A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistemas Distribuídos. Definições de SD "Um sistema distribuído é uma coleção de computadores autônomos conectados por uma rede e equipados com um sistema.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistemas Distribuídos. Definições de SD "Um sistema distribuído é uma coleção de computadores autônomos conectados por uma rede e equipados com um sistema."— Transcrição da apresentação:

1 Sistemas Distribuídos

2 Definições de SD "Um sistema distribuído é uma coleção de computadores autônomos conectados por uma rede e equipados com um sistema de software distribuído."

3 Portanto, podemos definir um SD como uma coleção de computadores independentes que aparenta aos usuários do sistema como se fosse um único computador. Nesta definição devemos considerar dois aspectos: 1. hardware: máquinas autônomas, independentes e heterogêneas. 2. software: os usuários pensam no sistema como um único computador.

4 Exemplos de SD Uma rede de estações de trabalho em uma universidade ou companhia Uma rede de computadores em uma fábrica Um grande banco com muitas agências, cada qual com um computadores e caixas automáticas

5

6 Vantagens de SD compartilhamento de dados: base de dados comum; compartilhamento de dispositivos: acesso compartilhado a periféricos; comunicação: torna-se mais simples e mais rápida a comunicação entre pessoas. Além disso, é possível: transferência de arquivos entre nós, login remoto, etc;

7 flexibilidade: dividir a carga de trabalho entre os nós da rede; performance a baixo custo: preço baixo dos PCs; escalabilidade: aumentar o número de nós na medida da necessidade.

8 Desvantagens de SD Falta de software adequado Falhas e saturação da rede de comunicação podem eliminar as vantagens de SD Segurança pode ser comprometida: fácil acesso a dados e recursos reservados

9 Características básicas de SD Compartilhamento de recursos Extensibilidade Concorrência Escalabilidade (crescimento gradativo suave) Tolerância a falhas Transparência

10 Compartilhamento de Recursos Componentes de hardware:impressoras, discos etc. Componentes de software: arquivos, bancos de dados etc.

11 Extensibilidade Extensões de hardware: periféricos, memória, interfaces de comunicação,... Extensões de software: funções de SO, protocolos de comunicação etc. Interfaces chaves são públicas. Mecanismo uniforme de comunicação entre processos.

12 Concorrência Mais de um processo em execução a cada instante: – Atividades separadas de usuários – Independência de recursos – Localização de processos servidores em computadores distintos Acesso concorrente a recursos compartilhados requer sincronização, disponibilidade e segurança.

13 Escalabilidade Suporta o aumento dos recursos e usuários mantendo um desempenho satisfatório. Técnicas: replicação, caching, servidores múltiplos. Desafios: Controlar o custo dos recursos físicos Controlar a perda de performance (quantidade) Prevenir esgotamento de recursos (ex: IP)

14 Tolerância a falhas Fornecer o serviço esperado mesmo na presença de falhas activas. Algumas técnicas empregadas: mascaramento de falhas detecção de erros diagnóstico de erros confinamento de erros recuperação de erros

15 Transparência Esconder do usuário e do programador de aplicações a separação de componentes em um sistema distribuído, tal que este seja visto como um sistema centralizado

16 TransparênciaDescrição Acesso Esconde diferenças na representação de dados e como um recurso é acessado Localização Esconde onde um recurso está localizado Migração Esconde que um recurso pode mover-se para outra localização Relocação Esconde que um recurso pode ser movido para outra localização enquanto esta sendo usado Replicação Esconde que um recurso está distribuído por vários servidores.


Carregar ppt "Sistemas Distribuídos. Definições de SD "Um sistema distribuído é uma coleção de computadores autônomos conectados por uma rede e equipados com um sistema."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google