A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

@ Rafael Machado – 2004 ACCESS Base de Dados para a Gestão de Informação de Natureza Pedagógica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "@ Rafael Machado – 2004 ACCESS Base de Dados para a Gestão de Informação de Natureza Pedagógica."— Transcrição da apresentação:

1 @ Rafael Machado – ACCESS Base de Dados para a Gestão de Informação de Natureza Pedagógica

2 ACCESS – Derivação de Tabelas Conectividade de uma Relação Conectividade de uma Relação Uma entidade pode participar numa relação de 2 formas: Participação Obrigatória: Não pode existir nenhuma ocorrência dessa entidade que não esteja associada a alguma ocorrência da outra entidade que participa na relação. Participação não Obrigatória: Podem existir ocorrências dessa entidade que não estejam relacionadas a alguma ocorrência da outra entidade que participa na relação. Representação:

3 ACCESS – Derivação de Tabelas Participações Participações Hipótese: Todos os empregados participam no Fundo de Pensões e só é permitida a participação de empregados.

4 ACCESS – Derivação de Tabelas Participações Participações Lê-se: Um empregado só pode ser uma vez associado Um associado só pode ser uma vez um empregado Um empregado é obrigatoriamente um associado Um associado é obrigatoriamente um empregado

5 ACCESS – Derivação de Tabelas Participações Participações Lê-se: Um empregado só pode ser uma vez associado Um associado só pode ser uma vez um empregado Um empregado é obrigatoriamente um associado Nem todos os associados são empregados Hipótese: Todos os empregados são obrigatoriamente associados, mas o Fundo de Pensões é aberto à participação de pessoas que não são empregados.

6 ACCESS – Derivação de Tabelas Participações Participações Lê-se: Um empregado só pode ser uma vez associado Um associado só pode ser uma vez um empregado Nem todos os empregados são associados Nem todos os associados são empregados Hipótese: A participação no Fundo é livre para os empregados e o fundo é aberto à participação de pessoas que não são empregados.

7 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Relação 1:1 Relação 1:1 Entidades Iniciais Empregados (IdEmpregado, Nome, …) Associados (IdAssociado, Nome, Quota, …) Hipótese: Ambas as entidades têm participação obrigatória. Solução: Basta um única tabela Empregados (IdEmpregado, Nome, …, IdAssociado, Quota)

8 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Resultado

9 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Relação 1:1 Relação 1:1 Entidades Iniciais Empregados (IdEmpregado, Nome, …) Associados (IdAssociado, Nome, Quota, …) Hipótese: Apenas uma entidade tem participação obrigatória. Solução: São necessárias 2 tabelas. Coloca-se a chave primária da entidade com participação não obrigatória na outra tabela, passando a designar-se por chave externa. Empregados (IdEmpregado, Nome, …, IdAssociado) Associados (IdAssociado, Nome, Quota, …)

10 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Resultado

11 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Relação 1:1 Relação 1:1 Entidades Iniciais Empregados (IdEmpregado, Nome, …) Associados (IdAssociado, Nome, Quota, …) Hipótese: nenhuma das entidades tem participação obrigatória. Solução: São necessárias 3 tabelas. Coloca-se a chave primária de cada uma das entidades na terceira tabela. A chave primária poderá ser qualquer uma das chaves primárias. Empregados (IdEmpregado, Nome, …) Associados (IdAssociado, Nome, Quota, …) Participacoes (IdEmpregado, IdAssociado)

12 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Resultado

13 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Relação 1:N Relação 1:N Entidades Iniciais Empregados (IdEmpregado, Nome, …) Departamentos (IdDepartamento, Designacao, …) Hipótese: A entidade do lado N tem participação obrigatória. Solução: Duas tabelas. Coloca-se a chave primária da entidade com grau 1 na tabela com grau N, passando a designar-se por chave externa. Empregados (IdEmpregado, Nome, …, IdDepartamento) Departamentos (IdDepartamento, Designacao, …)

14 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Resultado

15 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Relação 1:N Relação 1:N Entidades Iniciais Empregados (IdEmpregado, Nome, …) Departamentos (IdDepartamento, Designacao, …) Hipótese: A entidade do lado N não tem participação obrigatória. Solução: Três tabelas. Coloca-se a chave primária de cada uma das entidades na terceira tabela. A chave primária será a concatenação das chaves primárias de cada uma das tabelas, obtendo-se uma chave composta. Empregados (IdEmpregado, Nome, …) Departamentos (IdDepartamento, Designacao, …) Empregado-Departamento (IdEmpregado, IdDepartamento)

16 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Relação N:N Relação N:N

17 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Relação N:N Relação N:N Entidades Iniciais Medicos (IdMedico, Nome, …) Doentes (IdDoente, Nome, …) Solução: São sempre necessárias três tabelas. Coloca-se a chave primária de cada uma das entidades na terceira tabela. A chave primária será a concatenação das chaves primárias de cada uma das tabelas, obtendo-se uma chave composta. Medicos (IdMedico, Nome, …) Doentes (IdDoente, Nome, …) Consultas (IdMedico, IdDoente) Atributo da relação Se considerarmos o atributo Data da relação, teremos a seguinte chave primária. Consultas (IdMedico, IdDoente, Data)

18 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Resultado

19 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Relação Ternária Relação Ternária Entidades Iniciais Artistas (IdArtista, Nome-Artista, …) Filmes (IdFilme, Nome-Filme, …) Realizadores (IdRealizador, Nome- Realizador, …) Solução: São sempre necessárias quatro tabelas. Coloca-se a chave primária de cada uma das entidades na quarta tabela. A chave primária será a concatenação das chaves primárias de cada uma das tabelas, obtendo-se uma chave composta. Artistas (IdArtista, Nome-Artista, …) Filmes (IdFilme, Nome-Filme, …) Realizadores (IdRealizador, Nome-Realizador, …) Artistas-Filmes-Realizadores (IdArtista, IdFilme, IdRealizador)

20 ACCESS – Derivação de Tabelas Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Derivação de Tabelas a partir do modelo E-R Resultado


Carregar ppt "@ Rafael Machado – 2004 ACCESS Base de Dados para a Gestão de Informação de Natureza Pedagógica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google