Preservação e Conservação Ambiental Desenvolvimento Económico D S Inserção Social Ecoefi- ciência Justiça Socioam- biental Desenvolvimento Sustentável: Visa garantir a longo prazo os recursos naturais, o Homem em o crescimento económico.

27 VULCANISMO Realização de trabalhos multimedia

28 Os fenómenos do vulcanismo constituem uma evidência da dinâmica interna da Terra. Esses fenómenos são muito diversos, incluindo as espetaculares erupções vulcânicas, mas também os geiseres, fumarolas, nascentes termais e calor geotérmico. O vulcanismo nas suas variadas formas é, sem dúvida, um dos maiores atrativos geológicos. Objetivos do trabalho: Aprender conteúdos de vulcanismo; Utilizar as TIC como ferramenta de aprendizagem e de produção de recursos; Trabalhar colaborativamente.

29 Temas possíveis: Tipos de atividade vulcânica e sua relação com a natureza das lavas e a morfologia dos edifícios vulcânicos; Estudo de caso; exemplos: Capelinhos, Serreta, Etna, Pico, Monte Santa Helena, Mauna Loa, vulcão da Ilha do Fogo; Localização da atividade vulcânica e sua relação com as placas litosféricas; Benefícios e riscos associados à atividade vulcânica. Atividade vulcânica em Portugal

30 Tarefas de cada grupo: Definir o formato do trabalho: produzir animações, jogos, simulações de erupções, … em formato eletrónico; Pesquisar, selecionar e tratar informação; Manter atualizado um “diário do grupo” (indicar razões para a escolha do tema, do formato do trabalho, dificuldades encontradas, estratégias usadas para as ultrapassar, como cada elemento do grupo contribuiu para o trabalho, …); Produzir o trabalho multimédia.

31 Alguns recursos na web: - ideias gerais sobre vulcanismo - artigo sobre conceitos em Vulcanologia - Centro de Vulcanologia e Avaliação de Riscos Geológicos /aula_5_Vulcanismo_Tectonica_Placas_SLIDES.pdf - apresentação sobre a relação entre vulcanismo e tectónica de placas /aula_5_Vulcanismo_Tectonica_Placas_SLIDES.pdf – volcano world – vida de 2 vulcanólogos franceses de referência: os Kraft - pontos de atividade vulcânica – reportagem RTP sobre o vulcão dos Capelinhos – informação sobre o vulcanismo na Serreta - tese de doutoramento sobre a geologia da Ilha do Pico - vulcões do Hawai - informação sobre o Monte Etna. - erupção no Monte Sta Helena - informações relativas ao Mauna Loa - artigo sobre uma erupção na Ilha do Fogo

32 Avaliação: Classificação Critérios FracoInsuficienteSuficienteBomMuito bom Seleção de informação Usa informação irrelevante Usa pouca info. relevante Info. relevante mas mto inc. Info. relevante mas c/ lacunas Info. relevante e completa Tratamento e referenciação da info. Copia fontes de info. sem as referenciar Copia parte da info.; referências inc. Cita e interpreta as fontes de info., mas inc. Cita e interpreta as fontes de info., c/ lacunas Cita e interpreta as fontes de info. de forma compl. Autonomia Só trabalha se tiver apoio constante da prof. Requer com frequência apoio da prof. É autónomo após orientação da prof. Realiza algumas tarefas por sua iniciativa Realiza quase todas as tarefas por sua iniciativa Qualidade das imagens Dificilmente se podem perceber e interpretar Dificuldade de observação e interpretação Distinguem-se, bem legendadas ou identificadas Distinguem-se, bem legendadas e identificadas Distinguem-se, bem legendadas e identificadas, fontes apresentad Desempenho do grupo Cada um responsável por uma parcela; nem todos cumprem Cada um responsável por uma parcela; todos cumprem Cada um responsável por uma parcela; análise conjunta do trabalho Todos contribuem para várias parcelas, análise conjunta do trabalho Todos elaboram e analisam o resultado conjuntamente o trabalho Apresentação do trabalho Falta de preparação; revela que não aprendeu Mal organizada; apenas leitura; revela que não aprendeu Organizada; todos contribuem; explicações c/ algumas lacunas Organizada; todos contribuem; explicações c/ poucas lacunas Organizada; todos contribuem; explicações corretas

33 Envio de trabalhos para até 19 nov (quarta-feira às Grupos com todos os elementos num turno. 17 de nov reservado ao trabalho de grupo na aula (alguém no grupo deverá trazer um portátil, se possível). Apresentação dia 20 nov: 5 a 7 minutos

34 Bom trabalho!


Carregar ppt "Biologia e Geologia – 10.º ano Lições n.º 40, 41 e 4210 Nov 2014 Sumário: Características dos corpos do sistema solar (planetas, cometas, etc.). A Terra,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google