A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

As TICs e a Participação Cidadã: Estudo comparado entre América Latina e União Europeia. Brasilia – Novembro 2014.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "As TICs e a Participação Cidadã: Estudo comparado entre América Latina e União Europeia. Brasilia – Novembro 2014."— Transcrição da apresentação:

1 As TICs e a Participação Cidadã: Estudo comparado entre América Latina e União Europeia. Brasilia – Novembro 2014

2 TICs e Participação Cidadã – A democracia na América Latina. A Democracia é preferível acima de qualquer outra forma de governo Foi o aumento do apoio a democracia em 2013 com relação a média dos anos de no Brasil: 5% Ano % Conforme Fonte filmina: Latinobarómetro 2013 Dos latino americanos prefere a democracia acima de qualquer outra forma de governo 56% Dos latino americanos se mostra satisfeito com a democracia 39%

3 TICs e Participação Cidadã – A democracia na União Europeia. Fonte filmina: Eurobarómetro 2013 dos europeus confia no governo de seu país. 30% Na UE há um maior nível de satisfação com a democracia do que na América Latina. No entanto, existe maior dispersão. Há maiores níveis de insatisfação em a) países que foram mais afetados pela crise econômica global desencadeada em 2008 e b) países que passarm por um processo de redemocratización recente.

4 TICs e Participação Cidadã – Estudo Comparado. O que foi analisado? portais governamentais Páginas web que correspondem a governos locais, iniciativas privadas e páginas web de organizações da sociedad civil Nível de Abertura Arquitetura da informação Fluxo da Informação Ferramentas Tecnológicas Com foco nas populações vulneráveis Crowdsourcing Multimídia Dados Abertos Redes Sociais Trámites y consultas Deficiência Analfabetismo Minoría étnica Otros Facebook Twitter Blogs Canais de vídeo Outros

5 TICs e Participação Cidadã– Estudo Comparado. O que encontramos? - Informação comunicam notícias ou informação não organizada 61,4% Oferece acesso a arquivos de difícil compreensão 28,1% Dados abertos, comparáveis e reutilizáveis 9,6% 53% Nenhuam possibilidade de interação Comunicação bidirecional: Se pode opinar, mandar consultas, etc. 41,7% 4,3% Permite participar de alguma maneira Sólo el Tipo de InformaçãoTotal Informação não Comparável Arquivos Bases de dados e informação comparável Fluxo da comunicação Unidirecional Bidirecional Participativo2035 Total Permite iniciar e acompanhar os trâmites 21,7 % permite realizar consultas e/o reclamações 32,2 %

6 TICs e Participação Cidadã– Estudo Comparado. O que encontramos? - Tecnologias Foca em populações vulneráveis 41% 44,7% Deficientes 48,9% Minorias étnicas 12,8% População analfabeta categorias não excludentes dos portais analisados permitem o uso da tecnologia que é utilizada por 96 % da população mundial. Apenas 7 % Celulares 50,4 % se comunica com o cidadão através das redes sociais Não foi detectada nenhuma ferramenta de crowdsourcing nos portais nacionais 0! 5,4 % Apresenta dados abertos Conta com conteúdo multimídia 43,5 %

7 TICs e Participação Cidadã– Estudo Comparado.. O que foi encontramos? – Semelhanças e Diferenças entre UE e América Latina América LatinaUnião Europeia Fluxo da Comunicação Unidirecional47,90%57,60% Bidirecional45,80%39,40% Participativo6,20%3,00% Não comparável64,60%60,00% Tipo de Informação Arquivos20,80%33,80% Dados Abertos BD14,60%6,20% Não permite iniciar trâmites 73,50%81,80% Permite iniciar trâmites 26,50%19,20% Tem como foco as populações vulneráveis 34,80%45,50% = Tecnologias Populações Vulneráveis

8 CASO 1: Chile Atiende (www.chileatiende.cl) TICs e Participação Cidadã– Estudo Comparado. O que encontramos? – Estudos de Caso Chile Atiende é uma ferramenta multicanal que tem como objetivo a provisão de serviços ao cidadão. A ferramenta conta com uma plataforma composta por: uma página web, mais de 200 pontos de atendimento personalizado e um centro de atendimento telefônico. Também conta com 5 escritórios móveis com um cronograma de visitas definido e publicado em sua página web. 197 trâmites online disponíveis e mais de 2400 fichas Mais de 1 milhão de visitas mensais Uso de redes sociais Bases de dados abertos, Uso de telefones móveis, Sistemas de georeferência, Versão Beta

9 CASO 2: GovUK (www.gov.uk) TICs e Participação Cidadã– Estudo Comparado. O que encontramos? – Estudos de Caso O portal releva la información de 24 ministerios y 331 agencias gubernamentales Este mês o portal alcançou a marca de 100 milhões de visitas Um em cada três visitantes interage via celular Durante os útimos 12 meses (Setembreo 2013 / Setembro 2014) a ferramienta "Universal Jobmatch" que é utilizada para buscar vagas de emprego, registrou mais de 80 milhões de consultas pessoas por dia renovam el impuesto automotor a través del sitio. A conta do portal no Twitter tem mais de seguidores e mantém mais de 60 blogs sobre temas oficiais.

10 Herramientas. TICs e Participação Cidadã– Estudo Comparado. O que encontramos? – Estudos de Caso Tramiton.to é uma iniciativa governamental para que o ciudadão participe da simplificação de trâmites Aproveita a experiência de todos os cidadãos que queiram participar para poder melhorar os serviços públicos. Na primera campanha concluída em 31 de agosto de 2014, a página web recebeu mais de propostas e permitiu a melhoria e simplificação de mais de 40 trâmites. “Save a Selfie” é uma ferramenta utilizada na Irlanda para realizar uma agrimensura de todos os desfibriladores utilizados em casos de emergências cardíacas. Colab.re é uma ferramienta desenvolvida no Brasil para que os cidadãos possam fazer reclamações ao governo local e/o pontuar a qualidade de um serviço 1 2 3

11 TICs e Participação Cidadã– Estudo Comparado. O que encontramos? – Algumas conclusões do estudo O uso de aplicativos para telefones móveis será vital para prover os serviços de uso “mais amigável” para o usuário e reduzirá a brecha digital entre aqueles cidadãos conectados e os não conectados. A soma de contribuições que os cidadãos podem fazer é vital para melhorar a Administração Pública. O serviço deve envolver o cidadão para obter melhores padrões de qualidade do serviço público A interoperabilidade é a capacidade de dois ou mais sistemas ou plataformas de intercambiar dados. A Essa característica é crucial para os próximos desenvolvimentos tecnológicos e poderia significar um importante avanço com o objetivo de colocar o foco da gestão no cidadão. É fundamental que os desenvolvimentos tecnológicos sejam acessíveis a todas as pessoas com algum tipo de deficiência, as minorias étnicas e os grupos vulneráveis. Todas as aplicações e plataformas desenvolvidas a partir da web social têm um enfoque colaborativo e aberto. Isso deixou de ser uma tendência e passou a ser uma realidade. + Celulares - Brecha 1 Crowdsourcing 2 Inter- operabilidade 3 Para todos 4 Social colaborativa 5

12 Contacto Federico Ricciardi Skype: Muito obrigado!


Carregar ppt "As TICs e a Participação Cidadã: Estudo comparado entre América Latina e União Europeia. Brasilia – Novembro 2014."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google