A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. 2 Humberto de Campos. Há mais de um século, brilhante assembléia de Espíritos se reuniu no Espaço, sob a direção do Anjo Ismael.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. 2 Humberto de Campos. Há mais de um século, brilhante assembléia de Espíritos se reuniu no Espaço, sob a direção do Anjo Ismael."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 2 Humberto de Campos. Há mais de um século, brilhante assembléia de Espíritos se reuniu no Espaço, sob a direção do Anjo Ismael.

3 3 Descerás às lutas terrestres, com o objetivo de concentrar as nossas energias no país do cruzeiro, dirigindo-as para o alvo sagrado dos nossos esforços. Agruparás todos os elementos dispersos, com as dedicações do teu Espírito, a fim de que possamos criar o nosso núcleo de atividades espirituais, dentro dos elevados propósitos de reforma e regeneração. “Se a luta vai ser grande, considera que não será menor a compensação do senhor, que é o caminho, a verdade e a vida”. Anjo Ismael. Compromisso

4 4 29 de agosto de Nascimento Adolfo Bezerra de Menezes Cavalcanti. Freguesia do Riacho do Sangue, hoje Jaguaretama (Ceará). Filho de Antonio Bezerra de Menezes capitão das antigas milícias e tenente - coronel da Guarda Nacional e Fabiana de Jesus Maria Bezerra.

5 Ingressou na escola pública em Vila do Frade, onde, em dez meses, aprendeu os princípios da educação elementar Como consequência de perseguições políticas e dificuldades financeiras, a sua família mudou-se para a antiga vila da Maioridade (Serra do Martins), Rio Grande do Norte, onde o jovem com 11 anos de idade, foi matriculado na aula pública de latim Bezerra, passou a freqüentar o Liceu do Ceará, onde concluiu os estudos preparatórios, sob as vistas e direção de seu irmão mais velho, o ilustrado Dr. Manuel Soares da Silva Bezerra. Trajetória de Vida

6 Possuía um patrimônio que muito lhe valeu na vida: o da coragem e o da força indomável para a luta. Para manter seus estudos, dava aulas particulares de Filosofia e Matemática. Neste mesmo ano seu pai, o Sr. Antonio Bezerra de Menezes, desencarna de febre amarela Ingressou como praticante interno (“residente”) no hospital da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Trajetória de Vida

7 Doutorou-se em Medicina, com a defesa da tese: “Diagnóstico do Cancro” por essa altura, abandonou o último patronímico, passando assinar- se como Adolfo Bezerra de Menezes Tomou posse como sócio efetivo da Academia Imperial Medicina Foi nomeado assistente do Corpo de Saúde do Exército Brasileiro, com a patente de Cirurgião – Tenente, cujos vencimentos lhe permitiram manter seu consultório. Nesse mesmo ano casou-se com a Sra. Maria Cândida de Lacerda. Trajetória de Vida

8 Foi empossado no cargo de Vereador. Trajetória de Vida Abertas as urnas e apurados os votos, Bezerra fora eleito. Os seus adversários, liderados por Haddock Lobo, impugnaram a posse sob o argumento de que militares não podiam exercer o cargo de Vereador. Desse modo, para apoiar o Partido, que necessitava dele para obter a maioria na Câmara, decidiu requerer a exoneração do Corpo de Saúde Cedeu a esse apelo e, contrariado, permitiu fosse seu nome incluído na lista de candidatos a Vereador, organizada pelo Partido Liberal, cujas idéias, herdadas de seu pai, acariciava em seu espírito Passou a atuar como redator dos “Anais Brasilienses de Medicina”, da Academia Imperial de Medicina, até 1861.

9 É reeleito para o cargo de Vereador para o período É eleito Deputado – Geral pelo Distrito da Corte, sendo empossado em A Câmara dos Deputados foi dissolvida, por efeito da ascensão ao poder do partido conservador. Trajetória de Vida Casou-se, em segundas núpcias com a Sra. Cândida Augusta de Lacerda Machado Desencarna a sua esposa, Maria Cândida de Lacerda, deixando-lhe dois filhos.

10 Durante a campanha abolicionista publicou o ensaio “A escravidão no Brasil e as medidas que convém tomar para extinguí-la sem danos para a Nação”. A obra foi distribuída gratuitamente à população. Sócio-fundador da Companhia Estrada de Ferro Macaé a Campos Retorna à política como vereador no período de 1873 a Ao proceder a leitura de monumental obra: “Lia, mas não encontrava nada que fosse novo para meu espírito, entretanto tudo aquilo era novo para mim [...]. Eu já tinha lido ou ouvido tudo o que se achava no “Livro dos Espíritos “[...]. Preocupei-me seriamente com este fato maravilhoso e a mim mesmo dizia: parece que eu era espírita inconsciente, ou mesmo, como se diz vulgarmente, de nascença.” Trajetória de Vida

11 É eleito Deputado Geral pelo Distrito da Corte até 1885, ano em que encerrou a sua carreira política. Neste período acumulou o exercício da presidência da Câmara e do Poder Executivo Municipal Com o lançamento do periódico Reformador, por Augusto Elias da Silva, passou a colaborar com a redação de artigos doutrinários. Trajetória de Vida

12 1884- Fundava-se a Federação Espírita Brasileira Após estudar por alguns anos as obras de Allan Kardec, em 16 de agosto, aos 55 anos de idade, perante grande público, no salão de conferências da Guarda Velha, no Rio de Janeiro, proclamou a sua adesão ao Espiritismo. O evento chegou a ser referido em nota publicada pelo “ O PAIZ ”. Trajetória de Vida

13 Iniciou, sob o pseudônimo de “Max”, uma série de artigos da Doutrina Espírita no periódico o PAIZ, dirigido por Quintino Bocaiúva, e no Reformador, órgão da Federação Espírita Brasileira Dr. Bezerra foi percebido como único capaz de superar as divisões, vindo a ser eleito Presidente da Federação Espírita Brasileira. Nesse período, iniciou o estudo sistemático de "O Livro dos Espíritos", passando a redigir o Reformador. Trajetória de Vida Assumiu a presidência do Centro da União Espírita do Brasil, a 21/04 a 22/12/1890, oficiou ao então Presidente da República, Marechal Deodoro da Fonseca.

14 14 Trajetória de Vida Vice- Presidente da FEB até 1891, época em que traduziu o livro “Obras Póstumas” de Allan Kardec, publicado em – Aprofundando-se as discórdias na Instituição, Dr. Bezerra foi convidado a reassumir a Presidência da FEB, eleito em 03 de agosto desse ano, função que exerceu até a data de sua desencarnação. Em fins de 1891, registravam-se importantes divergências internas entre os espíritas e fortes ataques ao exteriores ao movimento. Bezerra afastou- se por algum tempo, continuando a frequentar as reuniões do Grupo Ismael e a redação dos artigos semanais em “O PAIZ”, que encerrou ao final de l893.

15 No dia 11 de abril, às 11:30 h., na casa da Rua 24 de maio, nº 93, Dr. Bezerra passou suavemente para a vida Maior. Desencarne Na Espiritualidade, Bezerra foi recebido pelas hostes do bem com louros de amor. Os anos de trabalho como verdadeiro servo do Cristo encarnado na terra transformaram-se em luzes para seu espírito, conferiram-lhe verdadeiro galardão espiritual, “Bezerra desprendeu-se do orbe, tendo consolidado a sua missão”.

16 16 Durante sua passagem na terra, Bezerra de Menezes ficou conhecido como o médico dos pobres. Destacam-lhe a índole caridosa, a perseverança, e a disposição amorosa para superar os desafios. Essas características, somadas à sua militância na divulgação e na reestruturação do movimento espírita no país, fizeram com que fosse considerado o "Kardec Brasileiro", numa homenagem devida ao papel de relevância que desempenhou.

17 17 "Um médico não tem o direito de terminar uma refeição, nem de perguntar se é longe ou perto, quando um aflito qualquer lhe bate à porta. O que não acode por estar com visitas, por ter trabalhado muito e achar-se fatigado, ou por ser alta hora da noite, mau o caminho ou o tempo, ficar longe ou no morro, o que sobretudo pede um carro a quem não tem com que pagar a receita, ou diz a quem lhe chora à porta que procure outro - esse não é médico, é negociante de medicina, que trabalha para recolher capital e juros dos gastos de formatura. Esse é um desgraçado, que manda para outro o anjo da caridade que lhe veio fazer uma visita e lhe trazia a única espórtula que podia saciar a sede de riqueza do seu Espírito, a única que jamais se perderá nos vaivéns da vida.“ Bezerra de Menezes

18 18 “Se te situas, no mundo, à maneira do viajor descuidado, haverás de valorizar o que os cinco sentidos do corpo material podem registrar. Desta forma, nada mais te importa além da dimensão em que vives. Entretanto, se estais na crosta, mas a ela não pertences, teus interesses ultrapassarão o cotidiano humano...” Bezerra de Menezes


Carregar ppt "1. 2 Humberto de Campos. Há mais de um século, brilhante assembléia de Espíritos se reuniu no Espaço, sob a direção do Anjo Ismael."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google