A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Influenza A (H1N1) Professora: Ludmila Olandim de Souza.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Influenza A (H1N1) Professora: Ludmila Olandim de Souza."— Transcrição da apresentação:

1 Influenza A (H1N1) Professora: Ludmila Olandim de Souza

2 Origem A doença é causada por um vírus influenza que normalmente afeta apenas os porcos, o H1N1. Fonte: www1.folha.uol.com.br Imagem do vírus H1N1, causador da gripe suína, em amostra retirada de paciente dos EUA.

3 Mutação Algumas vezes, mutações fazem com que o vírus ganhe a capacidade de infectar humanos. Foi o que aconteceu agora. Fonte: www1.folha.uol.com.br

4 O que significa A/H1N1? A letra A indica o tipo mais variável de vírus, com potencial de fazer adoecer o maior número de pessoas; Os vírus da gripe humana são classificados em A, B ou C, de acordo com esse critério; Os tipos B e C são menos agressivos e são chamados de gripes comuns; O tipo A provêm de animais, assim como esse vírus atua, e são mais agressivos.

5 O que significa A/H1N1? A letra H, de H1N1, é a inicial de hemoglutinina, uma proteína localizada na superfície externa do vírus e que ele utiliza para se fixar nas células humanas. O nome vem da aglutinação das células do sangue; A letra N, de H1N1, é a inicial de neuraminidase, uma proteína que quebra os açúcares da célula sob ataque para liberar novos vírus.

6

7 O que significa A/H1N1? Existem 16 tipos de hemoglutinina e 9 tipos de neuraminidase; Apenas as hemoglutininas 1, 2 e 3 ocorrem nos seres humanos (daí os H1, H2 e H3 nas denominações dos vírus); Da mesma forma, apenas as neuraminidases N1 e N2 são frequentes no ser humano.

8

9 Houve pandemias de influenza antes? AnoNomeVirusMortes 1918GRIPE EspanholaVírus GRIPE tipo A (H1N1)‏50 milhões [1] 1957GRIPE Asiática Vírus da GRIPE tipo A (H2N2)‏ 2 milhões 1968 GRIPE de Hong Kong Vírus da GRIPE tipo A (H3N2)‏ 1 milhão (1) Osterholm MT. “Preparing for the next pandemic” N Eng J Med 2005; 352 (18):

10 Direta – da pessoa portadora do vírus para outra pessoa: Indireta – da pessoa portadora do vírus para um objeto (que fica contaminado) e deste para outra pessoa: PESSOA OBJETO Contágio

11

12

13 INCUBAÇÃO 1 a 5 dias após contato com o vírus; Em média 2 dias. TRANSMISSÃO 2 dia antes dos sintomas; Até 10 dias após.

14 Febre alta Tosse Dor no corpo Dor de cabeça Dor de garganta Calafrio Cansaço Diarréia Vômito às vezes Sintomas

15 Prevenção Higienizar as mãos com água e sabonete antes das refeições, antes de tocar os olhos, boca e nariz e após tossir, espirrar ou usar o banheiro; Evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies; Proteger com lenços (preferencialmente descartáveis) a boca e nariz ao tossir ou espirrar, para evitar disseminação do vírus; Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal; Indivíduos com sintomas de gripe (principalmente febre acompanhada de tosse ou dor de garganta) devem evitar aglomerações e ambientes fechados; Manter os ambientes ventilados; Indivíduos que sejam casos suspeitos ou confirmados devem ficar em repouso, manter uma alimentação balanceada e aumentar a ingestão de líquidos.

16

17

18 12/08/09

19 Referências Bibliográficas fatais.html fatais.html Organização mundial de saúde - OMS


Carregar ppt "Influenza A (H1N1) Professora: Ludmila Olandim de Souza."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google