A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OS BIOCICLOS BIOSFERA: Conjunto de todos os ecossistemas da Terra. A biosfera é dividida em biociclos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OS BIOCICLOS BIOSFERA: Conjunto de todos os ecossistemas da Terra. A biosfera é dividida em biociclos."— Transcrição da apresentação:

1 OS BIOCICLOS BIOSFERA: Conjunto de todos os ecossistemas da Terra. A biosfera é dividida em biociclos

2 BIOCICLOS: Epinociclo: terrestres Limnociclo: de água doce Talassociclo: de água salgada

3 Epinociclo: Corresponde a 28% da área do globo Apresenta grande diversidade É formado pelos biócoros: Floresta/ Campo /Deserto/ Savana

4 Ecótono: zona de convergência entre dois biócoros Espécies de campo ecótono Campo Espécies de floresta decídua Floresta decídua

5 Cada biócoro é formado por vários biomas Biomas Biomas : conjunto de ecossitemas terrestres com vegetação e fisionomia típica, onde predomina certo tipo de clima. É um sistema de classificar as comunidades biológicas e ecossistemas com base em semelhanças de suas características vegetais. Fatores ambientais que influenciam as características de um bioma: Luz solar, temperatura, água, ventos e fatores edáficos (solo)

6

7

8 Biomas da Terra: Tundra Temperatura no verão: 10 ºC Vegetação: liquens, musgos, gramíneas e pequenos arbustos. Fauna: caribu, rena, boi almiscarado, aves migratórias e alguns insetos.

9 Taiga ou floresta boreal: Clima frio com inverno rigoroso, mas com verões mais longos. Solo raso com uma grossa camada de folhas e de ramos mortos em decomposição. Vegetação: Coníferas(pinheiros, abetos), musgos e liquens. As folhas são aciculadas e com cutículas grossas e sempre verdes. Fauna: alces, ursos, lobos raposas, esquilos e aves migratórias.

10 Floresta temperada: Clima com quatro estações bem definidas. Vegetação: predominam as plantas que perdem as folhas no inverno e as readquirem na primavera. (caducifólias ou decíduas) Ex. faias, carvalhos, nogueiras e bordos. Apresentam 4 estratos: árvores, arbustos, herbáceas e musgos. Solo rico em matéria orgânica (serapilheira). Fauna: javalis, esquilos, ratos silvestres, veados, raposas, pássaros, répteis, aves, anfíbios e insetos. Solo rico em bactérias e fungos.

11 Floresta tropical: Clima quente, úmido com alto índice pluviométrico. Vegetação com árvores exuberantes e de grande porte, suas folhas não caem e são grandes. (perenifólias e latifoliadas) Bastante estratificada com vários microclimas. Presença de muitas epífitas, bromélias e samambaias.Raízes pouco profundas. Solo rico em húmus, devido a rápida reciclagem. Fauna diversificada com muitas espécies diferentes.

12 Campos: São formações abertas, encontradas tanto em regiões tropicais quanto em regiões temperadas, em que a pluviosidade é baixa e que estão sujeitos a períodos de seca. O fator determinante é a disponibilidade de água. Muita luz, muitos ventos, baixa umidade relativa e períodos de seca prolongados. São classificados em:

13 Savanas: Clima com verões quentes e úmidos e invernos moderados. Vegetação: gramíneas, plantas herbáceas, arbustos(poucos e árvores (poucas). Fauna: grandes herbívoros (antílopes, girafas, zebras, elefantes e rinocerontes) grandes carnívoros (leões, leopardos e guepardos) Diversas aves, répteis, e insetos. Os anfíbios são raros.

14 Estepes ou pradarias: Regiões sujeitas a longos períodos de seca. Vegetação: predominam as gramíneas. Fauna: pequenos mamíferos como os hamsters e marmotas e carnívoros como lobos, coiotes e raposas. Também são abundantes os insetos.

15 Desertos: Regiões com baixo índice de pluviosidade e umidade relativa do ar.Durante o dia as temperaturas são muito altas e muito frias durante a noite. Vegetação: pouco abundante e muito esparsa. Predominam as gramíneas e pequenos arbustos. Muitos espinhos e caules suculentos (xeromorfismo). Fauna: muitos roedores como os ratos cangurus e marmotas, raposas, répteis (serpentes e lagartos), muitos insetos, escorpiões e lacraias.

16 Biomas brasileiros ou regiões fitogeo- gráficas

17 Floresta amazônica Floresta latifoliada. Evapotranspiração e chuva. As raízes não são profundas e expandem-se lateralmente. Os nutrientes são superficiais.

18 Elevada umidade, sombreamento e temperatura alta e constante  tendência maior à decomposição. Eficiente processo de ciclagem. A interferência do solo é baixa. Alta produtividade (matéria orgânica produzida por unidade de tempo). A grande quantidade de energia produzida pelos produtores primários é estocada sob a forma de biomassa. Maior biodiversidade mundial. 50 % das espécies de mamíferos são endêmicas (devido aos primatas).

19 Mata Atlântica Restam apenas 7% do que era original. O Bioma foi devastado e completamente fragmentado. Elevado endemismo de flora. Enorme diversidade de bromélias e epífitas de maneira geral.

20 Muitas espécies ameaçadas de extinção por causa da destruição do Bioma

21 Predominância do elemento arbóreo. Tendência ao sombreamento, alta umidade, temperatura variável = alto índice de decomposição. Solo não depende estritamente dos processos de ciclagem, é fértil. Alta produtividade. A biomassa produzida tende mais a ser estocada que consumida.

22 Mata de Araucária Clima subtropical. Solos diversificados: manchas de terra- roxa e solos ácidos e pobres em minerais básicos.

23 Cerrado Não há falta de água. Os solos não são pobres em água, mas sim em nutrientes. Os solos são oligotróficos (pobres em nutrientes orgânicos e inorgânicos) e tendem a ser ácidos (pH~4).

24 A ciclagem não é baixa e a insolação incide diretamente no solo. A produção exagerada de carboidratos dificulta a degradação. O fogo age como um retornador de nutrientes. O Cerrado não tem alta produtividade. Endemismo de flora: elevado número de espécies vegetais endêmicas. Isso se deve às condições do solo. Existem famílias inteiras endêmicas (Vilosiaceae - “canela-de-ema”).

25 O endemismo de fauna não é muito grande. 21% das espécies de mamíferos são endêmicas. Baixa nutricional Depósito de nutrientes em ceras, cascas não palatáveis Não há preferência por um tipo específico de hábitat.

26 Caatinga A Caatinga é o único Bioma exclusivamente brasileiro. O maior problema é o regime incerto e escasso das chuvas. Solos pouco profundos (devido às poucas chuvas e ao predomínio do intemperismo físico) e salinos = boa quantidade de minerais básicos para as plantas.

27 Vegetação xerófila adaptada ao clima semi-árido, na qual predomina um estrato arbustivo caducifoliado e espinhoso, ocorrem também cactáceas. A fauna está ameaçada de extinção devido às ações antrópicas.

28 Pantanal O Pantanal não é uma formação vegetal, mas um complexo que agrupa várias formações em seu interior. A altitude média é de pouco mais de 100 metros. No Pantanal, existem terras sempre secas (as partes mais altas), terras que se alagam apenas nos períodos de chuvas e terras que permanecem continuamente alagadas, promovendo a ocorrência de uma vegetação variada. Assim, nas partes mais secas, a vegetação assemelha-se muito à caatinga e, eventualmente, encontram-se áreas de cerrado. Nas partes alagadas, são comuns as plantas aquáticas, como os aguapés. Nas partes mais elevadas e nas proximidades dos rios, localizam-se as matas ciliares, importantes para que as margens dos rios não desbarranquem.

29 Há enorme diversidade de animais, especialmente aves. Nos rios, encontra-se a maior variedade de peixes de água doce do mundo. Muitos animais merecem destaque: o jacaré, a onça pintada, a anta, o tamanduá-bandeira, a capivara e outros.

30 Mangue Os manguezais localizam-se na faixa litorânea do Brasil, desde o Amapá até Santa Catarina, formando-se nos pontos onde há encontro das águas dos rios com as do oceano. Por isso, suas terras são alagadas e o solo é bastante rico em compostos orgânicos, trazidos pelos rios. A vegetação do mangue consiste de árvores com adaptações para solos alagados, como raízes escoras e tabulares. Entre as espécies encontradas destaca-se a Rhizophora mangle, além de bromélias, orquídeas, algas e líquens. A fauna é composta por diversas espécies de caranguejos e moluscos. Também são encontradas aves aquáticas, entre as quais as garças e diversa aves.

31

32

33 Limnociclo Coleção de água doce natural, ocupa 2% da superfície terrestre. Província lêntica: águas paradas Ex. lagoas, lagos, charcos, etc. Província lótica: águas em movi- mento. Ex. rios, richos, cachoei- ras.

34 Lêntica Lótica

35

36 Talassociclo: Ocupa 70% da superfície terrestre Caractérísticas: Profundidade: média de 3.800m Pressão: 1atm à cada 10m de prof. Salinidade:35%

37 Temperatura: varia de acordo com as estações e com a latitude. Em águas profundas é de 2,5 o C Correntes: dispersam nutrientes e influenciam o clima. Resultam da ação combinada dos ventos, rota- ção da Terra, densidade da água em função da temperatura e salini- dade.

38 Luz: Zona eufótica: bem iluminada Zona disfótica: pouco iluminada Zona afótica: ausência total de luz

39 Biomas

40 Limite de penetração da luz solar

41 Comunidades

42 A- Fitoplâncton B- Zooplâncton


Carregar ppt "OS BIOCICLOS BIOSFERA: Conjunto de todos os ecossistemas da Terra. A biosfera é dividida em biociclos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google