A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistemas e processos de protecção de patentes: 1. Sistema nacional - CPI 2. Sistema europeu - CPE 3. Sistema internacional - PCT PATENTES DE INVENÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistemas e processos de protecção de patentes: 1. Sistema nacional - CPI 2. Sistema europeu - CPE 3. Sistema internacional - PCT PATENTES DE INVENÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 Sistemas e processos de protecção de patentes: 1. Sistema nacional - CPI 2. Sistema europeu - CPE 3. Sistema internacional - PCT PATENTES DE INVENÇÃO

2 1.SISTEMA NACIONAL 1.Pedido requerimento escrito em língua portuguesa - elementos – 61.º - documentos – 62.º reivindicações do que é considerado novo e caracteriza a invenção n.º 3 – definição do objecto (produto, processo ou ambas) e caracterização técnica, estrutural e funcional da invenção – determinação do conteúdo da invenção que permita aferir requisitos de patenteabilidade descrição do objecto – n.º 4 (+ 63.º - inv. biotecnológicas) desenhos para compreensão do objecto – n.º 5 resumo da invenção – BPI – n.º 6

3 2. Exame de forma (65.º) Exame Irregularidades formais prazo para correcção Não correcçãoCorrecção Recusa BPI 3. Publicação do pedido (66.º) BPI - Publicação do pedido + resumo + classificação internacional de patentes (Acordo de Estrasburgo 1971) Prazo mínimo – 18 meses entre pedido e publicação (n.º 2), salvo antecipação (n.º3) Efeitos – protecção provisória (art. 5.º)

4 4. Oposição (67.º) Prazo de 2 meses para apresentação de reclamações (17.º/1) Prazo de 2 meses para resposta do requerente (17.º/2) 5. Exame de fundo (68.º) -Verificação dos requisitos de patenteabilidade - Relatório do exame oposição – prazo 3 meses sobre apresentação da última peça processual não oposição – prazo 3 meses sobre publicação do pedido

5 Patente não pode ser concedida envio ao requerente – resposta a observações (2 meses) subsistem patente pode objecções ser concedida notificação requerente não recusa resposta publicação aviso BPI Patente pode ser concedida publicação de aviso no BPI possibilidade de concessão parcial 69.º publicação no BPI

6 5. Recurso (39.º/a) + 40.º/1) Legitimidade (41.º) Prazo – 3 meses (42.º)

7 Convenção sobre a patente europeia, Munique 1973 (Revisão 2000 – entrada em vigor – 13/12/2007) Sistema centralizado – Instituto Europeu de Patentes Um único pedido um único exame feixe de patentes nacionais 1.Pedido – 76.º CPI Requerimento apresentado ao INPI (n.º 2 – domicílio ou sede social em PT) ou no IEP Idioma – 77.º CPI 2. SISTEMA EUROPEU

8 2.Exame formal – 90.º CPE Relatório de pesquisa IEP – notificação ao requerente (92.º CPE) 3.Publicação do pedido no BEP– 93.º CPE elementos constantes da publicação – 93.º/2 CPE prazo mínimo – 18 meses entre depósito do pedido e publicação, salvo antecipação a requerimento do interessado efeitos – protecção provisória (67.º CPE + 78.º/1 CPI) Publicação de aviso no BPI – 78.º/2 CPI 4.Pedido de exame de fundo – 94.º CPE Prazo de 6 meses após publicação no BEP Exame quanto ao fundo pelo IEP (critérios de patenteabilidade)

9 5.Recusa ou concessão do pedido – 97.º CPE 6.Tradução da patente europeia – 79.º CPI Para patentes concedidas para Portugal Condição de eficácia em Portugal Tradução em português do fascículo da patente (cfr. 98.º CPE) Publicação no BPI da remessa da tradução – 82.º CPI 7.Prazo para oposição – 99.º CPE Prazo de 9 meses a contar da data de publicação no BEP da menção de concessão de patente europeia Oposição junto do IEP Fundamento – a concessão não deveria ter sido concedida (100.º CPE) Afecta todos os Estados em que a patente produz efeitos

10 Processo de oposição – IEP (99.º ss CPE) Decisão (101.º CPE): Revogação da decisão de concessão Manutenção da decisão de concessão com alterações Recusa da oposição Revogação da patente (105.º b) Limitação do âmbito das reinvidicações da patente (105.º b) Publicação BPE – 103.º CPE (+ 105.º c) 8. Recurso – 106.º CPE (Câmaras de Recurso de Munique – recurso de revisão para a Grande Câmara de Recurso – 112.º b CPE)

11 Transformação de pedido de PE em pedido de patente nacional ou pedido de MU português 86.º CPI135.º CPE Pedidos retirados ou pedido de patente nacional considerados retirados ou MU nacional 87.º CPIPedidos recusados pedido de MU nacional Proibição de dupla protecção – 88.º CPI (mesma invenção, mesmo inventor, pedido com mesma data ou mesma data de prioridade) patente nacional não produz efeitos desde que: não tenha havido oposição à patente europeia havendo oposição, a patente tenha sido mantida

12 Tratado de cooperação em matéria de patentes (PCT), Washington 1970 Sistema internacional de formulação e controlo de validade de pedidos de patente em vários Estados contratantes 1.Pedido – 91.º CPI Apresentação do pedido internacional no INPI – n.º 2 (INPI = administração receptora – 10.º PCT) Idiomas do pedido – n.º 7 Tradução do pedido internacional – n.º 8 Identificação dos Estados para os quais a protecção é solicitada – 4.º/ii) PCT 2.Apreciação formal do pedido pelo INPI – 14.º PCT 3. SISTEMA INTERNACIONAL

13 3. Envio do original do pedido para a OMPI e para o IEP – 32.º PCT 4. IEP (16.º PCT +154.º CPE) – pesquisa internacional + relatório de pesquisa – 15.º/2 PCT (objectivo – determinar o estado da técnica pertinente) Comunicação do relatório ao requerente, OMPI e Estados – 18.º, 20.º PCT 5. Publicação do pedido nos termos do PCT – 21.º/2 PCT protecção provisória – 95.º/1 CPI Publicação no BPI – 95.º/2

14 6.Tradução do pedido em português - 94.º/1 CPI Para protecção em Portugal – tradução + taxas 7.Fase nacional – 93.º CPI Mesmos efeitos que os pedidos nacionais – apreciação pelo INPI nos termos das exigências do PCT Possibilidade de pedido de exame preliminar internacional – 31.º e ss PCT Competência – IEP (155.º CPE) Relatório com opinião preliminar não vinculativa sobre os critérios de patenteabilidade Possibilidade de pedido de exame preliminar internacional – 31.º e ss PCT Competência – IEP (155.º CPE) Relatório com opinião preliminar não vinculativa sobre os critérios de patenteabilidade

15 Utilização do PCT e do CPE Um pedido Estados exclusivamente do PCTEstados do CPE e do PCT Concessão de patentes nacionais nosConcessão de patente europeia termos do PCT nos termos da CPE Fase internacional IEP Fase nacional – concessão pelas autoridades nacionais


Carregar ppt "Sistemas e processos de protecção de patentes: 1. Sistema nacional - CPI 2. Sistema europeu - CPE 3. Sistema internacional - PCT PATENTES DE INVENÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google