A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SORÇÃO DE AGROTÓXICO EM SOLOS COM CULTIVO DE CANA-DE AÇÚCAR Discente: Fernanda Oliveira Batagliotti Orientador: Prof Dr. Rômulo Penna Scorza Júnior Co-orientador:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SORÇÃO DE AGROTÓXICO EM SOLOS COM CULTIVO DE CANA-DE AÇÚCAR Discente: Fernanda Oliveira Batagliotti Orientador: Prof Dr. Rômulo Penna Scorza Júnior Co-orientador:"— Transcrição da apresentação:

1 SORÇÃO DE AGROTÓXICO EM SOLOS COM CULTIVO DE CANA-DE AÇÚCAR Discente: Fernanda Oliveira Batagliotti Orientador: Prof Dr. Rômulo Penna Scorza Júnior Co-orientador: Prof Dr. Láercio de Carvalho

2 Introdução Produção de Cana-de-açúcar no Brasil Controle químico Uso de pesticidas – aumento da produção e redução de danos.

3 Introdução -Características dos herbicidas em cultura de cana-de-açúcar: Longo poder residual; fitotoxicidade para culturas sucessivas a cana- de-açúcar; Possível contaminação ambiental

4 Introdução -Comportamento ambiental de pesticidas no solo: -Lixiviação; -Escoamento superficial; -volatilização

5 Introdução Definição de sorção: - adsorção; - partição; - absorção; - precipitação. teor de MO adsorção lixiviação

6 Introdução Sulfentrazone: -Características: Acido fraco; Persistente em solos; Alto potencial de lixiviação; Aril-triazolinas; Pka= 6,59

7 Objetivo O objetivo desse trabalho é avaliar a sorção do herbicida sulfentrazone em quatro solos de duas profundidades (0-10 e 10-30cm) em áreas com a cana-de-açúcar em Mato Grosso do Sul, bem como avaliar o ajuste dos dados à isoterma de Freundlich.

8 Material e métodos COLETA: -Usina ETH, Deodápolis,MS -Latossolo vermelho -Fazenda 2A -Fazenda Cualhambi -Fazenda São Jorge -Fazenda Havana

9 Material e Métodos Fazenda são jorge Fazenda 2A Fazenda Havana Fazenda Cualhambi

10 Material e métodos amostraspH CaCl 2 MOAreiaSilteArgila Faz. 2A (0-10)4,833, Faz. 2A (10-30)4,322, Faz. Cualhambi (0-10)6,312, Faz. Cualhambi (10-30)5,39, Faz. São Jorge (0-10)5,420, Faz. São Jorge (10-30)5,614, Faz. Havana (0-10)522, Faz. Havana (10-30)4,812, Características Físico-Químicas :

11 Material e Métodos Determinação de umidade do solo: -50g de solo; -Estufa a 105°C; -Tempo de 24 horas. Os resultados de sorção são expressados em solo seco

12 Material e Métodos HPLC Varian 920-LC Coluna: de fase reversa C-18 ( 250 (c) x4,6 (d) mm; partículas 5 µm) Fase movel agua acidifica H 3 PO 4 0,% Detector: UV/VIS com arranjo de diodos (DAD). Comprimento de onda: 207 nm

13 Material e Métodos Substância Teste

14 Material e Métodos Teste de filtro:

15 Material e Métodos Teste do Branco

16 Material e Métodos Teste de recuperação

17 Material e Métodos Razão solo/solução Solo com maior MO: -25g de solo + 45 mL de CaCl 2 0,01M -10g de solo + 45 mL de CaCl 2 0,01M -2g de solo + 45 mL de CaCl 2 0,01M

18 Material e Métodos Tempo de equilibrio 12 hrs

19 Resultados Teste de filtro

20 Resultados Teste do branco

21 Resultados Teste de recuperação 1° injeção2° injeção% faz 2A3,66/2,243,43/2,09100 faz 2A3,55/2,173,60/2,20112 faz 2A3,57/2,183,58/2,19111 faz havana3,45/2,103,55/2,17110 faz havana3,46/2,113,47/2,11108 faz havana3,57/2,183,56/2,17110

22 Resultados Razão solo/solução Amostraareaconcentraçãoareaconcentraçãomédia% Faz.2A (1:2)1,650,951,720,990,9746,63 Faz 2A (1:2)1,941,131,841,071,152,88 Faz 2A (1:5)2,631,572,61,561,5775,48 Faz 2A (1:5)2,541,522,481,461,4971,63 Faz 2A (1:25)3,462,113,352,042,08100 Faz.2A (1:25)3,251,923,091,871,9392,79 padrão 2.0ng2,05 2,1 2,08 Os solos de 1:5 apresentaram 73,55% de média de recuperação, retendo 26,45% no solo

23 Resultados Tempo de equilibro

24 Resultados

25 O que será feito Etapas seguintes: -Estudo de cinética da sorção (≠ [] de pesticidas); -Dessorção; -Acréscimo de vinhaça

26 Agradecimentos


Carregar ppt "SORÇÃO DE AGROTÓXICO EM SOLOS COM CULTIVO DE CANA-DE AÇÚCAR Discente: Fernanda Oliveira Batagliotti Orientador: Prof Dr. Rômulo Penna Scorza Júnior Co-orientador:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google