A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VEGETAÇÃO. A vegetação é reflexo das condições naturais de solo e de clima do lugar em que ocorre. Os elementos climáticos, principalmente a temperatura.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VEGETAÇÃO. A vegetação é reflexo das condições naturais de solo e de clima do lugar em que ocorre. Os elementos climáticos, principalmente a temperatura."— Transcrição da apresentação:

1 VEGETAÇÃO

2 A vegetação é reflexo das condições naturais de solo e de clima do lugar em que ocorre. Os elementos climáticos, principalmente a temperatura e a umidade, são determinantes os para o tipo de vegetação de uma área.

3 Há climas secos, úmidos, alternadamente úmidos e secos, quentes, frios, alternadamente quentes e frios ao longo do ano, e seus reflexos na cobertura vegetal definem a forma das folhas, a espessura do tronco, a altura das plantas, a fisionomia da vegetação, segundo a classificação:

4 xerófilas: plantas adaptadas à aridez; exemplo: cactos;

5 higrófilas: plantas adaptadas a muita umidade, sendo necessaria- mente perenes (apresentam folhas durante o ano todo);

6 *tropófilas: plantas adaptadas uma estação seca e outra úmida;

7 *aciculifoliadas: possuem folhas em formas de agulha, como os pinheiros. Quanto menor a superfície das folhas, menos intensa é a transpiração e maior é a retenção de água pela planta;

8 *latifoliados: plantas de folhas largas, de regiões muitas úmidas, o que permite intensa transpiração;

9 caducifólias: plantas que perdem as folhas em época muito frias ou secas do ano.

10 FORMAÇÕES VEGETAIS NO MUNDO

11

12 Há diversas formações vegetais no planeta, tantas quanto a enorme diversidade climática permite. Há formações florestais muito densas, como as florestas tropicais, extremamente ricas em biodiversidade -

13

14

15 as mais devastadas atualmente, o que causa grande preocupação – e florestas temperadas, como a taiga, mais esparsas e com menor diversidade de espécies.

16 Há formações herbáceas, como as pradarias e os campos, e formações mistas, como savanas de climas tropicais. Há vegetações a adaptadas clima rigoroso, como a tundra, de clima subpolar, a as xerófilas, adaptadas a excessiva aridez.

17

18 Todas elas têm grande importância para a preservação dos variados ecossistemas planetários. Os mais importantes são:

19 indústria madeireira e de papel e celulose. Floresta de coníferas: trata-se de uma formação florestal típica da zona temperada. Ocorre em altas latitudes, em climas temperados continentais.

20 Abrange principalmente parte do território do Canadá, Noruega, Suécia, Finlândia e Rússia. Neste ultimo pais cobre mais da metade do território e é conhecida como taiga. Formação bastante homogênea, na qual predominam pinheiros, e é importante para economia desses países como fonte de matéria-prima para a

21 Floresta temperada: formação típica da zona climática temperada surge diferentemente das coníferas, em latitudes mais baixas e sob maior influência da maritimidade.

22 Dominava extensas porções da Europa Centro-Ocidental, mais ainda ocorre nas Ásia, na América do Norte e em pequenas extensões da América do Sul e da Austrália. Na Europa restam apenas pequenos bosques, como a Floresta Negra (Alemanha) e a Floresta de Sherwood (Inglaterra).

23 O que restou dessa floreta caducifólia é uma formação secundaria conhecida como landes, na qual aprecem espécies como abetos, faias, carvalhos, etc.

24 Floresta tropical: formação vegetal higrófila e latifoliada, extremamente heterogênea, típica de climas quentes e úmidos. Surge, portanto, em baixas latitudes na América, na África e na Ásia, onde predominam climas tropicais e equatoriais.

25 É a formação mais rica em espécie do planeta, possuindo um enorme e ainda em grande parte desconhecido banco genético ou biodiversidade. Nela ocorrem árvores de médio porte,

26 como mogno, o jacarandá, a castanheira, o cedro, a imbuia, a peroba, entre outras, além de palmáceas, arbustos, briófitas, bromélias, etc.

27 Formação desértica: estão adaptadas à escassez de água, situação típica dos climas áridos e semi-áridos, tanto em regiões frias quanto quentes. Por isso, as espécies são xerófilas, destacando-se entre elas as cactáceas.

28

29

30 Aparecem nos desertos da América, África, Ásia e Oceania. Vê- se assim que ocorrem em todos continentes, com exceção da Europa.

31

32

33 Tundra: vegetação rasteira, de ciclo vegetativo extremamente curto. Por encontrar-se nas regiões polares, desenvolve-se apenas durante aproximadamente três meses, quando ocorre degelo de verão.

34 As espécies típicas são os musgos, nas baixadas úmidas, e os liquens, nas porções mais altas do terreno, onde o solo é mais seco.

35 Vegetação mediterrânea: desenvolve-se em regiões de clima mediterrâneo, que apresenta verões muito quentes e secos e invernos amenos e chuvosos. Surge no sudeste da África do Sul e no sudeste da Austrália.

36 Mas as maiores ocorrências estão no sul da Europa e no norte da África. Trata-se de uma vegetação esparsa, que possui três estados: um arbóreo,

37 um arbustivo e um herbáceo. Apresenta características xerófilas e as duas formações dominantes são os garrigues e os maquis.

38 Pradarias: formação herbácea, composta basicamente de capim, que aparece em regiões de clima temperado continental. Surge na Europa central e no oeste da Rússia, nas Grandes Planícies americanas, nos Pampas argentinos e na Grande Bacia Australiana.

39 Embora tenha sido muito usada como pastagem, essa vegetação é muito importante pelo solo rico em matéria orgânica que a condiciona. Um dos solos mais férteis do mundo, denominado tchernoziom, surge sob as pradarias da Rússia e da Ucrânia.

40 Estepe: é uma vegetação herbácea, como as pradarias, porém mais esparsa e ressecada. Surge em climas semi-áridos, portanto na faixa de transição de climas úmidos (temperado ou tropical) para os desertos.

41 *Savanas: vegetação complexa que surge sob influencia do clima tropical, alternadamente úmido e seco. Apresenta estrato arbóreo, arbustivo e herbáceo. Ocorre na África Centro- Oriental, no Brasil central e, em menores extensões, na Índia.

42 Na África, essa vegetação tem grande importância, por abrigar animais de grande porte, como leões, elefantes, girafas, zebras, etc.

43 Floresta latifoliada tropical: esta formação foi altamente devastada ao longo da história do Brasil. Originalmente, estendia- se do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul, alargando-se significativamente em Minas Gerais e São Paulo.

44 Possui um extrato exposto á ação intensa das massas de ar úmido proveniente do oceano Atlântico. Nessa área, ela é muito densa, quase impenetrável, sendo conhecida como Mata Atlântica (floresta latifoliada tropical úmida da encosta).

45


Carregar ppt "VEGETAÇÃO. A vegetação é reflexo das condições naturais de solo e de clima do lugar em que ocorre. Os elementos climáticos, principalmente a temperatura."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google