A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PRODUÇÃO TEXTUAL I Aula 10 – ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – PARTE II (CLAREZA E ORGANIZAÇÃO DO CONTEÚDO: CONCORDÂNCIA, REGÊNCIA, PONTUAÇÃO).

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PRODUÇÃO TEXTUAL I Aula 10 – ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – PARTE II (CLAREZA E ORGANIZAÇÃO DO CONTEÚDO: CONCORDÂNCIA, REGÊNCIA, PONTUAÇÃO)."— Transcrição da apresentação:

1 PRODUÇÃO TEXTUAL I Aula 10 – ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – PARTE II (CLAREZA E ORGANIZAÇÃO DO CONTEÚDO: CONCORDÂNCIA, REGÊNCIA, PONTUAÇÃO).

2 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I Nesta aula, veremos: - a importância da ordem direta (SVC) para clareza do texto; - alguns aspectos relacionados à pontuação, regência e concordância na construção do texto. dir

3 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I Como combinar os elementos na frase com exatidão? Além da boa escolha das palavras, saber como combiná-las é um desafio para quem escreve um texto. Há, na língua portuguesa, padrões de combinação dos termos na frase. No entanto, não podemos negar que há também algumas possibilidades de inversões, o que pode ser interessante em alguns gêneros textuais, mas não em outros. Por isso, devemos estar atentos para que qualquer alteração no modo de combinar as palavras na frase não comprometa a exatidão e a clareza da sua mensagem.

4 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I “ESCREVER É FALAR DE MANEIRA CLARA!” “Antes de verificar os ‘erros de português’ no seu texto, observe se suas frases estão bem construídas. Como você vai fazer isso? Por incrível que pareça, é usando basicamente conhecimento sintático. Para aprender a construir boas frases, basta deixar de fazer análise sintática de uma maneira mecânica, apenas dando nome a um termo grifado, mas utilizá-la para conferir se estamos realmente sendo claros ao escrever.” (p. 19) (SAUTCHUK, I. Perca o medo de escrever – da frase ao texto. São Paulo: Saraiva, 2011.)

5 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I O PADRÃO SVC (SUJEITO-VERBO-COMPLEMENTO) Padrão de construção de frases em português: S + V + C A parte principal da frase aparece nesse padrão! “Tendo sido expulso pelo partido, [o vereador] [guardou] durante um bom tempo [mágoa de seus ex-companheiros], antigos colegas de campanhas.” S = o vereador V = guardou C = mágoa de seus ex-companheiros (SAUTCHUK, I. Perca o medo de escrever – da frase ao texto. São Paulo: Saraiva, 2011.)

6 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I COMPARE OS EXEMPLOS ABAIXO: (1)“No começo da noite, com as janelas fechadas, sem um único som na sala, entre móveis cobertos de pó...” (2)“No começo da noite, com as janelas fechadas, sem um único som na sala, entre móveis cobertos de pó, um estranho vulto aparece.” Centro de sentido do período

7 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I EXPANDINDO O PERÍODO – USO DE IDEIAS ACESSÓRIAS (1) Um grande número de pessoas precisará de ajuda emocional. (2) Em algum momento de sua vida, um grande número de pessoas precisará de ajuda emocional.

8 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I POSIÇÕES PARA A INSERÇÃO DE IDEIAS ACESSÓRIAS: 1 S 2 V 3 C 4 Posição à esquerda da ideia principal: (1)Em algum momento de sua vida, um grande número de pessoas precisará de ajuda emocional. (posição 1) Posição interna à ideia principal: (2) Um grande número de pessoas, em algum momento de sua vida, precisará de ajuda emocional. (posição 2) (3) Um grande número de pessoas precisará, em algum momento de sua vida, de ajuda emocional. (posição 3) Posição no final da ideia principal: (4) Um grande número de pessoas precisará de ajuda emocional em algum momento de sua vida. (posição 4)

9 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I QUAL É A MELHOR POSIÇÃO PARA A INSERÇÃO DE IDEIAS ACESSÓRIAS? As extremidades são as melhores posições para as ideias acessórias. A seleção à esquerda ou à direita da frase dependerá da sua intenção ao produzir o texto, da necessidade em destacar ou não a ideia acessória. Como clareza é fundamental, evite a posição 3. Uma ideia acessória na posição 2, se for muito longa, também pode dificultar a leitura do texto.

10 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I PROBLEMAS NA CONSTRUÇÃO DO PERÍODO “Na última semana, uma de nossas colegas de trabalho, a do setor de planejamento financeiro, sofreu, na parte da manhã, em virtude da imprudência de alguns colegas que insistem em jogar cascas de frutas no chão, um grave acidente.” (1)É difícil para o leitor perceber um SVC em que esteja a ideia central: Uma de nossas colegas de trabalho sofreu um grave acidente. (2)Há muitas informações secundárias: na última semana; a do setor de planejamento financeiro; na parte da manhã; em virtude da imprudência de alguns colegas que insistem em jogar cascas de frutas no chão. (3) Vale refletir sobre o equilíbrio entre as ideias acessórias úteis e as dispensáveis em um único período. (SAUTCHUK, I. Perca o medo de escrever – da frase ao texto. São Paulo: Saraiva, 2011.)

11 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I O PADRÃO SVC E A PONTUAÇÃO (uso da vírgula) Como as placas de trânsito orientam os motoristas, os sinais de pontuação orientam seu leitor a percorrer os caminhos do texto. O pobre lavrador - levou - a princesa - ao castelo - no dia do batizado. No dia do batizado, o pobre lavrador levou... O pobre lavrador,meus amigos, levou a princesa...,você sabe,,filho de Jacó,,entretanto,

12 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I O PADRÃO SVC E A CONCORDÂNCIA As inversões da ordem SVC são muito comuns com os verbos intransitivos. Esse tipo de inversão, embora não comprometa a clareza do que se quer dizer, pode promover problemas no que se refere à concordância verbal. Os livros chegaram rapidamente. Rapidamente chegaram os livros. *Rapidamente chegou os livros. Regra básica de concordância verbal: O verbo deve concordar com o sujeito em número e em pessoa.

13 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I O PADRÃO SVC E A REGÊNCIA “O padrão SVC pode apresentar variações em sua configuração, por causa da soma S + V pedir ou não complemento. Isso significa que há frases em português que têm uma soma sujeito + verbo que exige complemento(s) obrigatório(s) de sentido.” EXEMPLOS: Meus pais auxiliam asilos e creches. Alguns funcionários precisam de reciclagem. Eu pedirei aumento salarial ao meu chefe. (SAUTCHUK, I. Perca o medo de escrever – da frase ao texto. São Paulo: Saraiva, 2011.)

14 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I DICAS IMPORTANTES: HAVER E EXISTIR O verbo HAVER, quando usado no sentido de “existir”, é impessoal. Isso significa que não tem sujeito e que só pode ser usado no singular. O certo é “HOUVE dois acidentes”. É interessante notar que ninguém diria “hão muitas pessoas aqui”. Todos falam corretamente: “Há muitas pessoas aqui.” O verbo HAVER ( = existir) deve ser usado sempre no singular em qualquer tempo verbal: “Havia muitas pessoas na reunião”; “Haverá muitos candidatos no próximo concurso”... O verbo EXISTIR é pessoal ( = com sujeito) e deve concordar com o seu sujeito: “EXISTEM no Brasil dois tipos de caipiras.” ( = sujeito plural) HOUVE (VERBO HAVER) ≠ OUVE (VERBO OUVIR) (SILVA, Sérgio Nogueira Duarte da. O português do dia a dia: como falar e escrever melhor. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2009)

15 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I DICAS IMPORTANTES: O USO DE HÁ E A HÁ (= do verbo HAVER) só poderia ser usado caso se referisse a um tempo já transcorrido: “Não nos vemos há dez dias.” (= FAZ dez dias que não nos vemos) “Há muito tempo, ocorreu aqui uma grande tragédia.” (= FAZ muito tempo) Quando a ideia for de “tempo futuro”, devemos usar a preposição “A”: “Espero que não haja obstáculos à realização das provas, daqui a uma semana.” “Só nos veremos daqui a um mês.” OBSERVAÇÃO: Quando a ideia for de “distância”, também devemos usar a preposição “A”: “Estamos a dez quilômetros do estádio.” “O estacionamento fica a poucos metros do aeroporto.” (SILVA, Sérgio Nogueira Duarte da. O português do dia a dia: como falar e escrever melhor. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2009) ace

16 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I VAMOS PRATICAR? Analise o trecho do Hino Nacional apresentado abaixo. “Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heróico o brado retumbante.” Responda à pergunta: Por que o verbo está no plural (OUVIRAM)?

17 PRODUÇÃO TEXTUAL I ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – (PARTE II) – AULA 10 PRODUÇÃO TEXTUAL I VAMOS PRATICAR? O verbo está no plural (OUVIRAM), pois o sujeito da oração é “as margens plácidas do Ipiranga”. As margens plácidas do Ipiranga ouviram o brado retumbante de um povo heróico.


Carregar ppt "PRODUÇÃO TEXTUAL I Aula 10 – ASPECTOS NORMATIVOS EM UM TEXTO – PARTE II (CLAREZA E ORGANIZAÇÃO DO CONTEÚDO: CONCORDÂNCIA, REGÊNCIA, PONTUAÇÃO)."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google